Jeans + Renda, quando o rústico e delicado se encontram

abdefilacejeans

Muita gente pode até achar o contrário, mas eu considero o ato do vestir uma coisa muito lúdica. Brincar com peças de texturas opostas, dar um toque de cor a um look mais sóbrio, usar um acessório diferente, tudo isso deixa uma coisa que a gente faz todos os dias, talvez várias vezes ao dia, menos entediante. Conhecer nossas peças, e saber quem somos (personalidade, corpo, gostos), são os passos mais importantes pra começar a brincadeira. Juntando tudo isso que falei a resultante não poderia ser outra: um look bapho, e quando falo em bapho, não falo de composição “montada”, e sim de um look que traduz um estilo que é só seu.

Pois bem, dito isso, passemos ao meu look de hoje, que juntou uma saia longa rendada com uma camisa jeans; aqui, o rústico e o delicado se encontraram, numa mistura que achei muito anos 70, ainda mais quando complementada a composição com sandália de salto de cortiça, pata de elefante, e óculos redondos. Um Woodstock mood no nosso dia-a-dia.

lacejeans2

lacejeans1

lacejeans3

Fotos: Jefferson Braga

Sobre os créditos do look, lá vai:

- Camisa jeans – Leader

- Saia de renda: Tia Alice

- Bolsa saco e óculos – Aliexpress

- Sandálias – Arezzo

- Relógio – Casio vintage

- Pulseira – Forever 21

Sexta romântica: crop top + saia de renda

lacesk2a

Se na sexta passada o look foi do conforto, nessa, juntinho com ele eu decidi dar um toque mais romântico ao look. E como conseguir isso de imediato? Com renda, numa saia mimolet.

Essa renda minha é antiga, tava lá no meu acervo de tecidos e originalmente tinha comprado pra um vestido; só depois que decidi pela saia. Porém, como faltou forro, titia cortou e deixou a peça lá, alinhavada, por quatro longos meses, ATÉ que me toquei de uma sarja rosa seco minha encostada, e tive a ideia de pôr como forro na saia pra justamente dar o aspecto armadinho, do jeitinho que eu queria.

Domingo passado chegou, junto com a inspiração de titia, que pegou o tecido, costurou, e VOILÁ, MINHA SAIA DOS SONHOS FICOU PRONTA! E desde então tô vestida com ela sem tirar nem pra tomar banho. (brincadeira, mas que tenho vontade de fazer isso, tenho hahaha)

Pra combinar com minha sainha nova, usei um crop top também feito por Tia Alice. O mimolet, não vou mentir, é um comprimento perigoso, e a menos que você tenha um estilo de vestir restrito por causa de suas convicções religiosas, é preciso ousar um pouco na parte de cima para não parecer que a gente tá indo pra o Templo de Salomão:

lacesk5

lacesk4

lacesk3

lacesk1

Fotos: Jeff Braga

É ou não é um look fofo?

Créditos? Lá vão: saia e top Tia Alice (encomendas -ela entrega no Brasil inteiro, frete por conta do comprador – [email protected], comigo, ou com ela diretamente pras clientes antigas); colar e óculos, AliExpress; Sapatos, que nem aparecem tanto mas são lindos, com estampa de passarinhos, Asos; Relógio, Casio vintage.

Beijos e bom fim de semana!

Desejo do dia: saia ou vestido em cambraia bordada

IMG_8076.JPG

Não teve como evitar. Eu, nascida e criada dentro do ateliê da minha tia, criei um apego louco a tecidos; amo essa explosão de texturas, cores, e brilhos que ficam em grandes sacos ou prateleiras daqui de casa. Chega tecido novo, corro pra ver, fico pensando nas peças que posso fazer com ele, sonhando, devaneando…ou não, porque tem tecido também que não gosto.

Porém, o post é dedicado a uns dos tecidos que mais curto: cambraia bordada. Sabem uma pessoa alucinada por tudo que seja feito com cambraia? Prazer, eu.

E, ultimamente, ando desejando duas peças em específico feitas com cambraia: uma saia, e um vestido, mas pode ser um ou outro também. Mas tem que ser midi, e tem que ser meio-forro, do jeitinho que vou mostrar aqui pra vocês:

foto 1

foto 3

foto 4

O estilo da cambraia bordada dos dois primeiros modelos mais se parece com uma tela, o que dá condição para que, se a gente não achar esse estilo gráfico nas lojas de tecido, comprar tela mesmo. Deve ficar bem semelhante o efeito.

Já na última imagem a gente  tem a cambraia bordada típica, como nós somos acostumadas a ver nas lojas de tecido. Cobicei demais demais esse último modelo, um vestido, mas tô de um jeito que quero tanto qualquer coisa nessa linha, que o que titia achar mais fácil e puder fazer pra mim sem atrapalhar a fila de encomendas dela pra mim tá ÓTIMO!

Portanto, meninas, próximos dias espero que seja eu que esteja posando pra foto com minha peça nova! Quem espera sempre alcança, né, vamos torcer!

Mas me digam vocês, já viram esses modelos por aqui em alguma loja? Dicas, please, que compartilhar é sempre muito bom!

