Vídeo: top 5 produtos de beleza japoneses

Oisss!!
Conforme prometido no vídeo dos produtos coreanos que mais gosto, voltei, com apenas um diazinho de atraso (geralmente os vídeos são postados na quinta, tá?), e vou contar pra vocês os 5 produtos de beleza japoneses que mais gosto, e recomendo.

Como eu mesma digo no vídeo, os produtos que mostro são produtos que uso com certa frequência, e portanto tenho como falar das minhas impressões de maneira mais firme, sem ser jabá, mas com “conhecimento de causa” de verdade.

Espero que curtam!


Beijos e bom fim de semana pra todo mundo!

Top 5: Meus produtos de beleza coreanos

E finalmente arrumei um tempinho pra conversa com vocês sobre os produtos de beleza que mais gosto! Eu sempre que posso faço uma ou outra resenha de produtos que uso aqui no blog, mas acho que nada se compara a um bom vídeo, e vocês muito provavelmente verão mais vídeos do tipo por aqui. Que acham da ideia, de fazer vídeos com Top 5 semanalmente? Vou tentar me organizar pra isso, e, enquanto vocês vêem o primeiro, deixem comentários com dicas e sugestões!

 


Testei: xampu à seco da Batiste
Em: Beleza

Depois daquela desilusão do xampu à seco do post anterior, resolvi seguir a dica da amiga Meire, expert em beleza, e usar meu xampu à seco da Batiste, por umas semanas, tudo pra poder resenhar aqui pra vocês minhas impressões sobre ele.

Preparadas? Então, sentem que lá vem a história…

xsecobt

Bom, segundo a marca, esse xampu renova de forma instantânea os cabelos entre as lavagens, deixando-os deslumbrantes e com uma agradável sensação de limpeza e frescor, além de volume e texturas adicionais. A composição desse meu, com aroma de cereja, é a seguinte: Butano, isobutano, propano, Oryza sativa (arroz) de amido, álcool Denat, Parfum (Fragrance), Distearyldimonium Chloride, Cetrimonium Chloride.

xsecoverso

No verso dele tem as instruções de uso, e basicamente são: passar o spray nas áreas oleosas (raiz geralmente) a uma distância média de 30 centímetros, depois dar uma sacudidinha pra tirar o pó branco que fica, e depois sair deslumbrante! Fiz um passo-a-passo tosco pra vocês:

stepbystepbatiste

 

Na hora que fica esse rastro branco, bate um mini desespero, a gente fica achando que não vai sair…mas que nada, sai tudo, e olha, o cabelo fica lindo, com brilho, e nada duro depois da aplicação. Tirei uma foto com resolução bem alta de como ficou minha raiz depois do xampu:

afterap

 

Usei esse xampu durante algumas semanas em períodos bem punks, tipo, depois da sair molhada de suor da academia, e não tenho outra classificação para dar a esse xampu senão MA-RA-VIL-HO-SO!! Ele deixa o cabelo com brilho, balanço, os fios desgrudados, e esse efeito tem uma durabilidade nota 1000! Agora sim, um xampu à seco decente na minha vida, e o mais legal, no Brasil tem pra vender e não custa tão caro, já que não é pra usar todo dia, viu, meninas, é pra uma emergência: R$ 19,00 mais ou menos.

Portanto, resumindo a ópera, ele é essa Coca-Cola toda que tão dizendo na apresentação. A descrição corresponde de fato à qualidade de produto, e sim, farei estoque de Batiste na minha vida.

Beijos!

 

Produtinhos vindos do outro lado do mundo!
Em: Beleza

Vocês já devem ter percebido que sou uma curiosa quando o assunto é produtos asiáticos. Como são baratinhos, e têm muita tecnologia, não custa muito ir testando até achar o cosmético do coração, aquele que resolve um problema que há muito tempo não se resolvia na sua pele.

Recentemente, adquiri três produtos, e gostaria de conversar com vocês um pouquinho sobre cada um deles. Então, sentem que lá vem história!

Espuma de limpeza Daily Garden, Holika Holika: a espuma de limpeza, formulada com extrato de chá verde, se propõe a remover a oleosidade, resíduos da pele, e hidratar aos mesmo tempo. Eu disse, promete. Testando esse produto, aconselharia usá-lo após o cleansing oil, pois resíduos ainda ficaram mesmo após massagem, remoção com água, e limpeza com tônico.

Na verdade, na verdade, eu penso que o propósito dessa espuma de limpeza é justamente vir após o óleo, já que este último é que se encarrega de remover produtos mais difíceis, deixando a espuma como segundo passo do chamado double cleansing. Tentarei desta forma quando chegar meu óleo, e farei um adendo a esse post.

