Testei: Vinagre de Cabelo, Yves Rocher
Em: Beleza

Quem me acompanha pelo Instagram (devaneiosfashion), ou snapchat (devaneiosf) sabe que mudei minha rotina capilar, e tem dado MUITO certo. Essa rotina faz parte de uma mudança de estilo de vida que resolvi fazer, e que se resume basicamente a viver mais leve, e mais natural. Não, não virei hippie e passei a vender bijuterias na praia (não que isso não seja legal), mas resolvi dar uma aliviada na minha alimentação (o que já vinha fazendo há uns 4 anos), e restringir alguns compostos dos produtos industrializados que uso na rotina de beleza.

Quando o assunto tem a ver com as madeixas, pesquisando sobre no poo e low poo (fiz mega post no blog, quem quiser dar uma olhada clica AQUI), achei uma boa lavar os cabelos com xampus sem silicones e parabenos (no máximo duas vezes na semana), e assim venho fazendo. Para desembaraçar os fios, comprei o vinagre de cabelo da Yves Rocher (o link do site da marca tá AQUI), esse da foto abaixo:

vinahair1

O que é esse produto? Como o próprio nome diz, é um vinagre, e tem a promessa de restaurar o brilho natural do cabelo, deixando-o macio e solto.

E o uso, como é? Quando eu lavo o cabelo, geralmente duas vezes por semana (nos outros dias em que preciso molhar, eu uso Yamasterol, e vou enrolando também com xampu seco, tudo pra evitar o efeito detergente do xampu), aplico logo após a retirada dele o vinagre, que coloquei num borrifador pra evitar desperdício e aplicar ao longo dos fios, massageio, faço o enxagüe, e pronto. É um condicionador, só que não tem silicone nem parabenos.

vinahair2

vinehair3

vinahair4

Se funciona? Muito!!! Depois que passei a ter essa nova rotina, senti que meu cabelo ficou com um brilho absurdo (mostrei no snap como ele tá com brilho, não de oleosidade, mas de vitalidade), o cabelo tá mais cheio, e as pontas, muito hidratadas. O vinagre da Yves Rocher é muito cheiroso, tem aroma de cereja, e vale muito a compra. No Brasil, a marca vende online, e pelo preço de R$ 54,00, mais ou menos. Pra quem vai viajar pra fora, na França, por exemplo, ele tá custando 5 euros, vale a compra demais!

Mas, se você, amiga, não tá podendo gastar essa grana toda com o vinagre da YR, tenho uma dica: a receita vinagre de maçã orgânico + água (na proporção de 4 partes de água pra uma de vinagre) + umas gotinhas de essência de baunilha, ou até própolis, rende um excelente condicionador caseiro, e dá pra ter uma idéia do que o enxagüe com vinagre pode fazer por seus fios.  Vale o teste antes da compra, até pra saber como seus fios se comportam.

Resuminho da ópera: indico demais o vinagre Yves Rocher, assim como outros produtos da marca, porque amei a filosofia deles, de entregar ao consumidor tratamentos de beleza usando produtos naturais.

Beijos!!

Do Dia: Franjas + Chamois

abfring

Sabe aquela peça que você compra, mas depois fica se perguntando com o que usar, e, correndo louca dentro de casa com a mão na cabeça grita “Meu Deus, Meu Deus, como coordenar essa peça?!”?

Foi o que aconteceu com essa saia.

Achei que estava abalando quando comprei, e depois da longa espera para ela chegar (essa arte da espera, nós, clientes do Ali, dominamos bem), quando abri o pacotinho fiquei com cara de paisagem por horas, me indagando com o que iria combiná-la. E resolvi ser simples: ora, se a saia de franjas em chamois deve ser a peça-chave do look, todo o resto deve harmonizar, mas ficar quietinho, deixando a saia brilhar. Assim, peguei minha camisetinha, um cintinho tressé, uma bolsa box, um saltão pra me alongar (ter 1,50m né fácil não) e mandei ver.

O resultado? Esse aqui:

fring1

fring5

fring2

fringfe

Quando me deparo com peças mais chamativas gosto de jogar o look pro lado básico, aquele macete de ir jogando uma água pra ir apagando o incêndio. Há quem goste bastante do kitsch, mas eu, particularmente, não curtiria a ideia de ir trabalhar parecendo uma rainha do rodeio. Deixo isso pra Paula Fernandes, ela ama uns looks “too much” hahahahaha

Ah, ia me esquecendo, os créditos!

Saia – Aliexpress (link para o vendedor AQUI); Camiseta – H&M; Sandálias: Arezzo; Bolsa e óculos: Aliexpress.

Beijos.

Trend Alert: saia evasê com botões

evaskirt

Do ano passado pra cá, o resgate do estilo das décadas de 60, 70, 80, e 90 tem sido pesado. E o legal é que não há exclusão, a gente sai na rua, e pode encontrar referências de todas essas décadas juntinhas, e misturadas, em looks lotados de interessância.

Dia desses passeando por blogs de street style gringo – e coincidentemente desde que Alexa Chung usou na campanha de uns jeans que ela lançou – notei várias meninas usando saia evasê com botões na frente, de jeans ou não. O modelo foi pinçado dos anos 70, e tem conquistado várias adeptas, mas não estou certa se estarei nesta turma. O tempo me dirá isso, até mesmo porque quando tinha uns 11, 12 anos eu tinha algumas e curtia bastante, mas não sei se estou disposta hoje a usar.

