Domingo e macacão cut out!

Finzinho do domingo, aquela velha melancolia porque o fim de semana tá acabando já bate forte na gente. Se eu pudesse mandar no mundo, acho que tornava a segunda em dia não-útil só pra prolongar o findi e deixar nossa semana mais leve. Sim, sou como o Garfield, segunda não é lá um dia da semana agradável.

Mas não vamos antecipar o que  não precisa ser atencipado, vamos falar do look de domingo de sol maravilhoso que fez em Natal.

Hoje, pra espantar o calor, resolvi estrear meu macacão cut out que titia fez pra mim, em malha geladinha, leve, com estampa floral, uma maravilha. Quem dá uma passadinha aqui pelo blog já se ligou que faz um tempo que conto pra vocês sobre peças cut out, com recortes…podem apostar, já pegou pegando, e nada de dizer que você não é magra pra usar, blá, blá, blá, que dá pra fazer com recortes que valorizem as partes que merecem ser valorizadas, e esconder as que merecem ficar guardadinhas.

cutoutta3

cutoutta1

cutoutta2

cutoutta4

Fotos: Jeff Braga

Como macacão é uma peça inteira, a gente já se livra da necessidade de coordenar duas peças ou mais, o que é muito bom, porque sobra tempo pra escolha dos acessórios. No caso, um brinco em madeira, uma pulseira imitando madeira, e um colar de camurça com pingente de lâmpada resolveram o meu look. A bolsa? Uma bucket em veludo, pra dar aquele ar setentinha que eu tava buscando.

Explicado o look, simbora pros créditos: macacão, Tia Alice (encomendas, dúvidas, e estampas e cores sólidas da peça comigo, ou através do email [email protected]); sandália, Crysalis; colar, Forever 21; brinco, lojinha de 1,99; pulseira, Renner; Bolsa, Santa Lolla.

Adoooro! Da semana: macacão rosa

O adoro de hoje é um look que tinha tudo pra ser bem Barbie, mas não ficou de jeito nenhum. Afinal, usar uma peça inteira cor-de-rosa deixa a gente na beira de um precipício: um passo em falso, e pronto, é o fim.
E é justamente pela maestria da blogueira do Haute and Rebellious no uso da cor, que ela mereceu figurar como melhor look da semana:

20130311-225410.jpg

Sugestões para o Natal, parte 1: Calças, macacões, e saias

Esse post vai para quem(como eu) ainda não faz idéia do que vestir no Natal. Ora, é típico do brasileiro deixar tudo para última hora, e sendo assim, as sugestões que selecionei vêm super a calhar para as meninas que, aos 45 do segundo tempo, ainda nem sonham na montação do Natal.

Para hoje, escolhi algumas combinações com calças, saias, e macacões mais legais que achei por aí, enfim, peças que a gente usa pra sair da zona de conforto dos vestidinhos, e ousar um pouco mais na “noite feliz”:

Se vocês notarem, coloquei um macaquinho ali, no meio, de “cabido” pra quem já vai passar Natal na casa de praia, e curtir um veraneio intenso. Assim pode, né? :)

E agora, algumas saias, pra gente chocar as amigas que só usam vestidjeeenho em festa:

Gostaram? Amanhã sobe parte 2, com mais dicas para gente jantar linda no Natal!

VSMT: Tia Alice, trigésimo dia

Chegou o grande dia!!!

Pra fechar com chave de ouro o VSMT mas longo do blog, uma peça extraordinária, certeza que já virou hit Tia Alice: o macacão.

Quem me acompanha no Twitter(segue AQUI) viu o tamanho da felicidade quando eu disse que encontrei esse macacão na revista de moldes de titia, e 38 ainda mais; as meninas até comentaram, ficaram enlouquecidas! a própria Carolina Dieckmann tem em várias cores, de tanto que ela gosta do danado!

Corri, mostrei pra grande Titia, e olha o que ela me faz:

A minha vontade inicial era fazê-lo rosinha, mas meu corte de tecido rosa não deu pra fazer.So, peguei um corte maior, na cor berinjela, foi ele o eleito pra fazer o “transformer” e virar essa peça linda:

Vamos combinar que qualquer cor dava certo pra fazer, né? Titia é diva!

Ah, como esse é o último post do VSMT especial Tia Alice, aproveito a oportunidade para agradecer a meu bofe, Jeff Braga, que me fotografou, e à minha irmã Nikitah, que além de editora dos meus vídeos ainda ia pras fotos dar apoio moral, ou apenas me fazer rir. E claro, àquela que me criou, e me veste praticamente todos os dias até hoje, Titia. Amo vocês, tá?

Valeu demais!

Não me esqueci dos detalhes não!!Olhem aí:

Colar Pac Man – Maria Balsanuff

Pulseiras – Tia Alice e eu

Sandálias – Casa com Sapato

Bolsa Tangerine – Arezzo

E é isso, se vocês quiserem sugerir alguma peça pra o próximo VSMT, os comentários estão abertos!

Garimpada na liquida da Toli

Semana passada quem me acompanhou no Twitter viu a raiva que eu tive da Toli, quando fiquei esperando uns minutos com a porta fechada na minha cara para aproveitar a liquida de 70% na loja. Pois é, querida leitora, o que era raiva virou amor assim que entrei na loja…inclusive entendi o porquê da historinha de ficar fechando a porta: simplesmente as vendedoras não conseguiam controlar o fluxo, nem muito menos atender bem a nenhum consumidor, por isso o controle, pra não tumultuar a coisa, e fazer um negócio mais ou menos organizado.

