Xadrez Vichy: o clássico revisitado

IMG_2135

O xadrez Vichy é um clássico, fato. Imortalizado pelos looks de Brigitte Bardot na década de 50, ele sempre tá dando um jeito de se repaginar e se firmar como tendência de tempos em tempos. E em 2017 não poderia ser diferente: o vichy foi a cara da primavera/verão no hemisfério norte, e o mesmo promete acontecer por aqui.

Eu particularmente amo essa padronagem. Para mim, ela tem um ar pin up veranil maravilhoso, qualquer composição com ele me agrada, da mais rocker à ladylike (vestido midi em xadrez vichy é meu amor sincero amor verdadeiro).

Mas cês sabem que só falar do vichy não é tão convicente quanto mostrar looks maravilhosos com ele; se eu convencer com esse moodboard a 70 por cento do meu eleitorado usar xadrez vichy já tô satisfeita :):

IMG_2133

Me digam o que é essa saia de babado xadrez desse canto inferior esquerdo? QUEROOOOO!

IMG_2131

Tão vendo que com acessórios e modelagem certos a gente moderniza o vichy? Não tem como não amar, gente, Vichy é vida!

assinatura2

Do dia: saia com estampa window pane

E aí como tá o domingão de vocês? O meu tá de muito trabalho jurídico, mas não me impediu de fazer os devidos agendamentos e postagens pro blog. Tô tentando, como resolução de ano  novo, manter esse meu hobby ativo pra higienizar a mente, e pelo visto, com planejamento, tá dando certo!

Mas, chega de papinho e vamos pro look que traz uma sainha com estampa window pane (já falei sobre ela nesse post AQUI), e um toque de cor, amarelo mais precisamente, pra dar aquela alegrada, e ao mesmo tempo destacar a estampa em preto-e-branco:

lddwp2

lddwp1

lddwp3

lddwp4

Fotos: Jeff Braga

Se tem um tipo de “terceira peça” que amo é o tal do blazer, ou, no caso das fotos acima, spencer, principalmente porque eles dão um efeito muito massa nos looks com shortinhos e sainhas mais curtas. Acho que eu vou guardar meu próprio look como inspiração, porque eu curti de verdade, e é uma montação que não costumo fazer, acho que vou exercitar mais! :)

Bom, os créditos são os seguintes: Blazer – Ebay; Saia – Tia Alice tá vendendo, clientes cativas, é só perguntar pela sainha diretamente a ela, e pra quem for de fora, só mandar e-mail para [email protected] (ah, ela custa 70 reais!); regatinha e pulseiras – Renner; sapatos – Santa Lolla; óculos – Forever 21; body chain: eu que fiz; bolsa – presente de níver.

Beijos e bom início de semana (e de mês!)!

Do dia: Margaridas “All Over”

Simbora que é primavera e hoje é dia de look lindo!

Vocês não têm noção do calor que tá fazendo por aqui, tipo, a gente se sente um bacon fritando na chapa, e trabalhar paramentada, por óbvio, não dá. Minha saída pra esses dias assim é o bom vestidinho midi, soltinho, leve, bem fresquinho. Afinal, o corpo da gente precisa respirar, e esse vestido estampadinho de margaridas feito por Tia Alice virou grande curinga do meu guarda-roupas…muito amor, do tipo, não quero tirar nunca do corpo, sabe?

 

daisy1

daisy4

daisy3

daisy2Fotos J. Braga

Esse tipo de modelagem é muito perfeita, deixa a gente tão mocinha, e bem feita de corpo, né? Não tem um dia que não vista uma peça assim pra uma colega de trabalho não comentar que “tô boneca”. Pra quem vive trabalhada no jeans e camiseta, sair desse uniforme e usar uma peça mais ladylike é muito bacana.

Ah, sobre os créditos, lá vão:

Vestido – Tia Alice, peças limitadas, valor, aproximadamente R$ 150,00 (pedidos comigo ou pelo e-mail [email protected])

Scarpin – AliExpress

Bolsa – Aliexpress

Óculos – Aliexpress

Relógio – Casio Vintage

Pulseiras – Ebay

Pra se inspirar: estampa de frutas

20131023-224522.jpg

Não tem como escapar da onda Carmem Miranda que inunda a moda. Esse vai ser o verão, sem dúvida, do tropicalismo, e aí falo de estampas de folhagens, animais como tucanos, papagaios (Zé Carioca included), e uma das estamparias que mais gosto, a de frutinhas. Quem me conhece sabe que sempre fui vidrada por estampa, e sendo fofa, iiiih, nem se fala! Então, vou aproveitar essa vibe pra usar bem muito algumas peças que já tinha, e costurar outras, porque né, roupa alegre pra mim nunca é demais.

