Inspirações para um outono/inverno não tão frio

E aí, como vocês estão aí no Sul e no Sudeste (e parte do Centro-oeste)? Friozinho, né? Por aqui, 30 graus, e de vez em quando uma chuvinha, pra baixar a tempteratura pros 25, mais ou menos…outoninho punk esse do Nordeste, né?

Pois bem, com um clima assim, não rola usar aqueles looks tão característicos das estações mais frias do ano, simplesmente porque nosso outono/inverno não é congelante. Porém, a gente pode pinçar algumas peças e acessórios das passarelas outono/inverno, até porque sempre a gente se depara com ambientes mais frios, refrigerados, ou mesmo com uma friagem, nada exagerado ao ponto de demandar o uso de bota, por exemplo, mas que pede um scarf pra dar uma esquentadinha.

Então, pensando nas amigas nordestinas, separei alguns looks para nosso outono/inverno, tão sui generis. Não vale o sobretudo,mas  vale o casaqueto, ou moletom, ou cardigan; Não vale a bota cano alto, mas cabe uma ankle boot, uns tênis legais, umas flats descoladas…enfim, espero que gostem!

20140523-065413-24853085.jpg

20140523-065432-24872162.jpg

Viram que rola usar o xadrez, o scarf, e cardigans (incluo aqui também, apesar de não ter fotos. aquelas jaquetas de couro ecológico, bem leves)? Tudo balanceado, adequado ao nosso período de “frio”. Agora é se inspirar e correr pro guarda-roupas pra bolar as composições, pra sair lieeenda por aí!

Beijos!

Moletom Repaginado

Galera do cardigã, se liga: o moletom chegou. E veio forte.

Se antes a peça era retrato de preguicite aguda pra se vestir, ou ainda look oficial de pós-academia, bom prestar atenção. O moletom vem sendo adotado pela galera das “modas” como peça queridinha do momento. Kenzo, Givenchy, Balenciaga, todos trouxeram o moletom para suas coleções, e agora a gente já pode ver exemplares seguindo a mesma linha (lisos com frases ou desenhos na frente) em todas as lojas. Beijo pra moda democrática.

Agora, pra não ficar com cara de “saí-do-gym”, o bacana é mesclar estilos: esporte + grunge; esporte+romântico; esporte +chique, e por aí vai, vocês sabem, aquele contraponto equilibrado de sempre, o famoso hi-lo.

E como não podia deixar de ser, não adianta falar, falar, falar, e não mostrar looks fantásticos com o “moletão”, lembrando que, pra quem não quiser comprar, aposto que vocês têm pelo menos um do Mickey guardado no armário. Então, tratem de dar uma lavadinha pra tirar o mofo e usar a criatividade, que da caixola dá pra gente bolar composições incríveis.

Enjoy!

Fotos: reprodução

Adooooro! Da semana: porque hoje eu queria estar assim

A composição eleita de hoje ainda tem a capacidade de me impressionar. Looks simples me impressionam, aliás, corrijo, looks aparentemente simples me impressionam.

Vamos dar aquela conferida pra ver se eu não tô certa:

20120816-090548.jpg

Imagem: reprodução

Vejam bem o que ela conseguiu fazer: juntar moletom e calça boyfriend, e ainda assim encher nossos olhos. E aí que reside a “aparência” da simplicidade, uma montação como essas só tem dois caminhos: ou dá muito certo, ou muito errado, não tem meio-termo.  No caso, a mistura foi feita de uma forma genial, e bem por isso me inspirou, e me fez desejar sair de casa assim hoje.

Calça de moletom fora das academias: Pode ou não pode?

E mais uma tendencinha chega chegando e pegando a gente de jeito: o moletom!

Seguindo uma linha esportiva, a calça que ficou imortalizada por Rocky Balboa – quem não se lembra daquela cena do treino, hein? – volta com tudo, para compor um hi-lo esporte-chic, que vem sido adotado pelo mundo afora.

Como venho falando, a crise mundial impactou na moda desde o ano passado, quando se passou a adotar como tendência o estilo mendigo, os oxfords de palha(vide Maria Bonita), as tramas de artesanato e as calças confortáveis que ficam guardadinhas no nosso guarda-roupas e só saem pra passear em dias de frio. E isso não tem nada a ver com valores, e sim com a influência recebida pelos estilistas.

Pois é, pois é, pois é… Alexander Wang, Rag & Bone, e Isabel Marant, entre outros, exibiram em suas coleções este ano a peça, que deixou de ser totalmente esportiva e recebeu altas doses de sofisticação com as peças que a complementam.

E a moda não demorou a pegar, afinal, quem não gosta de vestir uma calça confortável de vez em sempre?

No Brasil a tendência chegou, e a calça de moletom pôde ser vista nos desfiles da Osklen, Mara Mac e Cantão, por exemplo.

E mais uma coisinha: não é só a calça de moletom que veste as pernocas das it-girls por aí:  o material vem sendo usado para bolsas, blazers, blusas, e jaquetas, o que só reforça que ao moletom, e a cor cinza mescla veio que veio.

E como usar? Exemplo básico:

E onde encontrar? Em qualquer loja de departamentos, ou fast-fashion na seção de roupas esportivas vai ter uma calça de moletom esperando ser arrematada pelas guéls…a minha foi da Marisa e custou apenas 19,90 dinheiros.

Vão pra cima ou saem correndo?