Para dos dias difíceis, vá de trança!

Hoje eu acordei com o cabelo feioso, aquela coisa que os gringos de língua inglesa chamam de “bad hair day”. Tesoura? Muito drástico, quando a solução depende apenas de um tiquinho de paciência, e outro tiquinho de habilidade: dia de cabelo ruim é dia de trança, bebê! Digo a vocês, nesses dias o que me salva é minha compilação de penteados com coques, tranças, coques trançados e similares; escolho um, e pronto, eis minha dignidade restaurada!

E como tudo que é bom deve ser compartilhado, separei algumas tranças, sozinhas ou formando combos com coques, rabo de cavalo, e afins, pra gente se aventurar em casa, e sair mais lindona. Fui aglutinando por níveis de dificuldade, pra gente ir tentando meio que queimando cada etapa: se gente passou do nível um, corre pra segunda seleção de imagens; e quando tiver craque, aí a gente se joga no grupo 3, que tem tranças beeeem trabalhosas, mas nada que persistência não resolva.

Vamo simbora?

Nesse primeiro grupo eu deixei as tranças laterais, em suas mais variadas versões: com coque, rabo de cavalo, com o resto do cabelo solto…essa é prática de fazer, você vai puxando o cabelo “de ladinho”, e trançando quantidades aleatórias.

O segundo grupo queima um pouco mais de fosfato, principalmente na trança invertida, que a gente faz com a cabeça abaixada, e meio que sem ver, no instinto mesmo. Já as demais são o grupo 1 “with lasers”, já que entra o baby liss na parada, seja pra dar um aspecto ondulado bagunçadinho, seja pra demarcar os fios na trança cascata, como na segunda imagem da esquerda, de cima pra baixo.

Agora, o nível três, pesado, difícil, mas não impossível. Se as fias aí fizeram, nós saberemos fazer, ora, pois!

Imagens: reprodução

Me digam: o que é esse coque rosquinha com trancinhas, hein? Lindo!!! E as divisões matemáticas da primeira trança? Notaram que foi pega praticamente a mesma quantidade de cabelo para trançar? Incrível! E a cascata que faz curva? Gente, tô sofrendo, me abraça…vou encarar o desafio e se der certo venho aqui mostrar pra vocês. Me aguardem!

Vídeo da terça: Tutorial rabo de cavalo, que vira trança, que vira coque

Vou logo pedindo desculpa a vocês pelo meu vício de postar vídeo de cabelo. É que quando eu começo, minhas jovens, fica difícil parar…mas, prometo que próxima semana vai ser tutorial dos bons!

Hoje a gente vai fazer uma “muganga” diferente no cabelo, pra sair da mesmice. Afinal, verão é época de prender cabelo, mas de um jeito diferente, bem feliz, traduzindo as cores da estação. E foi mais ou menos por aí que fui, escolhendo pra enfeitar o coque uma tirinha de chita, tecido que amo de paixão!

Quando tive a ideia pra esse coque, associei logo à imagem de Frida Kahlo(falei sobre ela nesse post AQUI), que adorava enfeitar suas tranças com fitas.

Agora, chega de enrolação e vamos ao vídeo:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=qAQHbil7vfI[/youtube]

Pra quem não conseguiu ver no youtube, segue versão do Vimeo:

Espero que tenham curtido!