Strappy bra top pra um look relax de domingo

Domingão, dia relax pra alguns e dia de ralação pra outros. No meu caso, é dia de trabalhar, e no fim do trabalho sair pra relaxar sem muito compromisso em escolher um look elaborado. Nesse calor senegalês que tá fazendo em Natown, a melhor saída foi sacar do guarda-roupas minha regata “podrinha”, um bom jeans, e um strappy bra top, que titia fez pra mim após eu insistir demais, a beesha tá abusada de costurar pra blogueira aqui, cheia das encomendas e aí não sobra uma vaguinha pra mim hahahahahaha!

Sobre o strappy bra, cês não têm noção de como ele é uma mão na roda pra usar com regatinhas, blusas decotadas, e peças com tecido mais transparente, evita o incômodo de a gente ficar ajeitando a todo tempo com medo de algo aparecer; quero tipo VÁRIOS todas as cores, principalmente agora que transformei umas dez  camisetinhas antigas em regatas podrinhas :)

bralet1

bralet2

bralet5

bralet4

Fotos Jeff Braga

O strappy bra tá sendo vendido por titia em qualquer cor, tamanho e modelo em média por 55 reais, digo em média porque a depender do tecido e modelo pode ficar mais barato, tô dando um preço máximo, e pra encomendar só mandar e-mail pra mim ou pra ela ([email protected]). No resto do look, temos: regata Tia Alice, short que era calça da minha irmã e foi customizado por mim, birkens Passarela.com, pulseiras feitas por mim, bolsa e óculos Aliexpress. :)

Beijos e bom domingo

Suedehead

wesfolk1

 

Dando uma olhadinha nos desfiles internacionais de primavera-verão não teve como não notar uma vibe meio western rolando nas passarelas. Na verdade, não só na passarela, mas fora dela também: jaquetas em camurça com franjas pareciam ter saído dos filmes de faroeste para as ruas; as saias em chamois e camurça, também com franjas encheram meus olhos, e acho que não demorará muito para eu adquirir uma, fico horas olhando pra esses looks, achando uma maneira de trazê-los à minha realidade. Nas composições que vi achei algo transitando entre o country e o folk, deveras interessante…

Nem é preciso ser nenhuma Mãe Jurema pra prever que o Coachella vai se encher meninas usando coletes e jaquetas, shortinhos e sainhas em camurça, ou chamois, com franjas, sem franjas…me pareceu que a vibe wes-folk (assim que denominei) veio que veio, e pra não deixar vocês de fora dela compilei looks inspiradores, pra gente já ir treinando o olho pra quando tiver uma peça assim saber coordenar e adaptar ao nosso estilo!

wesfolk

Pra quem é mais discreto, mas não quer ficar de fora da vibe setentinha vale usar uma carteira em camurça com franjas, ou uma bolsa; com acessórios dá pra atualizar o look, e a depender da escolha, fica bem low profile. O legal é brincar com todas essas tendências que vêm aparecendo, mesclar com nosso estilo, juntar peças a priori desconectadas…afinal, se o jogo de se vestir não for lúdico, nem vale a pena entrar nele :)

fringclutch

Imagens: Reprodução

Ah, e pra quem ficou curioso com o título do post, é uma música do Morissey, mas como remete à camurça, achei bacana pra abrir meus escritos.

Vestido Jeans: como usar

vestidojeansab

E lá vem mais peças direto dos anos 90 pra nossas vidas! Me lembro muito bem de, folheando as páginas das minhas Revistas Capricho daquele tempo ter achado vários exemplares de vestidos em jeans, ora usado com uma camisetinha por baixo, ora sem nada. Teve um modelo de um editorial que mostrava uma menina cuidando da irmã mais nova, em que ela usava vários vestidos jeans, e titia fez um pra mim de lastex, que juro, tô louca pra pedir uma releitura a ela, certeza de que ela vai lembrar o modelo, porque foi um vestido que só tirei do corpo quando tava mulambento, usei muito! Fazendo pesquisas na net, achei uma imagem que demonstra bem como vestidinho jeans era hype nos anos 90, é de uma Capricho com Luana Piovani na capa, e eu encontrei no blog da Rafaela o Rafaelando, que fez montagens maravilhosas com as revistas do meu tempo, bateu uma saudade das minhas revistinhas…

capricho94

Pois bem, fato é que os vestidos jeans voltaram (já até falei pra você em um post passado, mas não de maneira tão específica como hoje), e a dúvida é como combiná-lo, com que tipo de calçado, com que bolsa…bom, o vestido já traz aquela bagagem noventinha, então o legal é coordenar com peças ou mais modernas, ou mais antiguinhas, digo, de antes dos anos noventa, pra não ficar tão caricato. Separei umas imagens bem legais de street style, em que as meninas usam de tênis esportivos a botas acima do joelho pra compor com o vestido jeans:

denimdress

Pras amigas das regiões que não têm outono-inverno, usar um vestido jeans de manguinha com avarcas fica MARAVILHOSO, é garantia de um look atualizado.

E aí, quem topa aderir o vestidinho jeans? Eu tô dentro total!

