Cropped Ripped Jeans: Quero!

Ab_croppedjeans

Não se viu nada mais recorrente nos arredores das semanas de moda do hemisfério norte que o jeans cropped: tinha pantalona jeans “pega bode”(traduzindo pra o popular o termo cropped), calça baggy “pega bode”, skinny “pega bode”…a calça encurtou, fato. Mas, se ela não veio curta de fábrica, com barrinha feita, também não teve problema pras fashionistas: as beeshas pegaram qualquer jeans que tinha no armário e passaram uma tesourada seguida de uma desfiada nele, e voilá! Tem-se uma peça estilosa sem gastar nenhum real pra isso, só tempo mesmo.

Eu, muito fã de reformar minhas roupas, já até selecionei acolá um jeans pra dar essa trabalhada na barra, não posso ver um rastro de peça customizada nos desfiles que já fico me coçando pra começar minha produção. O legal mesmo é que a calça seja aquela mais larguinha na perna, estilo pantalona mesmo(calça boca de sino também), ou a de modelagem reta, estilo anos 90, foi o que mais vi no street style. Escolhida a calça, o corte pode ser feito mais ou menos uns dois ou três dedos acima do tornozelo; para as ousadas, dá pra deixar mais curta a barra na parte da frente da calça e mais comprida atrás, vi alguns modelos assim e achei massa! Compilei umas ideias aqui pra vocês:

croppedjeansripped

Imagens: reprodução

Ah, e sabem o que achei mais legal de esse tipo de calça ter caído no gosto da galera? É que a tendência vem com um pouco de consciência de consumo. Ora, dá pra trabalhar com o que a gente tem em casa, sem precisar ir a uma loja e adquirir mais uma calça jeans, que, como já falei por aqui, degrada o meio ambiente de forma impactante. Portanto, nada de comprar jeans novo, tenho certeza que, se você não tiver uma calça com modelagem legal em casa, em brechós, e bazares de bairro dá pra encontrar um jeans massa pra reciclar e sair lacrando por aí!

Trend Alert: saia evasê com botões

evaskirt

Do ano passado pra cá, o resgate do estilo das décadas de 60, 70, 80, e 90 tem sido pesado. E o legal é que não há exclusão, a gente sai na rua, e pode encontrar referências de todas essas décadas juntinhas, e misturadas, em looks lotados de interessância.

Dia desses passeando por blogs de street style gringo – e coincidentemente desde que Alexa Chung usou na campanha de uns jeans que ela lançou – notei várias meninas usando saia evasê com botões na frente, de jeans ou não. O modelo foi pinçado dos anos 70, e tem conquistado várias adeptas, mas não estou certa se estarei nesta turma. O tempo me dirá isso, até mesmo porque quando tinha uns 11, 12 anos eu tinha algumas e curtia bastante, mas não sei se estou disposta hoje a usar.

Pra me ajudar a decidir até separei alguns looks inspiracionais, e adianto: as sainhas ficam bem legais em  looks mais básicos. Vejam se vocês curtem também as montações:

painelskirt

Imagens: reprodução

 

Acho que já estou começando a gostar da sainha ó…#volúvel

 

Jeans com patches? Sim, por favor!

abpatches

 

Assim que vi várias mocinhas nos blogs de street style usando jeans com patches, me veio logo à cabeça uma música de uma banda que eu curtia muito na adolescência, a Merda: “mamãe, costura meus patches”. E podem ter certeza, ela é entoada mentalmente por mim a cada olhada que dou nos looks, pra mim o visual se liga muito ao auditivo; podem perceber pelos títulos e textos de posts de moda que faço por aqui.

Mas voltando à tendência que saiu das passarelas e ganhou as ruas, o que posso dizer é que vão se preparando para customizar muito em 2015, rasgando, bordando, e principalmente colando patches nos jeans. Como uma boa fã da customização, e tendo a consciência de que a fabricação de apenas uma calça jeans consome 11 MIL litros de água aproximadamente (enquanto quase um bilhão de pessoas não tem acesso à água potável, e milhares de crianças morrem mensalmente por contaminação na água), amei demais essa tendência, que traz uma proposta maravilhosa de não – descarte; ora, o novo não surge só do adquirido, mas do modificado também.

