Divando na praia com beachwear retrô

IMG_8636.JPG

Verão se aproximando, lá vem aquela dúvida das meninas sobre o que usar na praia. Confesso que não sofro tanto desse mal, primeiro porque não sou lá uma frequentadora assídua de praias e piscinas, apesar de morar em um lugar com as praias mais lindas e de águas quentinhas desse meu Brasil, e segundo porque, quando vou pra esses locais, sempre preferi biquínis e maiôs nada convencionais, nem tanto para o bronze (porque aí não tem jeito, pra bronze bonito tem que ser biquininho), mas pra divar na praia, ali na sombra, ou na casa de praia, na areia mesmo, no fim de tarde, ou comecinho da manhã. Nessas oportunidades eu sempre saco meus bíquinis hot pants, com aquele ar anos 50/60, que imprimem uma personalidade ao look praiano.

Sou uma apaixonada declarada por biquinões, e fico muito feliz por poder encontrar uma variedade enorme de peças de praia que fogem do convencional. Sei lá, não curto parecer igual no dia-a-dia, na praia não poderia ser diferente. Então, onde tem biquininho, chego chegando com minhas hot pants. E pelo jeito, não estou só. Marcas e consumidoras têm adorado também essa modelagem, vide imagens abaixo:

IMG_8635.JPG

IMG_8632.JPG

E o que dizer das celebs gringas? Kate Perry, Diane Kruger, e Taylor Swift (principalmente esta última) têm amado desfilar de bíquinis mais comportadinhos, estilo Bond Girl:

IMG_8634.JPG

Ai gente, como não amar as peças da Taylor? Tudo fofo demais!

IMG_8633.JPG

É aí, quem tá comigo nessa vibe Norma Jean de divar na praia com essas peças bem retrô?

Obi: ele voltou!

IMG_8368-0.JPG

Confesso a vocês que o título desse post tem a intenção apenas de chamar a atenção de vocês para a leitura; digo isso, porque o acessório que vou falar ao longo desse texto já é um velho conhecido meu e olha, nunca saiu do meu rol de preferidos para a vida toda.

Portanto, mesmo que nos próximos dias haja um verdadeiro bombardeio  de fotos com gente usando o acessório, quem é leitora fiel aqui não vai achar nada de novo no front. Batendo a real, o obi é um acessório que considero atemporal, mesmo.

Mas, o que é obi mesmo, Rose? Bom, o obi, o original mesmo, é aquela faixa estruturada, e larga, que os japoneses usam com os quimonos. Digo “os” japoneses, porque tanto os homens quanto as mulheres usam esse acessório por lá; a diferença é que o obi, na vestimenta masculina, é um pouco mais estreito que o das mulheres. E na nossa versão ocidentalizada, ele é confeccionado em vários tipos de materiais, e é estreitinho, menos caricato, só que eu, Rose “a aparícia”, faz de tudo um obi,até mesmo meus scarves…isso mesmo, lenço pra mim vira obi, quero nem saber, negócio é marcar a cinturinha, ora!

E qual o segredo para usar o obi e ficar maravis? Fácil, galera, se liguem nas dicas:

- Pra quem deseja alongar a silhueta (alô, amigas baixinhas como eu, e a turma das amigas mais cheinhas também!), um obi na cor de uma das peças que a gente tá usando faz a gente ganhar uns bons centímetros na altura. Exemplo? Vamo lá, se eu combinar, por exemplo, uma saia preta, e uma camiseta branca, a cor do obi pode ser preta, pra não “cortar” nossa silhueta.A gente pode optar também por obis em cor escura, pra não chamar atenção para nossa gordurinha localizada ao redor da cintura.

- Se vocês tão na vibe de usar um obi dourado, por exemplo, ou de uma cor bem destoante do look, não tem problema, só jogar a monocromia para as peças, e deixar o acessório brilhar. Exemplo? Obi de cor de sua preferência, e um macacão.