Mas, voltando às frutas, essas são caso de amor antigo da moda, tenho imagens dos anos 40 e 50, por exemplo, com moçoilas trajando peças com estampa com essa padronagem(a abertura do post é de uma Vogue de 1954). Porém, o estouro mais recente veio com Stella McCartney e um desfile repleto de frutas cítricas impressas nas peças, e também com Isolda London, com sainhas com cajus e goiabas estampadas. No Brasil, a Farm produziu uma minicoleção com estampa de frutas…separei algumas imagens pra ilustrar, e inspirar, claro!

20131023-225346.jpg

20131023-225421.jpg

20131023-225439.jpg

20131023-225458.jpg

20131023-225519.jpg

Image-1

Muita coisa, né? Bom, como eu sei que algumas perguntarão como usar estampa de fruta sem parecer um pano de prato ou toalha de mesa de cantina, já respondo, não tem mistério: usar acessórios neutros, e peças mais básicas para terminar a composição é acerto na certa pra gente sair linda, sem parecer que tá indo pro palco do Ixxxquenta da Casé.
E aí, quem se habilita a curtir a estamparia de frutas? Eu tô dentro!

Delírios Onomatopaicos: dos quadrinhos para a moda!

Me parece que a galera anda bebendo pesado na fonte da pop art: cores explosivas, impressos, colagens, e agora as camisetas/tricôs/moletons com onomatopéias vêm dominando as ruas.

Essa nova onda começou com o desfile de Phillip Lim(Pre-Fall 2012), e de lá pra cá os “Pow!”,  “K-Pow!”, “Crash!”, “Boom!”, e coisinhas do tipo invadiram as ruas. Se eu curti? Muito! Amo camiseta, é peça-chave do meu guarda-roupas, e se ela parece saída de um cartoon qualquer, então, nem se fala! Já tô querendo, e muito, mas sem preço salgado, por favor! Já à caça nas Riachuelos, e Leaders da vida!

Abaixo, separei alguns looks onomatopaicos pra vocês sentirem qual que é o lance:

Foto: reprodução

Do dia:aquela tal de estampa barroca

Quando a gente ouve falar em estilo Barroco, na lata me recordo das aulas de literatura e história. Como não lembrar daquele estilo artístico surgido logo após a Renascença, na Itália, com toda sua exuberância, e ostentação? Os floreios e retábulos das igrejas de Minas Gerais, feitos por Aleijadinho impressos nos livros; a literatura de Gregório de Matos (Boca do Inferno); Molière e seu teatro; La Fontaine e suas fábulas, tudo isso vem muito fresquinho na minha mente.

E como moda e arte andam muito ligados, a influência é inevitável. Os floreios e arabescos tão peculiares ao estilo Barroco que eram relacionados à Versace, acabaram conquistando outros estilistas, e o resultado foi um bombardeio de estampas na mesma linha, em roupas e acessórios. Lá fora já tá uma febrinha, e no Brasil a promessa é de que chegue chegando.

Eu, que não sou boba nem nada, encontrei um tecido que tava guardado há mais ou menos uns 3 anos nas coisas de titia, e garanti minha calça com estampa Barroca. É uma malha com aspecto de veludo, tem um toque maravilhoso, dá vontade de ficar o dia, a semana, a vida inteira com essa calça!

Fotos: Jefferson Braga

Calça – Tia Alice(não sei se ainda tem esse tecido, mas  mandem e-mail para [email protected] que informo por lá a disponibilidade)

Camisa – Ebay

Scarpin – Santa Lolla

Colar – Forever 21

Óculos – Bleu Dame

Ah, titia comprou recentemente uma estampa barroca com preto e branco linda, linda, essa daqui:

Quem curtiu e quer alguma peça na estampa, manda e-mail, ou grita pra mim pelo Face, comentários do blog, ou Instagram rápido que tem bem pouquinho. Sugestão? Uma saia peplum, fica fantástica!

E pra gente ir entrando na vibe Barroca, montei uma playlist com “As Quatro Estações” de Vivaldi, que amo muito, principalmente quando tô redigindo uma peça, ou mesmo fazendo postagens aqui pra o blog!

Páginas1234