O colar de Maxi-Pérolas da Chanel

chanelab

Ultimamente tenho acompanhado bastante os desfiles das semanas de moda dos gringos, e a cada temporada umas pecinhas pingadas viram verdadeiros hits, e ganham o mundo das fast-fashion. Mais especificamente com relação à Chanel, o kaiser vem tentando emplacar na parte de acessórios umas coisas meio toscas, do tipo pochete, bolsa estilo galão de gasolina. Porém, no universo louco dele achei um pouco de lucidez, que tá nesse colar de maxi-pérolas lindo que ele desfilou na coleção de primavera-verão 2014.

bigpearlchanel3

Uns modelos do “choker” pareciam fones de ouvido, outros o encontro de dois planetas. Amei esse segundo modelo, com uma pérola grande e outra pequena, faz muita diferença no look, aliás, ele chama a atenção toda pra ele, perfeito pra complementar looks mais básicos.

Reparem só essas duas capas, e percebam que a Chanel também desenvolveu pulseiras com pérolas grandes pra fazer par com o colar…como dão um efeito massa!

bigpearlchanel2

Pelo jeito os colares de Karl caíram nas graças da meninas mais antenadas, e (aposta minha) não demora pra pegar por aqui. Se o Aliexpress já tá reproduzindo, minhas amigas, pode apostar que o babado ficou sério!

bigpearl_chanel3

Pra quem ficou desejando um choker de pérolas grandes pra chamar de seu, no Ali tem (nesse link AQUI). Se esperar não é o forte de vocês, leitoras, eu tenho DIY super prático, quem quiser só me falar que vejo a viabilidade de fazer o vídeo e postar o mais rápido possível.

Beijos!

Usando a saia fit and flare sem parecer fardinha

Se tem uma coisa que me dá raiva, é a tal da “fardinha”, aquela combinação que uma pessoa usa, e vai uma manada atrás usando DA MESMA FORMA. O fato de uma peça estar em evidência em determinado momento, ou estação do ano, não implica em obrigação de que você tenha de usar do jeito que uma pessoa x ou y use. Criatividade é bom, e acho que todo mundo gosta.

Portanto, se você vê uma peça, e não vê possibilidades outras senão aquelas que um editorial de moda, ou uma blogueira mostram no look do dia, não compre, não leve pra casa. Fardinha é um saco, acredite.

Sim, é um post-desabafo, só pra dizer que eu amo a saia fit and flare(aquela justinha da cintura ao quadril, e que abre pasando do quadril, com uma espécie de babado godê, ou franzido), mas tô de saco cheio de vê-la somente com body, ou regatinha de seda/musseline/cetim. Uma peça tão linda, não é possível que não permita outras combinações! E dessa minha insatisfação com fardinha, lá fui eu pesquisar na internet 4 maneiras de sair linda e autêntica de fit and flare. Então, se agarra na sainha, deixa o body pra outras combinações legais, e as regatinhas também, e vem ser estilosa com essas 4 dicas!

Saia fit and flare + camiseta: faz tempo que a camiseta deixou de ser apenas sinônimo de conforto e foi alçada ao posto de conforto estiloso. Ela hoje faz hi-lo com calças pantalonas em seda, saias de tafetá, e, em sendo tão cotada, qual a razão pra gente não combiná-la com sainha fit and flare? Fica lindo, e feminino, principalmente se a gente trabalhar os acessórios e até o estilo do penteado, como na imagem abaixo.

fnftshirt

Saia fit and flare + camisa xadrez: aqui, o comprimento clássico  da saia fez par com o peso grunge da camisa xadrez, e o resultado foi um look muito equilibrado, que é o segredo de toda combinação. Não gosto de look monótono, do tipo, 100% feminino, 100% preppy, 100% esportivo, por exemplo, acho que a gente pode ir além, brincar com possibilidades e gerar resultados assim, como na foto abaixo.