Fora esse detalhe, a espuma é boa, a fragrância é bem discreta, e após o uso a pele fica com um toque muito bom, sedoso. Me custou R$ 13,00 no Ebay.

Pocket Bunny Sleek Mist, Tonymoly: sabe aquele produto que você compra pensando em enfeitar sua penteadeira? Então, esse eu comprei bem com esse propósito, mas quando testei, meninas, o negócio é muito bacana! O sleek mist na verdade é um tônico de bolso, destinado às peles oleosas, que promete hidratar, e reduzir o excesso de óleo. Tem em sua composição água francesa purificada por várias camadas de pedras com mineral enriquecido; pêssego; framboesa; maçã; repolho; abacaxi; e (ufa!) limão branco.

Para aplicar é simples, basta borrifar a 20, 30 centímetros da pele, e pressionar com os dedos delicadamente pra o produto “pertencer” à pele. Seu uso é bem estilo água termal.

O que achei? Muito bom! O cheirinho do tônico é bem agradável, e quando a gente borrifa, a pele absorve rápido, e no fim o que a gente vê, é aquela sensação de pele oleosa, e seu brilho peculiar, diminuírem sensivelmente. Pelos R$ 16,00 pagos, vale muito levar na bolsa, e quando a pele brilhar, só aplicar o tônico, a pressionar com um lencinho pra mandar a oleosidade embora.

Só pra confirmar o que digo, passei o dia inteiro nesse sol de Natal hoje batendo perna, com BB cream, e blush, e enquanto escrevo esse post, tô aplicando o tônico, e pressionando um tiquinho. Pra ser uma pele que só foi lavada pela manhã, o negócio tá bom. Vejam bem, são cinco da tarde, e minha pele é mista. Pele mista + sol = óleo pra fritar uns 40 pastéis. Só que borrifei duas vezes o tônico, e o negócio tá digno demais! Recomendo de verdade.

Eye’s cream, Etude House: eu adoro os produtos da Etude House, e se pudesse meio que comparar com produtos do lado de cá do mundo, eu diria que ela é tipo a Benefit dos coreanos, só que baratinha.

Esse creme para a área dos olhos eu comprei porque tava muito precisando de um produto que pudesse usar de dia ao redor dos olhos, já que, por não dormir à noite tão bem, as olheiras começaram a dar o ar da graça, mesmo após aplicação de corretivos. Logo, era necessário um tratamento mais intensivo, o que implica dizer: produtos que ajam durante o dia, e outros para dar conta do serviço durante à noite.

O creme para olhos Etude House promete amenizar o aspecto das olheiras, e reduzir linhas finas, além de segurar a base ao redor dos olhos no seu devido lugar.

Se cumpre tudo isso?

Vamos lá: esse produto é do tipo que, com um dia de uso, sua vontade é jogar fora, porque não serviu de NADA. Contudo, depois do quarto, quinto dia de uso contínuo(só passar o bastãozinho ao redor dos olhos e massagear no sentido que tem na embalagem), algo muda, nada radical, mas muda. Senti as olheiras menos evidentes, e a área dos olhos com menos aspecto de cansaço. Sobre segurar a base, confesso que sempre uso antes do BB cream, logo pela manhã, e não reparei, mas tentarei observar isso pra dizer pra vocês.

Se vale a pena? Não sei se compraria de novo, talvez pelo fato de oferecer proteção específica para a área dos olhos, o que já paga os doze reais gastos.

Escrevi demais? Um pouco, né? Mas tinha que ser, não dá pra falar duas, três linhas sobre cosméticos. Acho que nesse caso, quanto mais informação o post puder trazer, melhor.

Acaso exista ainda algum questionamento, ou ainda dica mesmo sobre esses produtos, fiquem à vontade pra comentar.

Desejo imediato: Cure Aqua Natural Gel
Em: Beleza

Sabem qual o lado mais legal de ter blog? Compartilhar coisas que descubro por aí. Quando jogo aqui em algum posto, sempre vem alguém com uma dica legal nos comentários, acho isso massa!
E hoje queria mostrar pra vocês um produto que exatamente agora botei na cabeça que vai mudar o jeitinho da minha pele: o Cure Aqua Natural Gel, o queridinho das japas.
Olha a carinha dele aí:

