Exercitar em casa tem nome e sobrenome: Your Shape

Essa vai pra quem não tem grana, nem muito menos tempo para dispender se exercitando na academia o dia inteiro, tipo Buffara ou Pugliesi da vida: dá pra ter gasto calórico e ficar em forma em casa, com apenas um game, e um Xbox360 com Kinect.

Quando perco um treino na academia, chego muito tarde ou em horário intertreino, ou ainda nos domingos, quase sempre recorro aos meus jogos da “boa forma” que tenho aqui em casa; são uns 7 ou 8, e prometo mostrar pra vocês um por um.

A tecnologia hoje vem pra mostrar que ela não te deixa sedentária. É aquela coisa, dá pra usá-la pra coisas legais, e prova maior disso são esses joguinhos criados para o Xbox + Kinect que dão um bom treino e, se for feito regularmente pode render excelentes resultados!

Um exemplo claro do que narrei é o Your Shape, um “jogo” desenvolvido pela Ubisoft rico em modalidades: tem boot camp, treinos localizados, treino de corda, cardio boxing, yoga, power yoga, ritmos latinos…enfim, muita coisa que deixa o sedentário sem desculpa pra não ganhar forma em casa.

O que o fabricante diz: Segunda edição da série de fitness para o Kinect. Os jogadores vão se exercitar em uma experiência personalizada, social e divertida que realmente proporciona resultados. Como uma das mais extensas opções de exercícios físicos do mercado, inclui mais de 90 horas de atividades que satisfazem gostos e metas de fitness, incluindo aulas de zen, dança latina e treinamento para recrutas. O acompanhamento dos movimentos foi aperfeiçoado, com um sistema de feedback que orienta sobre como melhorar sua técnica e resultados.

O que eu achei: muito bom! Montei meu treino assim(lebrando que você pode escolher o tempo de cada modalidade): boot camp, treino de braço, treino de abdomen, cardio boxing, e no fim yoga e power yoga pra dar uma alongada. No término da primeira modalidade, já tinha queimado 192 calorias, no fim de todas, muito embora meu monitor tivesse sido pré-programado pra um treino de meia hora com 5 de aquecimento no começo e 5 de alongamento no final,  e bem por isso parou de contar as calorias, eu já tinha detonado aproximadamente umas 400, o que é bastante significativo pra quem ia perder um dia de academia. Não são as 1500 aproximadamente que queimo nas minhas duas horas de muay thai, mas valeram muito só pra não ficar na preguiça!

Pois bem, tá aqui uma ótima saída pra quem tá com grana curta e sem tempo pra ir a uma academia. Se quiserem puxar mais o treino, é só acrescentar um treino de corda pesado pra complementar, que só aí vão embora, somando tudo, umas 700 calorias, significativo demais no fim do mês(lembrando que um acompanhamento nutricional e avaliação física prévia são super necessários pra você se conhecer melhor e encontrar o melhor jeito de se livrar dos quilos a mais na sua vida de uma forma saudável).

Só pra terminar o falatório, um vídeo pra vocês sentirem o poder do Your Shape:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Hvk2Vs8jpYQ[/youtube]

Quem quiser que eu resenhe mais sobre esses joguinhos para o kinect grita nos comentários que trago mais uma resenha próxima semana aqui pra o blog!

Condicionamento físico e autodefesa: apresento-lhes o Muay Thai!

Poucas de vocês sabem, mas faz pouco mais de três anos que o muay thai me pegou de jeito. Sempre fui adepta das artes marciais, e como rotina de musculação não me seduz (como certamente não deve seduzir quem tem tdah), o muay thai virou meu amor verdadeiro: ganhei um condicionamento físico monstro, joguei a ansiedade para lá, modelei o corpo, perdi 10 cm de diâmetro da cintura (coisa que só uma lipo faz),  o adotei como autodefesa, e posso me considerar hoje em dia uma pessoa mais disciplinada.

No começo, confesso, passar uma hora ali era complicado, cansava muito, parava bastante, mas hoje em dia faço duas, e até três aulas seguidas, é muito viciante. Fora o muay, voltei pra capoeira (que dá flexibilidade, agilidade, deixa o corpo todo torneado, e abdômen definido), minhas noites durante a semana são dedicadas à academia, sem sombra de dúvida. Mas isso é muito bom, levando-se em conta que, se não fosse treinar, certamente ficaria em casa engordando e assistindo à novela.

Só para vocês terem uma ideia, deixa eu sair desse meu testemunho e enumerar, de uma maneira imparcial, os benefícios que essa arte marcial traz ao corpo:

- Acelera o metabolismo(meu gasto calórico por hora de exercício gira em torno de 900, 1100 calorias, mas varia de pessoa para pessoa. Meu metabolismo já é bem acelerado,  então não sou um parâmetro muito confiável);

- Auxilia na perda de peso;

- Define a musculatura;

- Contribui na flexibilidade do corpo;

- Ajuda na coordenação motora e reflexos;

- Melhora o condicionamento físico;

- Auxilia na redução da pressão arterial.

Sim, Rose, mas como funciona o treino? O meu é dividido em duas partes: primeiro treino físico, depois técnico. Vou deixar de blá, blá, blá, e mostrar pra vocês como é essa prática em um vídeo gravado pelo programa Batendo Perna lá onde eu treino. Nele, meu Sensei explica um pouquinho como funciona, e eu também apareço morrendo treinando toda assanhada, relevem, tá?

De fato sou outra pessoa. Recomendo demais pra quem odeia rotina de academia, e gostaria de aprender uma arte marcial.

Pra os amantes da corrida: o gadget da Nike que é puro amor!

Quem me acompanha no Twitter sabe que acabei inserindo de vez na minha rotina algo que já fiz muito, mas que tava ficando uma coisa bem esporádica: a corrida. É de graça, e como faço na rua ou no Parque das Dunas, respira-se ar puro, e o melhor, muitas calorias são queimadas por hora de atividade.

E aí que após me submeter a uma bateria de avaliações (física, nutricional, e cardiológica), inseri a prática na monha vida por no mínimo quatro vezes por semana, tentando sempre conciliar com o muay thai. Arrasto o boy, e lá vamos nós, correndo de monitor cardíaco pelas ruas de Natal.

Só que essa semana meu noivo comprou um tênis, um tal de Nike+, o que me provocou inveja, suspiros, e me fez desejar noite e dia um bichinho desses, só que bem fresco, como  o da foto abaixo:

E qual a razão do meu frisson? Essa linha da Nike traz a possibilidade de – com a compra de um sensor vendido no site da Apple, e inserido na sola do sapato – dar um upgrade no treino, pois faz um mapeamento geral deste, fornecendo dados instantâneos durante a corrida. Tais informações podem ser visualizadas no próprio Ipod(normal, nano ou touch), Iphone, ou na própria pulseira da Nike, bem como, quando da inserção dos dados no Nike Plus, a gente pode dar uma olhadela  no histórico da corrida, tempo, distância, ritmo, queima de calorias, rota. Não bastasse isso, a gente entra num ranking de corredores, e ainda cria programas personalizados de treino.

Agora me digam: Personal pra quê? Um gadget desses é uma coisa maravilinda de Deus!

Juro que tô juntando os dinheirinhos pra me dar de presente no fim do ano uma sportband, já que como treino em dupla, não dá pra fazer a autista e ligar o ipod:

Ia me esquecendo do principal: o sensor pode ser achado na loja da Apple, e os tênis e a sportband já com sensor, em lojas de esportes, como Netshoes, Centauro e afins.