6 looks que vão te fazer adotar os brogues flatforms como sapatos da vez

Vou confessar pra vocês: desde que vi os desfiles de Stella McCartney, Prada, e Miu Miu que não tiro da cabeça os brogues flatforms, aqueles oxfords de solado mais alto e retinho, com uma vibe anos 2000 pesada. Eles podem parecer estranhos à primeira vista, mas eu acho esses sapatos tão básicos e chiques ao mesmo tempo, que encasquetei que quero um par pra chamar de meu; Porém, não desejo qualquer par, quero metalizado pra servir de peça statement no meu look.

O modelo mais massa que vi dos brogues foi o Elyse, da Stella McCartney, com entressola de madeira, e estrelas recortadas em couro, mas há muitos exemplares legais por aí, inclusive alguns com plataforma reta e mais baixinhos, pra quem não quer andar com aquele saltão estilo Spice Girls. Realmente, são sapatos que fazem a diferença em qualquer look, acho legal ter um no acervo, principalmente para sacá-lo da manga quando a gente não tá com muita criatividade de montar look.

Digo que eles são ótimos para os dias sem criatividade porque eles, enquanto acessórios statement, não pedem muito esforço pra elaborar o resto do look; as composições mais legais que vi com brogues combinam os sapatchinhos com jeans e cropped, chemisiers, vestidinhos bem simples, top e saia de fenda, macacões, quase nada de acessórios. Magina num dia de pressa você só precisar de uma camiseta básica, ou top, um jeans legal skinny, e PÁ, brogues metalizados? Pode ter certeza que você chega chegando, sem ter gasto quase nada de fosfato pra se montar!

E como sou de provar o que digo, separei 6 looks com brogues que vão te fazer correr nas lojas online, e comprar um par de oxfords flatforms pra chamar de seu!

brogue1

brogue2

brogue3

brogue4

brogue5

brogue6

Até agora no Brasil não achei nenhum que estivesse disponível na minha numeração pra comprar, mas já descobri vendedor no Aliexpress com um do modelo – e tamanho – que quero. Comprei e assim que chegar venho aqui com look montado pra mostrar pra vocês!

Beijos!

Jeans + Renda, quando o rústico e delicado se encontram

abdefilacejeans

Muita gente pode até achar o contrário, mas eu considero o ato do vestir uma coisa muito lúdica. Brincar com peças de texturas opostas, dar um toque de cor a um look mais sóbrio, usar um acessório diferente, tudo isso deixa uma coisa que a gente faz todos os dias, talvez várias vezes ao dia, menos entediante. Conhecer nossas peças, e saber quem somos (personalidade, corpo, gostos), são os passos mais importantes pra começar a brincadeira. Juntando tudo isso que falei a resultante não poderia ser outra: um look bapho, e quando falo em bapho, não falo de composição “montada”, e sim de um look que traduz um estilo que é só seu.

Pois bem, dito isso, passemos ao meu look de hoje, que juntou uma saia longa rendada com uma camisa jeans; aqui, o rústico e o delicado se encontraram, numa mistura que achei muito anos 70, ainda mais quando complementada a composição com sandália de salto de cortiça, pata de elefante, e óculos redondos. Um Woodstock mood no nosso dia-a-dia.

lacejeans2

lacejeans1

lacejeans3

Fotos: Jefferson Braga

Sobre os créditos do look, lá vai:

- Camisa jeans – Leader

- Saia de renda: Tia Alice

- Bolsa saco e óculos – Aliexpress

- Sandálias – Arezzo

- Relógio – Casio vintage

- Pulseira – Forever 21

That seventies mood: sandália plataforma

absandaliaplataforma

Já começo bem direta com vocês: se preparem para a overdose de posts no mood anos setenta por aqui. Não, não é por causa da novela das seis, e sim porque uma vibe Woodstock de se vestir tomou conta do hemisfério norte na primavera verão. E, se por lá bombou, minhas amigas, no Brasil não vai ser diferente.

Mas não vou contar tudo de uma vez pra vocês, porque fica sem graça, né? Vamos por partes, como diria Jack, o Estripador. Mais precisamente, começaremos pelos pés.

Há umas três, ou quatro temporadas atrás de uma das semanas de moda lá fora vi a Miroslava andando de jeans rasgadíssimo, com uma certa sandália com salto de cortiça. Era plataforma, preta. Depois disso, a vi usando mais umas 3 vezes, e pensei comigo mesma: isso vai pegar, não sei com que rapidez, mas vai. Depois de uns meses algumas lojas brasileiras, timidamente, produziram alguns exemplares n0 outono/inverno, que sumiram ligeiro das prateleiras, mas não geraram um estardalhaço, apesar de ser um par de sandálias bem bonito, e do tipo que combina com tudo.

Só que, primavera chegando, galera se anima a sair de casa, e botar um shortinho pra mostrar as pernocas, e vai ser AÍ que o bicho, ou melhor, a sandália plataforma, vai pegar, e eu já corro e conto aqui pra vocês irem logo adquirir seus exemplares, porque eles vêm em dois modelos diferentes: a plataforma com salto mais gordinho e emendando com a parte da frente, em cortiça madeira, camurça, e até borracha (vi lá fora, é feio mas a galera tá usando), e aquela que o salto é tipo uma coluna, um pilar. Xô mostrar fotos que ilustrando fica melhor de entender:

moodboardplatformDdefinitivo

Eu já tive oportunidade de provar os dois modelos, e, apesar de o salto coluna ficar mais bonito no pé(muita gente chama esse tipo de sandália de pata de elefante), a plataforma parecida com a da Miroslava se mostrou mais prática pra andar, já que deixa o pé praticamente num nível só, fora que ela é muito vai-com-tudo, permite milhões de combinações.

A questão é que, escolhendo uma ou outra, você vai estar totalmente no mood dessa primavera/verão. Eu adoro, e já tô separando minhas pecinhas Coachellizadas pra usar (as irmãs Olsen aprovaram esse meu comentário hahahaha).