O estilo de Natalie Joos

NJAB

Tem uma parte da galera “das modas” que critica bastante os looks de street style, principalmente porque acham que atualmente geral se monta só pra chamar a atenção dos fotógrafos mais conhecidos, perdendo noção do ridículo, ou mesmo calculando friamente as peças combinadas, perdendo a graça da coisa.

Eu não concordo 100%. Aliás, não concordo com generalizações. Tem gente que se monta pra aparecer, e tem gente que traz consigo seu estilo, não importa se meio Harajuku, e é isso.

E sobre o primeiro grupo (de gente que leva seu estilo pra vida), vale a pena conhecer Natalie Joos, jornalista belga residente em Nova Iorque, fotógrafa, e escritora do Tales of Endearment. Natalie, de uns anos pra cá, vem sendo clicada pelos sites mais famosos de streetstyle, virou uma verdadeira querida de blogs no segmento. E tá justificado, porque não tem como não se apaixonar pelos seus looks, me identifico demais com ela, tanto por ser multitarefa, como por ser fã de sobreposições. De fato, a terceira peça no look é tudo.

SPNJ

Além das sobreposições, detectei que NJ ama usar sandálias com meias, muita estampa, e muitas cores(muito eu hahaha). Quase sempre um look dela mais básico vem acompanhado de uma bolsa, ou um sapato colorido, dando aquela alegrada no que antes tava meio monótono.

estampas_cores

E o lenço na cabeça? Me lembro demais de ter usado lenço assim lá pra 2001/2002. Fiquei com muita vontade de usar de novo, gente, sério mesmo. Aliás, quero tudo que essa mulher veste, me vejo usando essas roupas todas!

NJlooks2

Não vou mentir pra vocês que todos os looks foram fortes candidatos ao preferido, mas o escolhido foi vencedor por um motivo bem forte: ser super vida real. Não que os outros não sejam, mas esse faz a gente pensar que já dá pra fazer, e sair hoje com ele, sabem? Vocês vão entender o que digo:

preferidoNJ

Imagens: reprodução

A impressão que a gente tem é de que todas as peças desse look já tão disponíveis em nosso guarda-roupas: top cropped, saia midi, scarpin, argola, e bolsa colorida. Simples, e perfeito!

E aí, curtiram a NJ? Amei demais as composições dela, e já tô garimpando outras meninas dos blogs de street style para mostrar pra vocês por aqui, aguardem que já tem pauta pronta!

Beijos!

Look da indecisão: tá quente/tá frio

E lá vou eu com mais um look apropriado pra terrinha que brinca com a gente te tá quente/tá frio nessa época do ano. Só pra vocês terem uma ideia, a semana começou com chuvão (e friozinho), depois chuva pela manhã, e sol à tarde, e tá terminando com um céu bem limpinho à noite, lembrando que pela manhã fez solzão, tipo 29/30 graus.

Portanto, para agüentar essa brincadeira, pensei numa saia curtinha, fit and flare, super versátil, e joguei um sweater de uma malha não tão pesada na parte de cima. Se ficou legal? Eu curti, achei que ficou uma combinação não tão óbvia, comfy, e adequada ao nosso clima:

college1

college2

college3

Sobre os detalhes do look, fotografei a parte dos acessórios, na verdade do anel de bigodinho, dos óculos e do maxi colar:

college4

Fotos: Jeff Braga

Pra quem gostou do look, si liga nas referências: sweater: Riachuelo; saia: Tia Alice (encomendas e informações no email [email protected]); scarpin branco: Zara; maxi colar, e óculos: Aliexpress; anel bigode: lojinha do Centro da Cidade.

Do dia: de olho na assimetria!

Por aqui ainda não tá tão bombado, mas já faz uns meses que vejo de maneira recorrente nos Instas gringos a saia assimétrica que uso no look de hoje (a inspiração? Helmut Lang). Eu diria que tá uma verdadeira febre lá pelo hemisfério norte, e não demorou muitos dias até eu pegar, “printar” a tela de algum perfil de looks que sigo lá de fora, e correr pra mostrar a titia pra ela fazer uma pra mim. Ela virou, mexeu, estudou esse origami, e costurou uma. O resultado? Vocês conferem logo abaixo:

blackskirt3

  blackirt2   skirtassy1

Fotos: Jeff Braga

É fato que assimetria não é aquela unanimidade, tem gente que ama, tem gente que odeia, e tem gente que fica meio em dúvida, em cima do muro. Eu, por exemplo, não me apaixono por toda e qualquer peça assimétrica, mas essa saia ganhou meu coração tanto pela versatilidade (quando você usa só com top cropped, ou camiseta, ela compõe um look descontraído; já quando bota um blazer, ou uma camisa de chiffon, por exemplo, ela muda de cara, fica mais séria, dá para encarar o trabalho na boa), quanto pelo trabalho de assimetria feito, estilo uma dobradura do mesmo tecido, bem origami mesmo. Gostei tanto que já tô batalhando por uma estampada, ou uma de cor mais felizinha, tipo amarelinha, ou rosa seco. Amor demais!!

Como já tinha dito, a saia é Tia Alice, assim como o top (encomendas, só mandar e-mail para [email protected], onde a gente informa preços e mais detalhes).O blazer é C&A que já tenho faz tempo, os sapatos, Santa Lolla, colar, Renner, e óculos Aliexpress.

Inté!

Páginas123456... 10»