Então, galera, se o jeans tá com um furinho, que tal dar vida nova à ele costurando patches divertidos, e que podem ser facilmente encontrados em armarinhos (e colados só com ferro de passar)? Ideias não faltam, basta dar uma olhadinha no moodboard que montei abaixo pra vocês se inspirarem!

patchedjeans

Strappy bra top pra um look relax de domingo

Domingão, dia relax pra alguns e dia de ralação pra outros. No meu caso, é dia de trabalhar, e no fim do trabalho sair pra relaxar sem muito compromisso em escolher um look elaborado. Nesse calor senegalês que tá fazendo em Natown, a melhor saída foi sacar do guarda-roupas minha regata “podrinha”, um bom jeans, e um strappy bra top, que titia fez pra mim após eu insistir demais, a beesha tá abusada de costurar pra blogueira aqui, cheia das encomendas e aí não sobra uma vaguinha pra mim hahahahahaha!

Sobre o strappy bra, cês não têm noção de como ele é uma mão na roda pra usar com regatinhas, blusas decotadas, e peças com tecido mais transparente, evita o incômodo de a gente ficar ajeitando a todo tempo com medo de algo aparecer; quero tipo VÁRIOS todas as cores, principalmente agora que transformei umas dez  camisetinhas antigas em regatas podrinhas :)

bralet1

bralet2

bralet5

bralet4

Fotos Jeff Braga

O strappy bra tá sendo vendido por titia em qualquer cor, tamanho e modelo em média por 55 reais, digo em média porque a depender do tecido e modelo pode ficar mais barato, tô dando um preço máximo, e pra encomendar só mandar e-mail pra mim ou pra ela ([email protected]). No resto do look, temos: regata Tia Alice, short que era calça da minha irmã e foi customizado por mim, birkens Passarela.com, pulseiras feitas por mim, bolsa e óculos Aliexpress. :)

Beijos e bom domingo

It’s all about the jeans (’bout the jeans)

alljeansab

Imagem: reprodução

No post de hoje eu vou passar pra vocês o recado dado pelas passarelas gringas: prepara, que lá vem o jeans!

alljeans5

Impressionante, quase todas as grifes lá de fora apresentaram peças em jeans, nas mais variadas lavagens, com peças ora puxando pro minimalismo, ora o barroco gritando no centro. De bermuda a saia longa (lembram de Neyde no VMA com Justino? Clica AQUI pra relembrar!) em jeans, passando por macacões e camisas oversized, o importante era mostrar que ele tá na área, e não vai adiantar a gente fugir, porque uma peça a gente vai desejar. 2015 vai ser o ano do denim, anotem aí.

alljeans6

Conforme fui dando uma olhadela nos desfiles, percebi que o jeans skinny nosso de cada dia meio que ficou no street style; nas passarelas reinou a calça mais larguinha, bem com jeito das baggies dos anos 90; os vestidos, cheirinho de anos 70; o patchwork, da Neyde com Justino, anos 2000. Tava tudo bem eclético, tranqüilo pra gente escolher com que denim vamos sair em 2015. Amei as lavagens mais claras, e as peças com cortes mais clássicos. A midi de lavagem escura, amor total, até porque já tenho uma faz tempo, e acho um charme, tipo, peça que atravessa os anos, e continua in.

Só pra vocês sentirem o drama, depois de mostrar os looks de passarela, separei uns bem vida real, pra gente ver como dá pra adaptar as loucurinhas desfiladas ao nosso corpo, e estilo.

alljeans1

alljeans2

alljeans4

alljeans3

E aí, se animaram em montar um look todo trabalhado no jeans? Já tô separando minhas pecinhas, jeans + jeans = amor!

Um body, uma flare, e uma vibe anos 70

bdtul0

Principalmente porque tá chegando o carnaval, todo mundo só pensa em montar produção de body com shortinhos ou saias…pois eu, de umas semanas pra cá, tenho tentado dar ao body uma serventia pra um look mais, digamos assim, “vestido”. Vendo o styling maravilhoso da novela das seis da Globo, que se passa nos anos 70, pertinho dos 80, tive a ideia de combiná-lo com calça flare, ou boca-de-sino, como queiram, e o resultado ficou muito legal, pelo menos, do jeito que idealizei, bem Farrah Fawcett:

bdtul1

bdtul4

bdtul2

Fotos: Jeff Braga

O bacana da gente ir se montando, escolhendo uma roupa pra usar, é que que cada composição gera uma redescoberta do próprio guarda-roupas. Essa calça, por exemplo, tava lá na pilha de calças que tenho, escondididinha, e quando a resgatei do fundo do armário, e provei, voltei a me apaixonar por ela, pela lavagem escura, cintura no lugar, que não deforma nosso corpo, e um stretch agradável de vestir, uma vez que não marca. O tipo de modelagem de jeans que todo mundo deveria ter, por ser muito democrática.

Body: Tia Alice ( não sei o valor, acho que R$ 95,00, pedidos em [email protected]); Calça: Renner; Bolsa: Kate Spade; Óculos: Ebay; Cinto: Aliança Center; Relógio: Casio vintage

Páginas1234567