fnftartan

Saia fit and flare + camisa de seda: Olivia Palermo é lasca, sabe compor looks como ninguém, e esse, em particular, ganhou meu coração, já que a saia foi combinada com camisa de pois, que amo demais! Aliás, acho que as duas peças abaixo multiplicam qualquer guarda-roupas, são clássicos que ampliam o leque de opções naqueles dias de dúvida sobre o que vestir.

fnfpois

Saia fit and flare + regatão de tecido: e aí eu vou mais além, a fit and flare fica linda com regatões, com um top barra por baixo da regata, meio que aparecendo sem querer, e também fica magnífica com croppeds soltinhas, ou estruturadas, em tecidos como neoprene(tô muito viciada em neoprene, em breve vou mostrar alguns looks Tia Alice com eles, ela tá em produção máxima com ele, aguardem!). É mais ousado, tem que segurar o look, e, se você se encaixa nesse grupo, se joga que fica o máximo!

fnfsleevlessImagens: reprodução

Tinha mais algumas fotos para mostrar, mas acho que essas quatro transmitem bem o que quero passar pra vocês. Notaram que vocês já viram essas saias em vários lugares, mas nunca dessa forma, aliás, combinada apenas com uma ou no máximo duas variações? Eu, ao passar a vista pelas quatro, não cansei, não achei monótono. Pelo contrário, ver essas combinações acaba reacendendo em mim a chama do amor pela fit and flare. Porque né, a gente tem que ir além da fardinha. Afinal, ninguém tá dentro de escola, nas forças armadas ou em países socialistas pra ficar se vestindo igual. Personalidade é bom e eu gosto muito.

Look-Obsessão: saia midi

Tem coisa melhor do que um feriado na segunda? É psicológico, feriado caindo em segunda-feira me deixa feliz demais, deixa o domingo melhor, e quebra a célebre frase do Garfield, uma maravilha!

E pra festejar esse feriado, resolvi subir um look do dia simplinho e fofo: top de laise, e saia midi de chambray. Tá meio primavera? Que nada, no RN não existe outono/inverno, então, como tá muito calor, é hora de puxar do hemisfério norte os looks que o sudeste, centro-oeste, e sul do Brasil só vão usar lá pra setembro. É a parte boa de se morar no nordeste, não tem meia-calça pinicando, nem casaco(essa peça por aqui não existe rsrsrs), nem BOTA (PELO AMOR DE DEUS PAREM DE USAR BOTA NO JOELHO QUANDO CHOVE POR AQUI!!).

Aliás, ainda sobre a saia midi, confesso a vocês que tem sido minha obsessão: é feminina, versátil, e olha, tenho um metro e meio de altura e não me sinto nadinha anã com ela. Tá sendo uma peça-chave, e quero tipo umas 10 no meu guarda-roupas pra ontem!

midi1

midi4

midi2

midi5

Fotos: Jefferson Braga

Top e saia: Tia Alice(encomendas e informações mandar mail para [email protected]); Sapatos: Asos; Brincos e anel: lojinha do Centro; Óculos: Aliexpress

Vendo bem as fotos acho que fiquei até mais alta com a saia hahahaha

Beijos e bom restinho de feriado!

Como usar rosa sem parecer uma Barbie (ou Elle Woods)

Ab_Pl

Se vocês me perguntarem uma cor que amo, direi sem titubear: é o rosa. Só que, como uma grande parcela das mulheres, tenho uma certa dificuldade em usar essa cor,  medinho de parecer saída de uma caixa da Mattel, ou do filme Legalmente Loira. Mas já manjei dos paranauê de se usar rosa, se vocês prestarem atenção aos looks que separei para vocês, a fórmula se resume a uma palavra: equilíbrio.

Mas, como assim, Rose, tô na mesma, equilíbrio de quê? Vamo lá, em cada grupo de imagens tenho algumas considerações a fazer, o que vai ajudar, MUITO, a gente a usar rosa de maneira tranqüila, com estilo.

1ª dica: nos looks inteiramente rosa – e aqui falo dos ternos e tailleurs – o segredo é usar acessórios mais “adultos”, ou mesmo mais clássicos, e peças com corte minimalista, sem muita firula, porque ninguém merece um blazer com babado, botão dourado e ombreira do Didi, né? Já pesamos a mão na cor, vamos maneirar no corte.