Chegando lá, tive um foco bem claro: procurar roupa que desse pra trabalhar, coisinhas diferentes, e alguns achados versáteis e já bem batidos, que eu pudesse usar de uma maneira diferente. Deu super certo, querem ver?

De cara achei esse wrap dress de linho, super sério pra trabalhar. Tá certo que vou ter que tirar um pouquinho do tamanho porque ficou mulher ungida demais, mas achei bem digno. Também trouxe pra casa um vestido que é saia bandage(ha-ha-ha) com blusinha acoplada(paga a língua, Rose, paga a língua) que não vou tirar o tamanho porque mesmo compridinho esse não tem cara de mulher ungida, apenas não vulgar. E fica massa jogando um boyfriend blazer por cima.

Notaram que tô organizada, até botei os preços! Achei a nota fiscal aqui e tô copiando dela…aloka!

Tá eu implorei pras amigas leitoras não usarem bandage dress, bandage skirt e blá, blá, blá, mas por trinta e dois reais meto uma malha de tricô leve por cima e mato o piriguetismo da beesha! Não, vocês não vão me ver usando com baby bag e regatinha por dentro da saia…NOOOOT!

Agora, vamos ser francas, essa saia preta é super estilosa com esse nó na frente; feita de musseline e bem pretinha(o flash deixou a bichinha bufenta, mas não acreditem, é bem pretinha mesmo), fica o máximo para composições mais arrumadas…pensando seriamente em guardá-la para o Natal, como sempre faço…guardo uma peça, e acabo usando um, dois ou até mesmo 3 anos depois e continua em alta.

E vem aí O ACHADO, a camisa dos meus sonhos, que eu sempre quis, mas Tia Alice, devido ao excesso de followers/clientes, não pôde fazer pra mim:

Gente, eu pirei nesse modelo desde que vi essas duas moças abaixo usando…achei tão fino pra trabalhar, principalmente porque aboli os terninhos pra fazer audiências, e por três motivos: Natal é muito quente pra ficar andando de terno, minha empresa permite o traje formal, e o terninho tá meio old fashioned, pelo menos aquele de modelagem mais antigona, de mesma cor, etc…

Fique super, super, super, super mesmo feliz com minha camisa, e em breve pretendo usá-la, depois que titia fizer alguns ajustes de tamanho de manga, e outras coisitas.

Me lembrei agora que comprei uma blusinha de cambraia bordada, mas não vou colocar aqui não porque essa foi bem simples, mas levei porque sou viciada em cambraia bordada, acho fofo!

Por fim, lá vem meu macacão saruel de tecido ultraphyno pra usar com cinto…tava jogado lá pela boca do caixa, e quando puxei e vi que era pé, me apossei dele e não larguei mais!

Meninas, devo admitir que sou viciada em modelagem saruel, não posso ver uma que compro(principalmente em liquidação, já comprei jeans saruel de até R$19,90!), porque acho super confortável, mas garanto que tem gente que não gosta, e muitos dos bofinhos também não se agradam da modelagem(ainda bem que o meu aceita…te lovu, amor!) Mas, cada um, cada um, né, o mundo é feito de diferenças e isso é que é legal.

Porém me digam, esses foram ou não fora os achados? Quem foi pra essa liquida? Compraram muita coisa? Comentem, que tô louca pra fofocar com vocês sobre comprinhas, tá?

Marie Claire França de fevereiro/2011: Tout sur les fleurs…

Comecinho de fevereiro, e os editoriais primaveris começam a estourar no hemisfério norte em todas as revistas…tô cheia de imagens aqui, mas vou dosar para que vocês possam prestar atenção detalhadamente em cada um deles.

O escolhido de hoje foi o melhor até agora….a Marie Claire França simplesmente condensou todas as tendências da estação em um editorial que teve como pano de fundo as flores.

As imagens são lindas; as peças, facilmente reconhecidas pelas leitoras deste blog(uma vez que mostrei várias delas aqui).

Modelos vaporosos, o velho preto-e-branco, o tom caramelo, a padronagem liberty, o navy…pensei já ter visto esse filme antes. E vi. Porém, não tão perfeito assim.

As mil facetas da primavera demonstram o quão mimetista é essa estação: pode-se ir do romântico/bucólico ao sexy/chic em fração de segundos, sem fugir do tema.

Pode parecer meio repetitivo, mas cobicei de corpo e alma cada look do editorial, não sei se por meu amor claro e evidente por flores, cores, e coisas usáveis, ou porque a coisa realmente ficou perfeita. Até gosto do conceitual, do inovador, mas o que é feito com simplicidade, boa escolha de peças, e excelentes locações também pode ser surpreendente!

A tendência do floral bate tão forte lá fora (e por aqui fica praticamente o ano todo) que saiu das peças e correu para os acessórios. Broches de cabelo, colares, e broches de flores se tornaram itens indispensáveis no armário de qualquer curiosa por moda.

E não tem muita regra, exceto a do bom senso: padronagens podem ser combinadas(navy e floral), estampas podem coexistir pacificamente…esse é O editoral, não acham?

Milhões de tendências em um só editorial, não adianta reclamar, não é mesmo, guels?!!!

Marie Claire França, sua linda, obrigada por incrementar meu caderninho de must-haves!

*Fotos: Anne Menke

Páginas12