Pois bem, o produto acima é o peeling mais bombado no Japão. Vi alguns vídeos no Youtube e, meninas, o negócio é poderoso!
O Cure Aqua Gel promete remover células mortas que nenhum outro esfoliante consegue, preparando a pele para absorver a contento o hidratante que vem logo em seguida ao tal peeling. Seu uso é bem ritual mesmo, como todo ato de limpeza de pele das orientais é: com a pele limpa, e seca com toalha, coloca-se o produto nos dedos, aplicando nas áreas do rosto desejadas. Depois, a gente massageia por 30 segundos a um minuto e o milagre acontece: umas pelotinhas do rosto vão se soltando, um troço incrível! Depois, só lavar, dar outra secada e aplicar o hidratante de sua preferencia.
Interessaram?
Aquelas que, como eu, tão doidas pra comprar o produto, recomendo procurar no Ebay. O Cure tá custando entre 30 e 35 dólares, e olha, acho que vale muito a pena, o frasco não é pequeno, e os vendedores geralmente fazem promoções na compra de dois. Legal pra rachar o frete com a amiga, né?
Assim que chegar faço uma resenha mais detalhada, mas, de antemão, queria perguntar às simpatizantes dos produtos asiáticos, se o Aqua é essa Coca-Cola toda. Pelo que vi nos vídeos, acho que sim, mas quero a opinião de quem usa semanalmente. Comentários abertos, tô louca pra conversar mais sobre essa minha descoberta maravilhosa!

Mudança de hábito: double cleansing, um novo jeito de limpar a pele.
Em: Beleza

Não vou negar: quando se trata de cuidados diários de beleza, ser disciplinada passa um tico longe de mim. Porém eu tento, na medida do possível, manter um padrão mínimo de atenção.

Então, logo pela manhã, limpo a pele do rosto com sabonete específico, passo bloqueador solar fator 50, e hidratante no corpo. À noite, sempre tento usar meus 3 passos da Clinique, algum creme para olheiras, e revezo meus produtos da La Roche, o Derm Aha, e o Biomedic Pigment Control; nos dias de maior inspiração passo um sérum clareador, ou um que ajuda a aliviar o aspecto aberto dos poros. Nada muito ortodoxo, confesso, mas deixo tudo à mão para “forçar” uma certa disciplina.

Só que recentemente, lendo meus blogs de beleza mais amados, o Salada Médica, da Meire, e o East to West Skincare, do Pedro, percebi que em relação aos cuidados com o rosto, precisava mudar meus hábitos de limpeza, e adotar o método preferido das asiáticas, o double cleansing.

E como concluí por essa necessidade de mudança de hábito?

Simples: descobri através do Pedro que protetores solares de toque seco (principalmente de origem asiática), e BB creams não são tão simples de remoção, o demaquilante nosso de cada dia só consegue remover o excesso; os resíduos, portanto, ainda ficam por lá, prontinhos para entupir nossos poros, e fazer nascer uma nova espinha, ou problemas maiores de pele. Logo, para evitar que isso aconteça, a proposta é clara: seguir o ritual das japas, chinesas e afins, o chamado double cleansing.

Mas, que diabos é essa limpeza “dupla” da pele?

O double cleansing, nascido no Japão, é um método de limpeza de pele consistente em dois passos: no primeiro, a gente remove os resíduos com um óleo de limpeza, desenvolvido com esse fim, e no segundo a gente dá aquela ‘selada’ no processo, utilizando sabonete, ou espuma facial. Pronto, eis o mistério da fé!

“Ai, Rose, e o que isso tem demais?” Nada, a diferença é que o óleo de limpeza facial remove com a força de Thundera todos os resíduos do BB cream, protetores asiáticos, etc…coisa que nossos demaquilantes comuns não fazem. E o mais mágico? Os óleos não entopem poros, e muitos deles podem ser usados livremente por quem tem pele oleosa. (eu!)

E bem por isso, e depois de aprender a técnica do double cleansing, principalmente na fase de aplicação do óleo (passar com pele e mãos secos, massagear bem, depois passar um tiquinho de água pra emulsionar, remover com algodão, e só depois utilizar o sabonete líquido ou espuma de limpeza) endoidei por produtos orientais, e já adquiri minha dupla infalível no Ebay, que mostro abaixo:

O produto acima é um óleo de limpeza, o Naive Natural Deep Makeup Cleansing Oil. Com uma vendagem de aproximadamente 46 bilhões (ushh!!), pesquisei bastante pela internet sobre ele, e me convenci quando o Nando do blog Vanity Pills recomendou inclusive para pele oleosa. Ansiosa para que chegue logo!

Já a espuma facial da Bioré foi produto da minha intuição, já que a Bioré é bem respeitada pelos apreciadores dos produtos asiáticos. Também tem me deixado ansiosa esse frasquinho, não vejo a hora de testar meus “japas”!

Quando eles chegarem, prometo resenha, tá, contudo, gostaria de deixar comentários abertos, porque sei que mais dicas virão, né, Meire, sua linda, sempre com dicas quentes?!!!!!

Páginas12