Um look e uma peça polêmica: Pantalona Cropped, ou Pantacourt (ou culottes)

Hoje o look é pra trabalho e traz uma peça polêmica, a tal a pantalona cropped, ou pantacourt, ou ainda culottes. Já falei aqui no blog sobre essa peça (clica AQUI pra reler) e como ela tá bombando no hemisfério norte; por aqui, ela vem chegando lentamente, mas confesso, não é uma peça que faça muito o estilo das brasileiras. Meninas, vão por mim, ela dá uma falsa sensação que é difícil de coordenar. Digo falsa porque quando você prova a primeira pantalona cropped, acaba achando infinitas possibilidades para looks, e aí, você não quer tirar mais do corpo. Foi o meu caso, usei essa semana uma vez, e já é a terceira vez que visto, tipo, já quero uma de uma cor neutra pra se juntar a essa estampada!

Como eu disse acima, a composição com a pantacourt foi pra trabalhar, mas já quero usá-la com bodies, e tops mais curtinhos, acho que fica super fofo, um estilo bem diferente do look de hoje, que tinha que ser um pouco mais sério:

Pc3

PC01

Pc2

Fotos: Jeff Braga

Pra combinar com minha pantalona cropped (que, diga-se de passagem, era uma pantalona que pedi pra titia cortar o comprimento), usei uma camisa que Tia Alice fez pra mim com um corte bem diferente. Eu amo essa camisa porque ela tem essa faixa, que marca a cintura, e não deixa meu corpo tão sem forma, já que a calça é soltinha.

Um bom macete pra alongar a silhueta com a pantacourt é optar por sapatos que sejam da cor da calça (ou, no caso da estampada, de cor predominante da calça), calçados nude, ou que deixem o peito to pé à mostra. O efeito é magnífico, a gente ganha alguns centímetros só nesse truque.

Outra dica boa, e direcionada agora pras meninas que até encarariam, mas tão com medo de usar e não ficar legal, é optar por uma peça na cor preta, ou marinho, por exemplo. Com o outono começando, já tenho visto algumas em couro preto, talvez algumas lojas fast fashion já estejam começando a expôr nas vitrines, bom ir lá dar uma provada e ver se vocês se sentem bem com ela.

Ah, antes que eu me esqueça, a calça também foi feita por Tia Alice, e ela tá confeccionando em todo tipo de tecido e nas cores que as clientes desejarem, qualquer coisa manda e-mail ([email protected]) que eu ou ela responderemos, tá?

E, pra finalizar, como o look é polêmico, queria saber de vocês: pantalona cropped, sim ou não?

Listras reloaded

Já nem sei quantos posts já fiz por aqui sobre listras e, pode parecer repetitivo, mas é que as danadas são um clássico que vive se reinventado. Das listras das marinières pra cá, rolou muita coisa, e agora não se fala noutro assunto que não listras de todas as espessuras, cores…a gente pode seguir um estilo navy clássico, mas pode ousar também, reinventando um navy com os novos padrões de listras que estão aí. Podemos imprimir uma pegada urbana, ou podemos fazer a linha mais clean. O que elas – as listras – querem, é aparecer, adaptadas ao estilo da cada pessoa, e ao mood também.

Tenho algumas pecinhas listradas no armário, e amo. Na verdade difícil eu não gostar de uma estampa, ou padronagem. Tenho problemas com cores neutras, meus olhos curtem muita informação, e estampa, minhas amigas, enche meus olhos, piro demais!

listrascoloridas

As imagens que separei aí em cima são um aperitivo pra seleção que fiz aqui embaixo, com inspirações que não acabam mais de como se adaptar às novas versões das listras:

stripescolor

Muito amor pelas coloridas e por essas mais largas, acho que vou acabar cedendo e adquirindo mais uma peça listrada pro meu acervo!

Que me dizem dos looks e das listras reloaded? Arriscam?!!!

Vídeo da Quinta: cortando o cabelo estilo LOB (long bob) sozinha!

Eita que o vídeo de hoje vai pras corajosas que adoram fazer peripécias capilares em casa, vão vendo…

Eu tava meio chateada com o meu cabelo, que, depois das luzes ficou com as pontas assustadas, e resolvi tacar vitamina T, de Tesoura. É, galera, depois que as pontas duplas aparecem, e os fios ficam opacos, não tem hidratação que socorra, é cortar o cabelo e deixar ele crescer fortinho…o corte? Long Bob, ou LOB hair, como queiram, aquele que é o corte mais perfeito do universo:: versátil, prático, e lindo!

O LOB hair tem o comprimento médio, e pode ser ou retinho, ou em degradê. Preferi fazer A-line, mais curto atrás que na frente, e investi nas camadas, no desfiado e no repicado pra dar mais movimento, um tiquinho de volume, e textura ao cabelo (que tá ralinho e fininho). Não é difícil de cortar em casa, basta ter tesoura e coragem.

Pra quem é desenrolada, e quer se aventurar sem pisar num salão, segue vídeo explicando bem direitinho! Espero que gostem!


Ah, preparei um muralzinho de inspiração pra vocês irem se empolgando com a ideia, ou só para mostrar pra o cabeleireiro de vocês mesmo, já que coragem e habilidade, eu super entendo, não é todo mundo que tem.  E nesses casos, nada melhor que deixar as madeixas nas mãos de um profissional barra!

LOBhair

Quem gostou não esquece de dar um joinha pra mim lá no Youtube, tá! Beijos!

Páginas1234567