Um look e uma peça polêmica: Pantalona Cropped, ou Pantacourt (ou culottes)

Hoje o look é pra trabalho e traz uma peça polêmica, a tal a pantalona cropped, ou pantacourt, ou ainda culottes. Já falei aqui no blog sobre essa peça (clica AQUI pra reler) e como ela tá bombando no hemisfério norte; por aqui, ela vem chegando lentamente, mas confesso, não é uma peça que faça muito o estilo das brasileiras. Meninas, vão por mim, ela dá uma falsa sensação que é difícil de coordenar. Digo falsa porque quando você prova a primeira pantalona cropped, acaba achando infinitas possibilidades para looks, e aí, você não quer tirar mais do corpo. Foi o meu caso, usei essa semana uma vez, e já é a terceira vez que visto, tipo, já quero uma de uma cor neutra pra se juntar a essa estampada!

Como eu disse acima, a composição com a pantacourt foi pra trabalhar, mas já quero usá-la com bodies, e tops mais curtinhos, acho que fica super fofo, um estilo bem diferente do look de hoje, que tinha que ser um pouco mais sério:

Pc3

PC01

Pc2

Fotos: Jeff Braga

Pra combinar com minha pantalona cropped (que, diga-se de passagem, era uma pantalona que pedi pra titia cortar o comprimento), usei uma camisa que Tia Alice fez pra mim com um corte bem diferente. Eu amo essa camisa porque ela tem essa faixa, que marca a cintura, e não deixa meu corpo tão sem forma, já que a calça é soltinha.

Um bom macete pra alongar a silhueta com a pantacourt é optar por sapatos que sejam da cor da calça (ou, no caso da estampada, de cor predominante da calça), calçados nude, ou que deixem o peito to pé à mostra. O efeito é magnífico, a gente ganha alguns centímetros só nesse truque.

Outra dica boa, e direcionada agora pras meninas que até encarariam, mas tão com medo de usar e não ficar legal, é optar por uma peça na cor preta, ou marinho, por exemplo. Com o outono começando, já tenho visto algumas em couro preto, talvez algumas lojas fast fashion já estejam começando a expôr nas vitrines, bom ir lá dar uma provada e ver se vocês se sentem bem com ela.

Ah, antes que eu me esqueça, a calça também foi feita por Tia Alice, e ela tá confeccionando em todo tipo de tecido e nas cores que as clientes desejarem, qualquer coisa manda e-mail ([email protected]) que eu ou ela responderemos, tá?

E, pra finalizar, como o look é polêmico, queria saber de vocês: pantalona cropped, sim ou não?

Look do dia: alguns tons de cinza

Todos os anos a gente lê em revistas e sites de moda que “tal cor” é o novo preto, e eu fico pensando cá com meus botões: como tal cor seria o novo preto se ela não dura nem uma estação? Se tal cor é o novo preto ela não deveria se tornar uma cor clássica? Pensei, pensei, e descobri uma cor que verdadeiramente pode fazer as vezes do preto: o cinza. De uns tempos pra cá tenho visto milhares de looks com peças em cinza, e olha, o cinza rajadinho (eu chamo de mescla) é verdadeiramente um clássico, que deixa qualquer look lindo, sem trazer consigo aquela sobriedade do preto. As lições aprendidas com looks magníficos de street style ficaram pra sempre, e hoje, entre uma camiseta básica preta, ou mesmo branca, prefiro a cinza, que serve de pano de fundo para maxicolares, ou body chains, blazers ou casaquetos coloridos. O cinza não pode ser desprezado por nós, e o look de hoje é uma homenagem ao verdadeiramente novo preto:

gray1

gray3

gray4

gray2

gray5

Fotos: Jeff Braga

O tons de cinza da regata e da saia são diferentes, mas na foto ficaram bem parecidos não foi? Ambos foram feitos por titia (a quem interessar possa e-mail her at [email protected]). Pra o look não ficar tão num tom só, usei esse cinto que eu mesma fiz, e os tênis Adidas para Farm, que não tiro dos pés. A bolsa e os óculos são Aliexpress, a pulseira grossinha Renner, e o anel, de uma lojinha do Centro.

E aí, que é cês acharam, a mistura de tudo com cinza deu um bom look?

Beijos!

Desejo do momento: Wrap Skirt

wrapskirtab

 

O post de hoje, como integrante da linha desse blog, não fala beeem sobre tendência, mas de um desejo instalado em mim de uns meses pra cá, e que atende pelo nome de saia envelope, ou, como os gringos dizem lá fora, wrap skirt. Vocês não têm noção de como eu tô louca pra ter umas dez saias nessa linha, longa, mimolet, curtinha, enfim, queria rechear meu guarda-roupas, tão vastas as possibilidades de composição que elas me proporcionariam.

