Look do dia: coqueiro, brisa e fala nordestina(tropicalismos)

Não dá pra desvencilhar a moda de nossa cultura, isso é fato. Não precisa ser caricato, mas é aquela coisa, me recuso a só aceitar o pretinho básico como um clássico quando, morando em um país alegre, em uma região quente cheia de praias, e vegetação, principalmente coqueiros, fica impossível não ver o tropicalismo ali, coladinho, no nosso dia-a-dia.

Sim, tô falando que a estampa tropical é um clássico. No meu guarda-roupas é. Por isso, o look de hoje é um combo body-saia longa, num jogo massa de mostra-esconde. Se o body deixa as costas nuas, deixo pra saia longa o papel de pouco revelar, eis o segredo do estilo, equilíbrio, sempre.

tropicalcap

tropical4

tropicaluno

tropicaltres

tropicaldos

fotos: J. Braga

Body – Tia Alice

Saia longa – Tia Alice

Pulseiras – antiguinhas, de lojas de bijuterias do Centro

Tá combinado, então!

Não me lembro, desde meus oito anos de idade, de ter visto um boom tão grande de conjuntinhos por aí…talvez porque faz parte da revisitada aos anos 80, talvez em razão da praticidade que o conjunto traz. Ora, tem coisa melhor que resolver sua vida com duas peças? Não, não tem. É montação de preguiçoso que funciona, eu amo os conjuntinhos e não vou mentir pra vocês que tenhos uns 4 and counting, porque já comprei tecido pra fazer mais dois ou três; como não encano muito com essa coisa de “tendência”, certeza que serão peças que usarei por alguns anos.

O conjuntinho é bem democrático, veste bem todo mundo (só escolher a padronagem e modelagem certa), e de quebra podemos fazer combinações com shorts, saias, calças…uma maravilha!

Então, pra quem quer entrar na onda, mas ainda tá na dúvida em qual conjuntinho chamará de seu, fiz uma compilação gigantesca, com selo Solange Knowles de qualidade (já que essa irmã da Bey AMA toda sorte de conjuntos, tanto que a aparece nos três murais que fiz rsrsrs):

Mas, de todos os looks de conjunto, o que ganhou meu coração foi o da Gwen Stefani. A bicha é tão classuda que mesmo de cabelo loiro branco, batom vermelho e conjunto de onça não chegou nem perto do kitsch, ou mesmo do vulgar. Ficou perfeito!

E meu conjuntinho mais querido do momento, um que titia fez pra mim recentemente e foi sucesso no Instagram(quem tiver querendo um só falar com ela, ou mandar e-mail para [email protected])!

Fotos: Jefferson Braga

E vocês, tão na vibe de conjunto também? Curtem ou nem pensar?

As cores da Primavera/verão 2014, segundo a Pantone

Quem é leitora desse blog aqui há algum tempo sabe que de vez em quando eu dou uma antecipada nas cores que vão ser usadas nas temporadas seguintes; já falei certa vez do tangerina, do esmeralda, e hoje fiz um mega apanhado, com a cotação da Pantone para a primavera/verão 2014.

E o que é a Pantone? A Pantone é uma empresa que trabalha com sistemas de cor; o mais legal é que de temporada em temporada, ela pinça de sua cartela aquelas cores que serão tendência na moda, na arquitetura, decoração, publicidade, beleza…sempre fico de olho por lá, porque é batata a Pantone soltar as cores-tendência, e a gente começar a encontrar por aí…

Pois bem, Rose aqui reuniu as possíveis queridinhas da primavera/verão e vou logo dando minha opinião, eu amei, porque tons pastel não vêm sozinhos, como no verão passado, as cores vibrantes chegaram junto; na verdade, a coisa vem bem eclética, portanto, vai ser difícil desagradar alguém com tanta cor bacana: Monaco Blue(uma azul índigo); Dusk Blue (azul celeste); Emerald (esmeralda); Grayed Jade(um verde-água com um fundo mais acinzentado); Linen (rosé); Poppy Red (vermelho cereja tipo batom Russian Red da MAC); African Violets(lilás); Tender Shoots(verde pistache); Lemon Zest (um amarelo ovo menos vibrante); e Nectarine (laranja misturado com salmão).

Como eu sei que vocês pedem dicas de look com essas cores, claro que separei alguns ba-ba-do! Inspiração nunca é demais, né?

Imagens: reprodução

Já tô super empolgada em começar a usar essas cores, na verdade já tô usando, cês sabem, né, comigo não tem tempo ruim não, achei legal, tô lá, toda trabalhada no meu gosto hahahaha

E vocês, curtiram alguma cor em especial? Já sabem qual vai ser “a queridinha” da primavera/verão? Eu chuto o Monaco Blue…

Delírios Onomatopaicos: dos quadrinhos para a moda!

