Pharrell muito além de Happy

IMG_8675.JPG

Creio que muitos de meus leitores tiveram o primeiro contato com o som do Pharrell através da música do Daft Punk, Get Lucky. Depois, veio a parceria com Robin Thicke, e por fim, a infinitamente tocada Happy.

Só que Pharrell não se resume a essas três musiquinhas. Eu curto o som dele desde o conglomerado de produção Neptunes, e do N.E.R.D. Me lembro muito bem de assistir àquele molecote franzino na MTV nos clipes, e pouquíssimo tempo depois já vê-lo formando parcerias incríveis. Sabem do Justin Timberlake? Então, o álbum Justified tem dedo do Pharrell. E Britneyde? Pharrell produziu nada mais nada menos que I’m a slave 4 u. Tá pouco? Tem Williams em álbuns do Jay-z, além de produção para Nelly, Snoopy Doggy Dog, Madonna, The Hives, Maroon 5, Strokes, Shakira, e por aí vai…Pharrell, meus queridos leitores, vai muito além de Happy, o cara é gênio, não só pelo trabalho de produção, mas porque compõe, toca vários instrumentos musicais, e, pasmem, cria coleções de roupa. Sim, Pharrell também é estilista!

Devo confessar a vocês que AMO o estilo do Pharrell. Certamente, se um cara eu fosse, só andava assim, de cardigan, slipper e vários colares no pescoço. Acho massa mesmo! Acho que o único acessório que não usaria dele é o chapéu estilo desenho do Exupéry no Pequeno Príncipe. Mas virou representativo do cara nessa nova fase, e é o estilo dele. Ora, posso não concordar com as luvinhas estilo Michael Jackson que o Karl Lagerfeld usa, mas é uma espécie de marca registrada do kaiser. Afinal, que chato seria se as pessoas se vestissem como a gente quer né? O estilo é feito da impressão da personalidade no vestir.

IMG_8676.JPG

IMG_8677.JPG

IMG_8673.JPG

IMG_8674.JPG

IMG_8672.JPG

Ah, e pelo jeito não só eu que curto o estilo do Pharrell. A Adidas, marca muito usada pelo cantor e produtor, o convidou para o desenvolvimento de algumas peças e tênis, e eu já tô loucona aqui querendo tudo!

IMG_8702.JPG

O que são esses casacos e tênis de pois, me digam?

IMG_8701.JPG

Vamo combinar que o cara é referência não só na música, na moda ele manda muito bem. Afora a Adidas, ele tem uma marca própria, a Billionaire Boys Club, é designer colaborador da Uniqlo, já lançou um perfume para a Comme des Garçons, e desenhou uma coleção sustentável para a G-Star Raw.

Como se não bastasse tudo isso, esse divo é engajadíssimo em projetos sociais, e a ONU escolheu a música Happy como representativa do Dia da Felicidade. Ele fez um projeto massa acerca da música, o 24 hours of happiness, e confesso que se eu escutar mil e uma versões ainda assim não vou abusar, porque me lembro da bagagem desse cara, social, modística, e musical, e no que essa música representa. Ou vão me dizer assim que começa Happy vocês não ficam alto astral?