Body, saia branca e só!

whsk1

 

O look de hoje é mais um daqueles bem simples, que não exigem esforço, nem pedem muito tempo da gente. Esse meu body estampado é verdadeiro curinga do meu guarda-roupas; adoro, porque ele parece um quadro do Monet, ou do Renoir, e fala por si só, não requerendo uma combinação complexa, um jeans escuro, por exemplo, já da conta da missão.

No caso, pra complementar essa composição, que foi usada para eu ir a um batizado, preferi deixar o jeans para o dia-a-dia, e escolhi uma saia midi branca, em couro ecológico, pra fechar o look:

whsk2

whsk4

skiwhit5

Fotos: Jeff Braga

Body – Tia Alice

Saia – Aliexpress, link para o vendedor AQUI

Scarpin – Schutz

Bolsa – Arezzo

Óculos – Aliexpress

 

Amal Clooney, e dicas de looks para usar no trabalho

abamalclooney

Passada nossa maravilhosa infância e adolescência na escola, começa a fase adulta, e com ela o fato de você passar mais tempo no emprego que em casa. Seus amigos de escola, vistos em um período do dia, são substituídos pelos colegas de trabalho, que, de tanto conviver com você viram irmãos; afinal, como eu disse, passa-se mais tempo no trabalho que em casa, pelo menos, do tempo em que a gente fica acordado, boa parte dele é ralando no batente. Pelo menos comigo é assim que funciona. E, para quem não trabalha fardado, um dia de trabalho significa um look, mas não qualquer look. No meu caso, que vivo em ambiente de escritório/órgãos da Justiça, o look deve ser confortável, mas arrumado; confortável porque não vivo intramuros o tempo inteiro, é um tal de vai fazer audiência, sobe em carro alto, anda em asfalto, bota processo em carrinho, sobe escada, desce rampa…, e arrumado porque o dress code do trabalho pede.

Portanto, unindo essas duas necessidades, e buscando inspiração na internet, resolvi montar um painel com a advogada Amal Clooney, a moça que fisgou o coração do George Clooney, e que tem um estilo “mulher trabalhadora da vida real”. Analisando seus looks, percebi que ela não é o tipo de moça que faz a linha socialite, desfilando com looks fakes de trabalho, tipo, Louboutin e Tailleur. Amal ganhou milhares de pontos na minha tabela girl power imaginária, porque mostra ao mundo como é a vida da advogada, os looks inclusive. Óbvio, não dá pra gente andar o tempo todo com saltos vertiginosos, a gente usa mais calça que saia na diária, e bolsa grande impera, pra caber tudo que a gente vai precisar ao longo do dia.

Confesso que me senti feliz por ver em sites de revistas de estilo alguém com quem me identificasse no dia-a-dia. A gente vê tanta gente “de mentira” por aí que fica eufórica quando vê uma diva como Amal batendo a real dos looks de trabalho.

amalclooney1

E os looks “casual friday”? Também são maravilhosos! Porque na sexta-feira adoro ir trabalhar com calça destroyed, e um tubinho super ajuda naqueles dias em que a gente não acorda no humor de se montar (no meu caso, quase todos os dias, cansaço demais, gente rsrsrs).

amalclooneycasual

Para não deixar passar o histórico da Amal, importante narrar que ela é formada em Direito pela Unversidade de Oxford, e tem mestrado na Escola de Direito de Nova York, onde se especializou em direitos humanos, internacional e penal. Fala três idiomas. Reside em Londres atualmente, e trabalha em um dos escritórios mais famosos do país, o Doughty Street Chambers, possuindo em sua carta clientes como Julian Assange, fundador do WikiLeaks. A beesha é lacradora, e George espertinho percebeu logo, e tratou de casar com a moça. Amal é uma it-girl, na minha concepção de it-girl, que inclui Malala, Emma Watson, e P!nk. Diva Glitter Bombação!

 

Vídeo da quinta: como ondular cabelos médios em casa (com babyliss)

Quem aí curte vídeo dando dicas para o picumã? \0/
Eu até já tinha divulgado assim que o vídeo novo subiu no YT, mas hoje as leitoras terão acesso aqui no blog a um tutorial leve, desencanado, mostrando alguns macetes para ondular o cabelo em casa e ficar no estilo das blogayras gringas, que mantêm um long bob todo trabalhado no babyliss, e passam a impressão que aquilo custou horas a fio no salão. Nada disso, dá pra fazer em casa e ficar bem, mas bem parecido, e durar, viu, gente? O meu updo segurou por umas seis horas dignamente, e no dia seguinte tava mais bonito ainda, porque o ondulado se converteu em ondas mais espaçadas, estilo irmãs Olsen…o chamado ondulado “podrinho”!
Espero que curtam:


Razões para amar o street style australiano

Oi, meu povo, voltei, depois de um jejum básico de posts! É que entrei de férias e tava tão, mas tão cansada na primeira semana, que preferi ficar de boa, deitada, descansando e assistindo Netfliz pra voltar com o cérebro tinindo e preparar posts novinhos e interessantes por aqui.

