Estilo em dobro com as irmãs Quann

ABSQ

Tô postando muito sobre irmã esses dias, né? Talvez seja a saudade da minha que tá me fazendo escrever por aqui tanto sobre o assunto…Freud deve ter uma explicação pra isso, né possível!

Bom, sigamos, o fato é que já dei dica pra vocês sobre as irmãs cantoras que tão no repeat da minha playlist, e agora quero falar um pouco sobre as gêmeas que tão sacudindo o mundo da moda, é só elas chegarem na porta de um desfile que os fotógrafos de street style correm todos para fotografá-las; tô falando de TK Wonder, e Ciprianna Quann, as famosas irmãs Quann.

As meninas, gêmeas idênticas, possuem profissões diferentes: Cipriana, blogueira e co-fundadora do site Urban Bush Babes; TK Wonder, cantora. Nascidas no Brooklin, criadas em Baltimore, as gêmeas possuem um estilo que carrega muitas referências, e é isso que certamente faz todo mundo se voltar para meninas quando elas passam: com elas o vintage se une ao disco, que se une ao estilo oriental, que se mistura ao tropical, que se junta a uma pegada mais moderna. O mais legal: elas podem até usar a mesma peça, mas a leitura que fazem dela é totalmente diferente. Só vendo os looks pra vocês entenderem do que tô falando, épocas se unem e formam um look harmonioso, sem falar nos cabelos BARRA que as beeshas ostentam! As irmãs são ícones de estilo daqueles que enchem nossa pastinha de inspirações!

QS2

QS1

Não consigo dizer nada sobre o longo com estampa de abacaxi e as flatforms, apenas sentir…acho o máximo que elas abusam das blusinhas cropped, e dos kimonos (longos ou mais curtos), são peças que amo ter no meu guarda-roupas, e os looks delas abrem meus horizontes sobre como misturar essas peças nas minhas composições.

Vocês já conheciam as irmãs Quann? Me contem o que acham mais legal no estilo das meninas nos comentários, e se vocês gostariam de conhecer mais algumas irmãs que andam causando no mundo da moda, porque tô super fraternal, e queria extravasar mais isso no blog hahahahahahaha #Freudhalpme #sistervoltelogo

Beijos!

Truques de estilo do Street Style do NYFW pra usar já!

Essa semana passada tivemos o NYFW, muita coisa legal rolou na passarela, mas esse ano resolvi fazer posts mais dinâmicos, curtinhos, e menos engessados por aqui. Fiz essa mudança mudança porque o legal é a gente ter uma ideia geral do que rolou por lá, e não ficar vendo de foto em foto os modelos desfilados.

Hoje eu mirei no street style, que sempre inspira e mostra pra gente o que dá pra usar realmente no dia-a-dia das ditas tendências. O interessante é que eu pincei do que rolou pelos arredores dos eventos alguns truques de estilo que super podemos fazer com o que temos em casa. Então, vamo mergulhar no post que tá bem prático e repleto de interessância!

CAMISA: SOBREPOSIÇÃO, NOZINHO…

A grande sensação do street style novaiorquino foi a camisa, com modelagem mais soltinha, boyfriend; vocês não têm noção do quanto as meninas usaram camisa por lá! tinha maxicamisa, camisa com manga dramática, e camisa usada assim, com uma peça sobrepondo, ou só amarradinha na cintura! Os truques abaixo imprimem personalidade ao look e tiram a camisa da mesmice.

nyfwsobr

HI-LO: QUANDO O ESPORTE ENCONTRA O GLAMOUR

O paetê e o lamê podem ser usado de dia? Claro! E podem ser usado com sweater esportivo, ou tênis? Claro que sim! Saia midi vai bem de tênis: Sim! Pra responder de forma ilustrada todas essas perguntas as meninas da semana de moda de Nova Iorque tão aí, mostrando que isso tanto é possível como fica massa!