Pra me ajudar a decidir até separei alguns looks inspiracionais, e adianto: as sainhas ficam bem legais em  looks mais básicos. Vejam se vocês curtem também as montações:

painelskirt

Imagens: reprodução

 

Acho que já estou começando a gostar da sainha ó…#volúvel

 

Praticidade em forma de penteado: half-up top knot e top knot
Em: Beleza

Quem vive na correria sabe o quanto é difícil lidar com o cabelo, principalmente naqueles dias em que ele não tá disposto a nada. É a diária batalha tempo x nosso cabelo, e, pelo menos no meu caso, o cabelo sai perdendo. Fico doente quando ele tá uma bosta, e faço um rabo de cavalo normal pra ir trabalhar e fico me odiando o dia inteiro. Sim, minha relação é intensa com meu cabelo, passional, eu diria.

Porém, sempre soube, um dia o jogo vira, e ele virou ontem, quando tive uma epifania ao passear pela internet, e achar um tutorial ensinando a fazer o top knot bun, um coque que Lauren Conrad e J.Lo costumam fazer sempre. Oxe, eu, que gosto tanto de coque, por que não tinha me dedicado mais a ele, fazendo variações legais? Então, galera, corri pra penteadeira e acertei o top knot…ok, quero usar isso todo dia, toda hora! É muita praticidade, Braseeel!

Fiquei tão feliz com o top knot, que fui pesquisar uma variação legal dele que também já tinha observado o street style: o half-up top knot, um coque também feito no topo da cabeça, mas usando só metade do cabelo. Se preparem, no verão brasileiro, a gente pode ver bastante. Digo “pode” porque a gente, mesmo sendo de um país tropical, tende a reproduzir o estilo de grandes metrópoles: cabelo liso, pranchadão, ou babyliss grudadão, sem movimento, e sem um frizz sequer, tudo muito igual e sem graça; na moda vejo muito isso, um mais-do-mesmo nos blogs brasileiros, pouca gente imprime um estilo pessoal, faz sua leitura das tendências, o que é decepcionante. Mas boto fé que a galera mais estilosa vai sim curtir, e adotar o half-up top knot como penteado favorito.


O mais legal é que os top knots não servem só para meninas com cabelo de sereia; médios e curtos (exceto cortes tipo pixie, claro) também entram na onda, o que só demonstra a versatilidade do penteado.

E aí, quem anima? Eu já tô amando, e, se vocês quiserem , posso fazer tuto em vídeo, pelo snap ou Youtube, passando diquinhas de como fazer? Que acham?

Vídeo: top 5 produtos de beleza japoneses

Oisss!!
Conforme prometido no vídeo dos produtos coreanos que mais gosto, voltei, com apenas um diazinho de atraso (geralmente os vídeos são postados na quinta, tá?), e vou contar pra vocês os 5 produtos de beleza japoneses que mais gosto, e recomendo.

Como eu mesma digo no vídeo, os produtos que mostro são produtos que uso com certa frequência, e portanto tenho como falar das minhas impressões de maneira mais firme, sem ser jabá, mas com “conhecimento de causa” de verdade.

Espero que curtam!


Beijos e bom fim de semana pra todo mundo!

Dicas de DIY: Edição Especial Dia dos Namorados

Fato: estamos em período de vacas magras. Por razões óbvias, o incentivo ao consumo, e conseqüentemente o consumo desenfreado acabou levando o mundo a um colapso econômico. Recentemente minha amiga leu uma notícia de que Angelina Jolie e Brad Pitt estariam enfrentando uma crise financeira, que os obrigou a vender uma das casas que têm, e a viajarem sempre de classe ecônomica. Vejam bem: Brangelina. Magina a gente, né?

Então, eu até creio no intuito comercial da criação de datas comemorativas, mas acho que a gente não deve se prender tanto isso, e usar citada data para celebrar o amor, e o amor não se celebra com dinheiro.

Portanto, no post do Dia dos Namorados resolvi dar dicas de como botar a mão na massa e presentear o amor da sua vida com algo especial, único, que ninguém vai ter igual. Porque eu acho que um mimo com significado vale mais que um vidro cheio de perfume e vazio de sentimentos. Presentear alguém com algo personalizado é muito bacana, e  ideias não faltam. Pra ajudar vocês nessa empreitada, eu reuni aqui algumas imagens com presentinhos bem criativos: cartões personalizados, almofadas com aplicação em stêncil com alguma letra de música que tenha marcado algum momento do casal, quadros usando a técnica do giz de cera derretido, canequinhas que a gente pode riscar o que quiser com canetinha para porcelana, potinhos com mensagens fofas escritas à mão para os 365 dias do anos, lanternas feitas com garrafas e pisca-pisca, e até copos de cerveja feitos a partir de garrafas de cervejas especiais cortadas:

DIYnamorados

Porque grana pode até faltar, mas amor e criatividade estarão sempre presentes! Então, corre que ainda dá tempo de celebrar o amor com um mimo bem especial, feito por você!

Feliz Dia dos Namorados, galera!

Páginas12345... 187»