Bom, e abrindo as novas postagens, gostaria de falar sobre a maravilha que é o street style australiano…gente, é chuva de looks inspiradores, e eu poderia passar o dia inteiro enumerando as razões para amar o estilo das australianas, mas vou separar apenas três, porque ainda separei vários looks pra falar com vocês mais na frente:

- não sei se impressão de quem é daqui do Nordeste do Brasil, mas os looks usados o ano inteiro pelas australianas são super usáveis o ano inteiro por aqui. O clima de lá é seco em algumas partes, e não existe essa história de outono/inverno rigoroso, então, acabo por me identificar mais com as bloggers australianas que as de São Paulo, por exemplo, porque né, bota over-the-knee no RN é piada pronta hahahahaa

- os looks tem impacto visual maravilhoso, e mesmo nas semanas de moda australiana a gente não vê gente  “montada” demais, como nas semanas de moda da Europa, por exemplo. Assim, servem de inspiração para a vida real; e, por último

- …a Austrália nos apresentou as melhores bloggers que conheço (Tuula, Gary Pepper, Geneva, Zanita), e uma das editoras de moda mais fuderosas da face da Terra, Christine Centenera.

Esses três motivos já bastam pra gente ter a curiosidade de conferir os looks das meninas from down under, né? Porém, acrescento mais seis que complementam os três lá de cima!

- Na semana de moda australiana, os looks de street style mostram como usar jeans destroyed e jeans + jeans sem muita firula e com estilo:

Aussie1

- Pra quem tem bode de tomara-que-caia, as aussie girls mostram como usar sem ficar parecendo que faz parte do Bonde das Maravilhas (não que seja ofensivo, mas não é o estilo que procuro quando tento encaixar o tomara-que-caia nos meus looks):

aussie2

- Sobreposição? Bastante, e de um jeito que não fica com aspecto de cabideiro, como vejo em semanas de moda européias ou americanas. Gente, olhe que máximo as sobreposições com shorts na parte de baixo, que perfeito pra gente do nordeste!!!

aussie3

- Monocromático e “all black gótica fresh”, elas também são mestras nisso:

aussie4

- As australianas são campeãs nos looks Oversized sem deixar um aspecto Didi Mocó meats MC Hammer:

aussie5

- Em composições mais femininas, as beeshas sabem como ninguém do lema “sexy sem ser vulgar”. O segredo delas é equilibrar o look, da seguinte forma: vestido sexy? make básica, ou penteado básico; short-saia longo? camiseta esportiva. O hi-lo de sempre, usado da melhor forma:

aussie6

Fotos: reprodução

Perceberam como as semanas de moda da Austrália rendem mais inspirações que os draguismos das outras do resto do mundo? É óbvio que encontrei alguns looks montados em minha pesquisa, mas foram pouquíssimos; no geral, as australianas são descoladas, e não são fissuradas em vestir tendência em cima de tendência. O resultado dos looks delas é um painel clean, e bastante inspiracional para nós, mortais.

Mas, me digam, gostaram dos looks das “aussies”? Comentem, que super queria saber a opinião de vocês sobre esse estilo mais limpo, menos montado.

Beijos!

Vídeo da Quinta: como comprar o vestido de casamento em sites chineses

O vídeo de hoje é tipo um “senta que lá vem a história”: nele, eu explico, com detalhes, como comprar o vestido de casamento em sites chineses. Espero que curtam e que tenha sido esclarecedor:

 

Como eu sei que vocês vão pedir nos comentários, adianto que os links dos sites que falei no vídeo são esses:

Milanoo
Jasmine’s Bridal Shop
Superb Wedding Dresses

Blake Lively e a arte de trocar de look DEZ vezes em um dia só

Nem preciso me delongar muito nesse post porque seu título é autoexplicativo, né? Me digam se alguma vez na vida alguma de vocês já trocou de look dez vezes em um dia? Minha gente, eu mal tenho tempo de vestir uma “muda” de roupa pra ir trabalhar, imagine vestir uma, ir a um evento, vestir outra, ir a outro evento, vestir mais outra ir a um programa de tv, tudo isso mudando cabelo, maquiagem…Blake Lively fez isso, e eu tô chocada até agora, pensando se ela é um ET, ou algo do tipo, porque um ser humano comum ela não é…e como eu também não sou um ser comum, no sentido de ser anormal mesmo, doida, fiz um painel indicando a hora que a beesha mudou cada look, pra vocês verem que mundo v1d@l0k@ é esse de Blake:

blakecrlgy

É a dança do tira-e-bota.

Páginas12345... 185»