“Tunando” a acetona

A dica de hoje é rápida, e perfeita pra extirpar das nossas unhas aquele esbranquiçado feio, e o aspecto ressecado que a acetona deixa, quando a gente tem que usá-la pra dar uma limpada básica no esmalte descascado que restou: trata-se da acetona “tunada”, coisa que aprendi catucando nos blogs especializados em unhas.

Mas, o que danado é isso? Acetona “tunada”? Endoidou, foi, Rose?

Calma, calma, calma…deixa eu mostrar a dupla imbatível antes de explicar:

Muitas de vocês já devem ter conhecido aqueles lencinhos removedores de esmalte, que são massa pra levar na bolsa, né?

Geralmente, os lencinhos são elaborados a partir de um composto oleoso, e outro da família do álcool. Às vezes, um aroma é adicionado. E essa ideia que a gente traz para “tunar” a acetona(que tem álcool em sua composição: misturá-la a 1/5 de glicerina(o equivalente a uma tampinha do próprio frasco do produto). O resultado? A remoção do esmalte é feita do mesmo jeito de um lencinho daqueles. MARAVILHOSO!

Isto se dá em virtude das principais propriedades da glicerina: ela é emoliente(amolece o esmalte, e evita o ressecamento), demulcente(abranda o efeito da acetona), umectante(mantém a pele umedecida, e facilita a remoção do esmalte), e hidratante, quer dizer, só coisa boa, não tem razão pra não tentar em casa.

Por isso, pra quem ficou tentada a testar a combinação, convém dizer que a gente encontra glicerina em qualquer farmácia, por no máximo R$3,00, um vidrinho de 100ml. E no lugar da acetona pode ser usado o removedor de esmalte, tem problema nenhum.

Só faço mais um pedido: quem testou me conta nos comments a experiência, ok? :)

2 Comentários para ““Tunando” a acetona”

    Gravatar Bruna cariolato
    29 outubro 2011

    Adorei a dica, vou testar…

    http://vaidademedidacerta.blogspot.com/


    Gravatar Priscila
    6 novembro 2011

    Dica anotada!


Deixe seu comentário