Me parece que a galera anda bebendo pesado na fonte da pop art: cores explosivas, impressos, colagens, e agora as camisetas/tricôs/moletons com onomatopéias vêm dominando as ruas.

Essa nova onda começou com o desfile de Phillip Lim(Pre-Fall 2012), e de lá pra cá os “Pow!”,  “K-Pow!”, “Crash!”, “Boom!”, e coisinhas do tipo invadiram as ruas. Se eu curti? Muito! Amo camiseta, é peça-chave do meu guarda-roupas, e se ela parece saída de um cartoon qualquer, então, nem se fala! Já tô querendo, e muito, mas sem preço salgado, por favor! Já à caça nas Riachuelos, e Leaders da vida!

Abaixo, separei alguns looks onomatopaicos pra vocês sentirem qual que é o lance:

Foto: reprodução

Quando o “baduísmo” vira inconsciente coletivo

Já falei por aqui várias vezes que não curto inverno, nem muito menos composições de inverno: tudo parece pesado, triste, sóbrio, engessado…coisa da minha cabeça, e de quem vive um eterno verão no nordeste.

Bem por isso, minha felicidade é plena quando chega o combo de estações mais quentes do ano no hemisfério norte, e as blogueiras que mais gosto passam a se colorir, mostrar a barriga, botar shortinhos, e salvar os cabelos dos dias ruins com bandanas, turbantes, numa vibe que me remete na mesma hora à cantora de soul/jazz que amo, Erykah Badu.

Eu era muito nova, algo em torno dos 14 anos, mas o estilo de Erykah Badu me marcou: aquela negona linda, longilínea, de voz suave ficou “printada” na minha cabeça muito pelo estilo, bem afro, com direito a turbante e túnica. Pronto, Erykah virou, a partir dali, mais uma referência de estilo minha, e lá vou eu adquirir meus lenços pra transformar em turbante, ou apenas dar um toque pessoal a looks mais básicos passando pela cabeça e dando um nozinho.

E eu acho que é bem por aí essa vibe que tá rolando nesse momento lá pelas gringas: complementar looks com lenços, turbantes, e bandanas se tornou meio que um inconsciente coletivo, tenho visto DE-MAIS.

Acho lindo, e uma bela solução para os “dias de cabelo ruim”. Coque, bandana e turbante sempre resolvem nossos problemas, tenho esse lema pra vida!

Dúvidas? Esse painel que montei vai provar o que digo!

Imagens: reprodução

Já quero usar um lencinho no estilo dessa japa aqui da esquerda! Fofo!

E para quem não conhece a Badu, segue um playlist de leve pra vocês lerem o post já curtindo a diva!

Do dia:aquela tal de estampa barroca

Quando a gente ouve falar em estilo Barroco, na lata me recordo das aulas de literatura e história. Como não lembrar daquele estilo artístico surgido logo após a Renascença, na Itália, com toda sua exuberância, e ostentação? Os floreios e retábulos das igrejas de Minas Gerais, feitos por Aleijadinho impressos nos livros; a literatura de Gregório de Matos (Boca do Inferno); Molière e seu teatro; La Fontaine e suas fábulas, tudo isso vem muito fresquinho na minha mente.

E como moda e arte andam muito ligados, a influência é inevitável. Os floreios e arabescos tão peculiares ao estilo Barroco que eram relacionados à Versace, acabaram conquistando outros estilistas, e o resultado foi um bombardeio de estampas na mesma linha, em roupas e acessórios. Lá fora já tá uma febrinha, e no Brasil a promessa é de que chegue chegando.

Eu, que não sou boba nem nada, encontrei um tecido que tava guardado há mais ou menos uns 3 anos nas coisas de titia, e garanti minha calça com estampa Barroca. É uma malha com aspecto de veludo, tem um toque maravilhoso, dá vontade de ficar o dia, a semana, a vida inteira com essa calça!

Fotos: Jefferson Braga

Calça – Tia Alice(não sei se ainda tem esse tecido, mas  mandem e-mail para [email protected] que informo por lá a disponibilidade)

Camisa – Ebay

Scarpin – Santa Lolla

Colar – Forever 21

Óculos – Bleu Dame

Ah, titia comprou recentemente uma estampa barroca com preto e branco linda, linda, essa daqui:

Quem curtiu e quer alguma peça na estampa, manda e-mail, ou grita pra mim pelo Face, comentários do blog, ou Instagram rápido que tem bem pouquinho. Sugestão? Uma saia peplum, fica fantástica!

E pra gente ir entrando na vibe Barroca, montei uma playlist com “As Quatro Estações” de Vivaldi, que amo muito, principalmente quando tô redigindo uma peça, ou mesmo fazendo postagens aqui pra o blog!

Páginas«1 ...34567891011... 13»