Guia prático de (outono)inverno 2011, segunda(e última) parte

Hoje vamos correndo, ligeiro, para a segunda parte do big resumo de outono/inverno. Muita coisa a gente já tá vendo pelas ruas, mas não custa nada reforçar, e ainda dar algumas novas idéias de como usar o hype da estação.

Afinal, para os dias de dúvida no que vestir(no meu caso, todo dia é dia de dúvida), dicas de montação são sempre boas, né?

  • ANIMAL PRINT

Dispensa comentários, né? Se me perguntassem que padronagem é representativa de 2011, eu diria, sem medo de ser feliz, que é a padronagem animal print. Esteve na primavera, no verão, e apareceu lindo e sorridente no outono/inverno, ora fazendo um casal perfeito com peças em chamois, ora  recebendo toques de brilho.

  • XADREZ

Se o floral, a priori, é a cara da primavera/verão, xadrez é a cara do outono/inverno! Mas não pensem que ele também não apareceu no verão passado…é aquela coisa, existem xadrezes, e xadrezes. Quer apostar no xadrez invernal? Escolham o pied-de-poule, ou o tartan, ambos padronagens mais representativas das estações mais frias do ano.

Apenas a título de curiosidade, um dos xadrezes “cara do verão” se chama madras, mais abertinho, cores mais leves, etc…

  • CORES

…e de novo o color blocking. O tom de alegria do inverno é dado pelos blocos de cores; eles apareceram em vários desfiles, e  tão dando pinta de que ficarão na primavera/verão 2012. Para apostar.

Dica: para as menos ousadas, escolham somente um ponto de cor(ou seja, uma peça colorida + outra neutra), que já tá valendo!

  • BRILHOS

Muito glamour no inverno! Paetês, lamês e similares ilustram capas e editoriais de revista desde dezembro de 2011, e bombaram tanto, que as fast-fashion trataram de fabricar suas pecinhas pra vender pras amigas loucas por tendências acessíveis.

  • HANDMADE

Crochê, cambraia bordada, renda renascença, tecidos naturais…tudo isso permanece no inverno. O handmade – como até já falei em um post no blog – não é tendência, mas sim uma mudança de pensamento da moda mundial, que vem levantando a bandeira da sustentabilidade, e valorização de tudo que é natural, artesanal.

  • TRANSPARÊNCIA

Apesar de não gostar muito de transparência, tenho o dever moral de informar pra vocês que ela chegou chegando, repleta de volumes e bordados, e querendo passar longe da vulgaridade. Sta. Ephigênia e Filhas de Gaia exibiram muita transparência em suas coleções de outono inverno. Para as mais corajosas.

  • SAIA LONGA

Saia longa virou meio que um mantra no mundo bloguístico. Não entendi o frisson, até mesmo porque sempre tive lá minhas saias longas e vestidões sempre à disposição. Para mim, saia longa é uma peça-chave, e, apesar de eu ser baixinha, não me sinto vetada de usar o saião. O espelho é meu melhor amigo, e quando visto uma, ele me diz que tá legal…então…

E é isso, prezadas leitoras, este é nosso pequeno guia de inverno(porque outono tá meio que acabando), e já tô aqui muito loucona pra postar o que vem na primavera/verão 2012. Me aguardem!

Chanel Cruise 2012: o show foi dessa vez em Cap D’Antibes

Vou confessar pra vocês: não gosto muito de coleções de inverno. Acho uma atmosfera pesada na maioria das peças apresentadas, principalmente as que se mostram no hemisfério norte.

Porém, fico ultrafeliz quando as passarelas se enchem de roupas para as estações mais quentes do ano, e por isso fiz questão de mostrar a pré-coleção da Chanel, a Chanel Cruise 2012.

O Kaiser, mais uma vez deu show de elegância apresentando uma coleção em que o preto-no-branco predominou, inclusive nas roupas de banho; vestidos florais não faltaram, e o guipure apareceu em muitas das peças apresentadas.

Que tal conferir?

A coleção começou iluminada, em amarelo-Rainha-Elizabeth, e foi passando para o azulzinho, e depois para o creme; saias-lápis marcaram o desfile.

Imagens: reprodução

Não parei de prestar atenção nessas open-boots nos pés das modelos, não chega a ser uma cuissard, mas que vai bem perto, vai…bonito não é, contudo algo me diz que alguma celeb doida vai usar, que acham?

Imagens: Reprodução

Olha o bicolor aí! Karl prestigiou o mix das cores clássicas em vários dos modelos desfilados: maiôs, tubinhos, camisas, tailleurs…imprimiu, com isso, a nota característica da Chanel: classic never dies!

Na segunda foto da primeira coluna abaixo, notem a frasqueirinha Chanel…ela deu seu ar da graça umas 3 vezes na passarela:

Imagens: reprodução

E claro que não podia faltar o casaquinho de tweed Chanel, só que ele apareceu como uma saída de praia: lindíssimo!

Imagine você, amiga phyna, tomando sol num hiate em Mônaco de hot pants de pois e casaquinho de tweed Chanel, vestida, portanto igual à primeira moça da foto abaixo…tá certo que é sonho, mas Karl desperta isso em suas clientes, e elas adotam por cima de pau e pedra, e consomem, muuuuito!

Imagens: Reprodução

Quando às peças mais chiquetosas, Chanel mostrou novamente transparência, tanto em calças com modelagem pantalona quanto em vestidos. Outro detalhe curioso, porém não inovador: estrelinhas enfeitaram coletes e vestidos, coisa que Miu Miu havia mostrado na coleção retrasada, lembram?

Portanto, fiquemos de olho nas estrelas, vamos ouvir falar muito nelas de agora em diante!

Imagens: reprodução

Então é isso, amigas, Chanel longe de nós em aquisição, mas muito perto em inspiração. Inspirem-se!