IMG_8367.JPG

IMG_8365.JPG

IMG_8366.JPG

Imagens: reprodução

E aí, preparadas para usar esse acessório furtado do guarda-roupa dos japas? Eu já tô entrosada, desde sempre!

Do dia: vestido com estampa de flamingos

IMG_8208 (1)

Ai gente, quanto amor por esses últimos anos da moda, cheios de estampas: animal print, que fez surgir o animal face, peças com rostos de tigres, estampas tropicais, corujinhas, gatinhos…amo peças estampadas, quem me conhece bem sabe disso, e o que me alegra é que sempre a turma adepta dos looks divertidos dá um jeito de bolar uma estampa fofa pra ser a da vez. A de agora? Estampa de flamingo! Isso mesmo!

Essa ave, que é o símbolo de Trinidad e Tobago, e tem a plumagem em tons de rosa, tá bombando na decoração, nos acessórios – inclusive capinhas de celular – e em peças de roupas, para noooossa alegria!!!

flamingoprint

Eu já tinha adquirido uma calça de flamingos na Marisa semana passada, mas hoje, indo a uma loja de tecidos para adquirir as encomendas das clientes de titia, só faltei enfartar quando vi uma padronagem linda com as avezinhas rosa, e trouxe pra casa, claro. tia Alice, como danada que é, fez um vestido barra pra mim, que tá com encomendas abertas para as clientes. Só não digo o preço porque realmente não sei, mas não sai mais de R$ 130,00 (cento e trinta reais). Tô dizendo bem por alto e bem pra cima, podem ter certeza que é menos que esse valor:

flamingo2

flamingo1

Fotos: Jefferson Braga

Tirei essas fotos nas carreiras; como disse, comprei o tecido hoje, Titia já fez hoje, e fotografei hoje, tudo muito express, mas prometo vários looks com ele; afinal, uma coisa linda dessa, é pra usar no modo “Chico tira Mané veste”, não dá pra desgrudar, ficou muito maravis!!!

E pra não perder o costume, os créditos do look: vestido Tia Alice (encomendas via email [email protected], e para as clientes dela diretamente com ela ou comigo); peep toes de coração C&A; óculos, AliExpress; brincos, Sdesign; Pulseira, Tia Alice.

Beijos e bom finzinho de sábado!

Sexta romântica: crop top + saia de renda

lacesk2a

Se na sexta passada o look foi do conforto, nessa, juntinho com ele eu decidi dar um toque mais romântico ao look. E como conseguir isso de imediato? Com renda, numa saia mimolet.

Essa renda minha é antiga, tava lá no meu acervo de tecidos e originalmente tinha comprado pra um vestido; só depois que decidi pela saia. Porém, como faltou forro, titia cortou e deixou a peça lá, alinhavada, por quatro longos meses, ATÉ que me toquei de uma sarja rosa seco minha encostada, e tive a ideia de pôr como forro na saia pra justamente dar o aspecto armadinho, do jeitinho que eu queria.

Domingo passado chegou, junto com a inspiração de titia, que pegou o tecido, costurou, e VOILÁ, MINHA SAIA DOS SONHOS FICOU PRONTA! E desde então tô vestida com ela sem tirar nem pra tomar banho. (brincadeira, mas que tenho vontade de fazer isso, tenho hahaha)

Pra combinar com minha sainha nova, usei um crop top também feito por Tia Alice. O mimolet, não vou mentir, é um comprimento perigoso, e a menos que você tenha um estilo de vestir restrito por causa de suas convicções religiosas, é preciso ousar um pouco na parte de cima para não parecer que a gente tá indo pra o Templo de Salomão:

lacesk5

lacesk4

lacesk3

lacesk1

Fotos: Jeff Braga

É ou não é um look fofo?

Créditos? Lá vão: saia e top Tia Alice (encomendas -ela entrega no Brasil inteiro, frete por conta do comprador – [email protected], comigo, ou com ela diretamente pras clientes antigas); colar e óculos, AliExpress; Sapatos, que nem aparecem tanto mas são lindos, com estampa de passarinhos, Asos; Relógio, Casio vintage.