Quanto aos blazers, o segredo é fazer aquele hi-lo esperto: vejam que as meninas coordenam os blazers com shorts rasgados, espadrilles…as calças nessa cor pedem uma parte de cima bem de boa: a velha camiseta básica branca, a camisa jeans, ou mesmo uma blusa com corte mais feminino são dicas quentes pra combinar com peça rosa. Lembremos: clean é palavra de ordem nos looks all pink.

pink_calças_ternos

2ª dica: usar shortinho ou sainha rosa te deixa automaticamente uma boneca Polly. Portanto, muita calma nessa hora, porque mesmo quando a gente quer fazer a linha romântica(vocês sabem, sainha godê rosa, e tals), é importante dar uma pitada “Monster High” nessa parada, e aí pode ser um oclão, uma pulseira mais pesada, um scarpin rocker, uma jaqueta bomber…em verdade, a segunda dica tem muito da primeira, só que aplico aqui em outras peças que não o blazer, calça ou tailleur.

Ah, a mesma lógica a gente usa nos vestidos e blusas cor-de-rosa, vejam que a gente vê uma imagem dessa, passa o olho dos pés à cabeça, enxerga a peça rosa, mas não associa à boneca, principalmente por causa dos acessórios, das peças que se coordenam com escolhida rosa, portanto, é usar a cabeça pra montação, fazer o teste da olhada no espelho e PÁ, você sai linda e abalante com sua roupitcha rosa!

pink_saias_shorts

Pink_vestidos_blusas

Bom, vocês viram que postei duas dicas que se desdobram em mais algumas sobre como usar o rosa, só que não pára por aí; tenho certeza de que vocês têm coisas interessantes a compartilhar, então, que tal comentar aqui pra agregar valor a esse post? Tô esperando!

assinatura2

Adoooro! da semana: vestindo a tendência de maneira sutil

Muito embora pra esse blog essa coisa toda de azulejo português/porcelana chinesa seja um assunto bem velhinho(vide post do ano de 2011  AQUI), vejo que o mundo da moda vem sendo bombardeado em 2013 por essa tendência. E aí fica aquele questionamento: como vestir sem saturar? Simples, vejamos essa imagem:

mira

Imagem: Easy Fashion

E aí vocês dirão: Porra, né, Rose, tem nada a ver com azulejo português, porcelana chinesa, uoreva…E eu digo: tem!!! Eu não acho que tendência precise ser literal. Explico: não preciso andar por aí parecendo a parede de uma casa de Lisboa, ou um banheiro vintage para que as pessoas compreendam que estou antenada com o que anda rolando na moda. Referência significa, e muito. Os azulejos portugueses me dizem muito mais do que floreios na estamparia, me dizem que tons de azul no fundo branco são uma combinação e tanto, e uma modelagem vintage – como o uso de uma saia midi – mostra que eu absorvi, ao meu modo, o que vem sendo visto nas ruas e nas passarelas. Bem por isso essa jovem da imagem ganhou meu coração, e foi direto pra minha pastinha de looks-inspiração!

É a inteligência aplicada ao estilo e à moda.

Do dia: Vestidinho preto (indefectível)

Que o tubinho preto é um clássico, todo mundo sabe. Eu, particularmente, acho muito bacana a modelagem mais minimalista, manguinha, pertinho do joelho, retinho…porém, pra não ficar na mesmice, acho legal brincar com os tecidos, misturar ponto roma com um cirré(tecido encerado que dá uma aparência de couro), por exemplo. Essa é exatamente a ideia desse tubinho: todo preto, porém com recortes – que afinam e alongam ao mesmo tempo – e detalhes em cirré. Obra de Tia Alice, que tem vendido como água esses vestidinhos, não só em preto, mas em combinação de duas cores também(quem me acompanha no Insta já viu um bege com marrom).

Vestido – Tia Alice (informações no e-mail [email protected] ou por aqui pelo blog mesmo)

Colar – Forever 21

Anel – Forever 21

Páginas1234567