nyfwhilobril

LENÇO NO PESCOÇO

Esse truque é o que mais gosto de incorporar no dia-a-dia, porque só exige que a gente pegue peças básicas e o resto fica por conta do lencinho no pescoço. Se vocês quiserem testar em casa, vistam uma camiseta lisa, e um jeans, tirem uma foto, e depois coloquem o lenço como terceira peça da composição…mudou radicalmente não foi? Ficou mais interessante na hora!

nyfwlen

LOOK MONOCROMÁTICO PRA ALONGAR 

Outro truque de styling legal que vi no NYFW foi o investimento das meninas em looks monocromáticos: o efeito alongador do look em uma cor só, ou mesmo em tom sobre tom, é impressionante! Miroslava Duma, que é baixinha, adoooora!

nyfwmono

Viram como ideias simples podem deixar o look com uma vibe diferente, e como a gente não precisa sair consumindo a torto e à direito quando o santo de casa faz milagre? Que tal pegar uma dessas dicas e testar já? Eu já tomei nota e vou testar todas!

Jeans com patches? Sim, por favor!

abpatches

 

Assim que vi várias mocinhas nos blogs de street style usando jeans com patches, me veio logo à cabeça uma música de uma banda que eu curtia muito na adolescência, a Merda: “mamãe, costura meus patches”. E podem ter certeza, ela é entoada mentalmente por mim a cada olhada que dou nos looks, pra mim o visual se liga muito ao auditivo; podem perceber pelos títulos e textos de posts de moda que faço por aqui.

Mas voltando à tendência que saiu das passarelas e ganhou as ruas, o que posso dizer é que vão se preparando para customizar muito em 2015, rasgando, bordando, e principalmente colando patches nos jeans. Como uma boa fã da customização, e tendo a consciência de que a fabricação de apenas uma calça jeans consome 11 MIL litros de água aproximadamente (enquanto quase um bilhão de pessoas não tem acesso à água potável, e milhares de crianças morrem mensalmente por contaminação na água), amei demais essa tendência, que traz uma proposta maravilhosa de não – descarte; ora, o novo não surge só do adquirido, mas do modificado também.

Então, galera, se o jeans tá com um furinho, que tal dar vida nova à ele costurando patches divertidos, e que podem ser facilmente encontrados em armarinhos (e colados só com ferro de passar)? Ideias não faltam, basta dar uma olhadinha no moodboard que montei abaixo pra vocês se inspirarem!

patchedjeans

Amal Clooney, e dicas de looks para usar no trabalho

abamalclooney

Passada nossa maravilhosa infância e adolescência na escola, começa a fase adulta, e com ela o fato de você passar mais tempo no emprego que em casa. Seus amigos de escola, vistos em um período do dia, são substituídos pelos colegas de trabalho, que, de tanto conviver com você viram irmãos; afinal, como eu disse, passa-se mais tempo no trabalho que em casa, pelo menos, do tempo em que a gente fica acordado, boa parte dele é ralando no batente. Pelo menos comigo é assim que funciona. E, para quem não trabalha fardado, um dia de trabalho significa um look, mas não qualquer look. No meu caso, que vivo em ambiente de escritório/órgãos da Justiça, o look deve ser confortável, mas arrumado; confortável porque não vivo intramuros o tempo inteiro, é um tal de vai fazer audiência, sobe em carro alto, anda em asfalto, bota processo em carrinho, sobe escada, desce rampa…, e arrumado porque o dress code do trabalho pede.

Portanto, unindo essas duas necessidades, e buscando inspiração na internet, resolvi montar um painel com a advogada Amal Clooney, a moça que fisgou o coração do George Clooney, e que tem um estilo “mulher trabalhadora da vida real”. Analisando seus looks, percebi que ela não é o tipo de moça que faz a linha socialite, desfilando com looks fakes de trabalho, tipo, Louboutin e Tailleur. Amal ganhou milhares de pontos na minha tabela girl power imaginária, porque mostra ao mundo como é a vida da advogada, os looks inclusive. Óbvio, não dá pra gente andar o tempo todo com saltos vertiginosos, a gente usa mais calça que saia na diária, e bolsa grande impera, pra caber tudo que a gente vai precisar ao longo do dia.