Beijos e bom fim de semana!

Desejo do dia: saia ou vestido em cambraia bordada

IMG_8076.JPG

Não teve como evitar. Eu, nascida e criada dentro do ateliê da minha tia, criei um apego louco a tecidos; amo essa explosão de texturas, cores, e brilhos que ficam em grandes sacos ou prateleiras daqui de casa. Chega tecido novo, corro pra ver, fico pensando nas peças que posso fazer com ele, sonhando, devaneando…ou não, porque tem tecido também que não gosto.

Porém, o post é dedicado a uns dos tecidos que mais curto: cambraia bordada. Sabem uma pessoa alucinada por tudo que seja feito com cambraia? Prazer, eu.

E, ultimamente, ando desejando duas peças em específico feitas com cambraia: uma saia, e um vestido, mas pode ser um ou outro também. Mas tem que ser midi, e tem que ser meio-forro, do jeitinho que vou mostrar aqui pra vocês:

foto 1

foto 3

foto 4

O estilo da cambraia bordada dos dois primeiros modelos mais se parece com uma tela, o que dá condição para que, se a gente não achar esse estilo gráfico nas lojas de tecido, comprar tela mesmo. Deve ficar bem semelhante o efeito.

Já na última imagem a gente  tem a cambraia bordada típica, como nós somos acostumadas a ver nas lojas de tecido. Cobicei demais demais esse último modelo, um vestido, mas tô de um jeito que quero tanto qualquer coisa nessa linha, que o que titia achar mais fácil e puder fazer pra mim sem atrapalhar a fila de encomendas dela pra mim tá ÓTIMO!

Portanto, meninas, próximos dias espero que seja eu que esteja posando pra foto com minha peça nova! Quem espera sempre alcança, né, vamos torcer!

Mas me digam vocês, já viram esses modelos por aqui em alguma loja? Dicas, please, que compartilhar é sempre muito bom!

Da quarta: Kimono!

lddkimo1

Oeeee!

Tô tão mocinha, postando look novo em tão curto espaço de tempo, né? Que bom que tô conseguindo regularizar a rotina aqui no blog, sinto falta de escrever sobre um tudo aqui, tá dando certo, e isso é o que importa!

O look de hoje traz uma peça que falei em um post detalhado pra vocês em 2012 (ou foi 2013?), e que dá um toque todo boho à composição: o kimono. Eu particularmente já uso há um tempo – a versão sem franjas – e posso falar que é a “terceira peça” essencial pra quem vive numa região onde as estações do ano não são tão bem definidas, no sentido de que é calor quase o ano todo, mas que a gente tem que lidar com a entrada num shopping com ar condicionado, ou no trabalho…o quimono não deixa a gente tão exposto ao frio do ar condicionado, e também não esquenta como um cardigã quando a gente sai na rua, já que geralmente ele é feito em um material mais fresquinho, como malha ou seda. Versátil demais.

O meu, quem fez, óbvio, foi minha tia (aquela vantajona de obter uma peça antes de as lojas venderem a peça). Ela tá com muitos exemplares lindos, com franja, sem franja, e quem quiser encomendar só falar comigo(pras meninas de Natal), ou mandar e-mail ([email protected]) que passo detalhes.

lddkimo2

lddkimo4

lddkimo3

Fotos: Jeff Braga

Ah, pra quem tem dúvida de como usar o kimono, dica rápida e eficiente: se ele é a peça-chave do look, todo o resto tem que ser o mais básico possível; quem tem que aparecer é ele, e a partir dele é que a gente vai compondo.

Gostaram do look? Posso ir postando mais?

Créditos: kimono (Tia Alice), shorts(Riachuelo); espadrille(Via Mia); top(Tia Alice); óculos(Bleu dame); bolsa-saco e terço(Aliexpress).

Beijos e boa quarta!

Páginas12345678... 13»