Victoria Beckham mostra sua coleçao no NYFW

Mostrando que é uma designer e tanto, nossa eterna Posh Spice desfilou hoje, em Upper East Side, sua coleção primavera 2011.

Os modelos eram tão  lindos e tão minuciosamente detalhados que chegaram a questionar se realmente Madame Vick  os tinha elaborado. Pela cara de cansaço dela, as olheiras de quem passou a noite trabalhando pra nadar dar errado, eu não tenho dúvida nenhuma de que foi a bela que fez tudo! Ela inclusive exigiu que as modelos não fossem magérrimas, pode?

Foto: Just Jared

Exalando ladylike, os modelos foram inspirados nas obras de Brancusi, escultor, e mostrou tanto cintura marcada, como formas fluidas, dignas de divas dos anos 50/60 com tecidos embasbacantes, e inovadores, que deixaram a crítica bem felizinha pra o lado da nova designer.

No que diz respeito às cores que ficam até próxima primavera, amarelo, violeta, nude e rosa opaco permanecem com força extrema. Os vestidos pretinhos, e os branquinhos, eternos, assumiram diversas formas, do mais fluido ao mais estruturado. Querem ver?

Entonces, é isso…

Que acharam? Eu particularmente ameeeeeeeeeeeeei de paixão o rosa seco curtinho com sainha godê e o branquinho curtinho da ponta esquerda…super femininos!

E vocês?

Última do inverno: Roxo e afins

Garotinhas amadas,

Me despeço das tendências de inverno com a cor que mais representou a estação: o roxo.

Pois é…

Ele tá valendo até a chegada da nova estação, dando um banho de estilo em roupas, meias, calçados (tem coisa mais Mara que pump de camurça roxo?), makes e até nas unhas.

Digo o roxo, porque é a nuance mais representativa. Mas o lilás, o violeta, e gradações do tom estão com tudo.

Digo que sou fã, e adoto com força extrema (não mais que minha querida amiga Monique, que ama roxo e variações desde criança – eu lembro, tá, amieega!).

Vasculhando o significado das cores roxo e violeta, achei o seguinte:

“O violeta e o roxo são cores de transformação do mais alto nível espiritual e mental, capazes de combater os medos e contribuir para a paz. Elas têm um efeito de limpeza para os transtornos emocionais. Também nos conectam com os impulsos musicais e artísticos, o mistério, a sensibilidade, a beleza e os grandes ideais – inspirando-nos sensibilidade, espiritualidade e compaixão.

O violeta pode exercer fortes influências. No entanto, as pessoa que se sentem atraídas por ele devem ter cuidado para não se deixar levar e viver num mundo de fantasia.

A cor roxa está associada à proteção psíquica.”

Pesquisando no lookbook, achei muita coisa roxinha, um amor!

Mas, comequeé Rose? Como vou usar o roxo, sem ficar parecendo um hematoma, menina?

Facin, facin:

E é assim que dou o meu tchauzinho ao inverno, antecipando pras moçoilas que amanhã já tem post no clima da primavera/verão! Oba!