Confesso que me senti feliz por ver em sites de revistas de estilo alguém com quem me identificasse no dia-a-dia. A gente vê tanta gente “de mentira” por aí que fica eufórica quando vê uma diva como Amal batendo a real dos looks de trabalho.

amalclooney1

E os looks “casual friday”? Também são maravilhosos! Porque na sexta-feira adoro ir trabalhar com calça destroyed, e um tubinho super ajuda naqueles dias em que a gente não acorda no humor de se montar (no meu caso, quase todos os dias, cansaço demais, gente rsrsrs).

amalclooneycasual

Para não deixar passar o histórico da Amal, importante narrar que ela é formada em Direito pela Unversidade de Oxford, e tem mestrado na Escola de Direito de Nova York, onde se especializou em direitos humanos, internacional e penal. Fala três idiomas. Reside em Londres atualmente, e trabalha em um dos escritórios mais famosos do país, o Doughty Street Chambers, possuindo em sua carta clientes como Julian Assange, fundador do WikiLeaks. A beesha é lacradora, e George espertinho percebeu logo, e tratou de casar com a moça. Amal é uma it-girl, na minha concepção de it-girl, que inclui Malala, Emma Watson, e P!nk. Diva Glitter Bombação!

 

Razões para amar o street style australiano

Oi, meu povo, voltei, depois de um jejum básico de posts! É que entrei de férias e tava tão, mas tão cansada na primeira semana, que preferi ficar de boa, deitada, descansando e assistindo Netfliz pra voltar com o cérebro tinindo e preparar posts novinhos e interessantes por aqui.

Bom, e abrindo as novas postagens, gostaria de falar sobre a maravilha que é o street style australiano…gente, é chuva de looks inspiradores, e eu poderia passar o dia inteiro enumerando as razões para amar o estilo das australianas, mas vou separar apenas três, porque ainda separei vários looks pra falar com vocês mais na frente:

- não sei se impressão de quem é daqui do Nordeste do Brasil, mas os looks usados o ano inteiro pelas australianas são super usáveis o ano inteiro por aqui. O clima de lá é seco em algumas partes, e não existe essa história de outono/inverno rigoroso, então, acabo por me identificar mais com as bloggers australianas que as de São Paulo, por exemplo, porque né, bota over-the-knee no RN é piada pronta hahahahaa

- os looks tem impacto visual maravilhoso, e mesmo nas semanas de moda australiana a gente não vê gente  “montada” demais, como nas semanas de moda da Europa, por exemplo. Assim, servem de inspiração para a vida real; e, por último

- …a Austrália nos apresentou as melhores bloggers que conheço (Tuula, Gary Pepper, Geneva, Zanita), e uma das editoras de moda mais fuderosas da face da Terra, Christine Centenera.

Esses três motivos já bastam pra gente ter a curiosidade de conferir os looks das meninas from down under, né? Porém, acrescento mais seis que complementam os três lá de cima!

- Na semana de moda australiana, os looks de street style mostram como usar jeans destroyed e jeans + jeans sem muita firula e com estilo:

Aussie1

- Pra quem tem bode de tomara-que-caia, as aussie girls mostram como usar sem ficar parecendo que faz parte do Bonde das Maravilhas (não que seja ofensivo, mas não é o estilo que procuro quando tento encaixar o tomara-que-caia nos meus looks):

aussie2

- Sobreposição? Bastante, e de um jeito que não fica com aspecto de cabideiro, como vejo em semanas de moda européias ou americanas. Gente, olhe que máximo as sobreposições com shorts na parte de baixo, que perfeito pra gente do nordeste!!!