Como eu mostrarei pra vocês, a saia envelope pode ter um aspecto mais minimal, corte mais clean, cores mais neutras, como também – e aí fui eu que denominei – um jeitinho “tropical”, e por tropical entendam as saias transpassadas estampadas, com babados nas bordas, bem alegres mesmo. Nas duas facetas que ela tem, não importa, a versatilidade grita, a feminilidade também, e bem por isso esse meu desejo louco de ter mais umas amostrinhas. Eu até já tenho, creio que uma ou duas, uma longa e uma curta, mas super queria uma num tecido mais alfaiataria, e outra mais soltinha, ambas midi, mimolet, como queiram…cada saia dessa dá pra multiplicar em uns 6 looks cada, ou seja, monotonia não existe quando se fala em saia envelope.

wrapskiminimal

Apenas duas observações: a saia da Karla Deras (a cinza aqui embaixo), e a saia branca do lado direito da de Karla. Pra trabalhar, a montação ia ficar um arraso com qualquer das duas!!

wrapskirttropical

E essa saia floral, a terceira da esquerda pra direita, marcada com um coração? Viram que comprimento lindo?!! Meu coração nesse momento palpita a 150 batimentos por minuto, só de ver esse look!

Duvido, depois dessas imagens, vocês não terem acendido a luzinha do desejo por saia envelope…acertei? Ou vocês não encaram?

Um body, uma flare, e uma vibe anos 70

bdtul0

Principalmente porque tá chegando o carnaval, todo mundo só pensa em montar produção de body com shortinhos ou saias…pois eu, de umas semanas pra cá, tenho tentado dar ao body uma serventia pra um look mais, digamos assim, “vestido”. Vendo o styling maravilhoso da novela das seis da Globo, que se passa nos anos 70, pertinho dos 80, tive a ideia de combiná-lo com calça flare, ou boca-de-sino, como queiram, e o resultado ficou muito legal, pelo menos, do jeito que idealizei, bem Farrah Fawcett:

bdtul1

bdtul4

bdtul2

Fotos: Jeff Braga

O bacana da gente ir se montando, escolhendo uma roupa pra usar, é que que cada composição gera uma redescoberta do próprio guarda-roupas. Essa calça, por exemplo, tava lá na pilha de calças que tenho, escondididinha, e quando a resgatei do fundo do armário, e provei, voltei a me apaixonar por ela, pela lavagem escura, cintura no lugar, que não deforma nosso corpo, e um stretch agradável de vestir, uma vez que não marca. O tipo de modelagem de jeans que todo mundo deveria ter, por ser muito democrática.

Body: Tia Alice ( não sei o valor, acho que R$ 95,00, pedidos em [email protected]); Calça: Renner; Bolsa: Kate Spade; Óculos: Ebay; Cinto: Aliança Center; Relógio: Casio vintage

Look do dia: preto, branco, e uma explosão de cores!

O look de hoje é aquele infalível pra os dias de preguiça que o calor excessivo dá: shortinho preto + top branco. Mas não qualquer shortinho preto, e sim um com corte alfaiataria, mas fazendo graça com pom-pons na borda; também nada de qualquer top branco, mas um com um corte bem louco, que deixa parte da lateral de fora. Para multicolorir tudo, um pano de fundo lindo, grafitado por artistas da terra.

image

 

IMG_9296.JPG

 

IMG_9297.JPG

IMG_9294.JPG

 

Fotos: Jeff Braga

Créditos, pra já:
Top- Zara
Shorts – Tia Alice (tem à pronta entrega e num preço mara, só se informar em [email protected])
Sandálias – Taquilla
Pulseira – Renner
Bolsa – Ebay
Tô amando fazer looks com arte urbana ao fundo, parece uma moldura pras minhas fotos. É poético até, morar numa selva de concreto e ser presenteado com esse colorido todo. Muda até nosso humor!

Look de um domingo veranil: macaquinho

E aí, como vocês estão? Eu tô bem, fora a sensação de estar em uma sauna o dia todo, tudo tá maravis!

No look de hoje, pra aliviar essa sensação térmica do nível “dentro de um caldeirão em chamas”, catei alguma coisa do meu armário que fosse mais leve, curtinho, feliz…resumindo, um macaquinho estampado! Tem coisa mais fofa e refrescante pra vestir nessa época que um macaquinho? Fora andar nua, creio que não tem outra opção; até shorts jeans, nessas altas temperaturas, são incômodo pra mim.

Sobre essa peça, ela tem as costas vazadas, recorte na frente, um shortinho bem solto, e é feita em viscose, um tecido bem leve (muito embora não seja, em geral, misturado com algodão, brigada pela dica Débora :**),  o que deixa a gente transpirar, sem grudar. Uma maravilha! Pra combinar com meu macaquinho, que é uma peça inteira, e estampado, busquei acessórios mais discretos, uma espadrille, e uma bolsa saco de tecido. Afinal, o macaquinho precisa brilhar só:

Maca1

 

Maca5

 

Maca3

 

Maca4

 

Maca2

 

Fotos: Jeff Braga

Look fofinho, né? Pra quem curtiu, segue mais infos sobre ele:

Macaquinho – Tia Alice (encomendas em [email protected], ou comigo mesmo)

Espadrille – Schutz

Bolsa – Santa Lolla

Óculos – Forever 21

Relógio – Casio Vintage

Pulseiras – Renner

Beijos e bom finzinho de domingo!

Páginas123456... 10»