aussie3

- Monocromático e “all black gótica fresh”, elas também são mestras nisso:

aussie4

- As australianas são campeãs nos looks Oversized sem deixar um aspecto Didi Mocó meats MC Hammer:

aussie5

- Em composições mais femininas, as beeshas sabem como ninguém do lema “sexy sem ser vulgar”. O segredo delas é equilibrar o look, da seguinte forma: vestido sexy? make básica, ou penteado básico; short-saia longo? camiseta esportiva. O hi-lo de sempre, usado da melhor forma:

aussie6

Fotos: reprodução

Perceberam como as semanas de moda da Austrália rendem mais inspirações que os draguismos das outras do resto do mundo? É óbvio que encontrei alguns looks montados em minha pesquisa, mas foram pouquíssimos; no geral, as australianas são descoladas, e não são fissuradas em vestir tendência em cima de tendência. O resultado dos looks delas é um painel clean, e bastante inspiracional para nós, mortais.

Mas, me digam, gostaram dos looks das “aussies”? Comentem, que super queria saber a opinião de vocês sobre esse estilo mais limpo, menos montado.

Beijos!

O estilo de Adam Levine

 

Me lembro como se fosse hoje eu, há uns dez anos (ou mais), baixando no Kazaa e passando pra um CD um álbum de uma banda cujo clipe eu tinha visto na MTV, e simplesmente me apaixonado pelo estilo, musical e visual. A música? This Love. A banda? Maroon 5, liderada pelo muso master Adam Levine.

Hoje é aniversário de Adam, e jamais deixaria passar em branco essa data, sem falar um pouco dele, e de seu estilo.

Levine, como eu, tem tdah (transtorno de déficit de atenção com hiperatividade). Eu nem precisava saber desse diagnóstico, porque dá pra reconhecer, os tdah são as pessoas mais incríveis que conheço (eu, humilde rsrsrs), são multitarefas, têm raciocínio rápido, são divertidas, e danadas pra ter talento pra música, por exemplo. Adam toca bateria, guitarra, canta na banda, faz yoga (igual a mim hahaha), atua, tem uma linha de roupas, e é fã de Pearl Jam (nunca vi tanta coincidência, me sinto a moça que era alma gêmea do Morten Hackett do A-ha, porém nunca o encontrou hahahaha). Fora isso, quem acompanha suas notícias, sabe que ele é bom moço, e um fofo, no The Voice vive abraçando todo mundo (campanha #meabraçaAdam pra ontem!!).

Não bastasse tudo isso, ainda é  estiloso, minha gente: camisetas destroyed, camisas em xadrez, jeans surrado, e boots são quase uniforme. Ele curte, quando esfria mais um tico, um sweaterzinho bem estiloso. Acho que os meninos super deveriam se inspirar nele, é receita de sucesso!

No red carpet Adam leva junto seu estilo, mas confesso que curto mais quando ele segue mais o padrão tapete vermelho, sai derrubando todos os forninhos quando usa um terno de corte impecável:

Porém, como todos nós, seres humanos, temos defeitos, Adam também tem, e se chama Behati Prinsloo, a bichinha que tem duas bandinhas de A.S no lugar de bunda, e com quem ele se casou. Tá, essa declaração minha é despeito (a beesha é apenas uma angel da VS), admito, mas confesso que vocês, quando o vêem chegando num red carpet agarrado com ela fingem que nem viram a galega, mesmo ela tendo mais de 1,80. Conheço vocês, viu, ‘cês não me enganam!

Enfim, esse post era pra homenagear Mr. Levine pelo seu natalício, e desejar tudo de mais maravilhoso pra ele, e muitos anos de vida, para que a gente possa suspirar sempre a cada aparição na TV, e quem sabe, ir a um show dele e dar um desmaio ao vivo.

Happy B-Day, Adam!

Páginas1234