DIY: gifts in a jar, a.k.a, presentes no potinho :)

Eita que o vídeo prometido subiu e em boa hora!

Bom, aproveitando as festas de fim de ano, resolvi fazer um vídeo mostrando como vocêS podeM presentear parentes e amigos com uma lembrancinha personalizada, sem gastar muito, mas como muito amor envolvido. Em tempos de presentes mais do mesmo, fazer uns mimos em potinhos, como esses que ensino a vocês aqui embaixo, já mostra todo o zelo e preocupação que a gente tem com o outro. Muito amor!

Então, corram pra aprender que dá tempo de fazer ainda pra esse Natal e confras de fim de ano!


Bom, conforme prometido, seguem abaixo os detalhes do que usei no vídeo:

- Primeiramente, os potinhos: comprei todos na Casa do Mel, melhor preço e frete digno. Chegaram bem rápido (link AQUI). Para as meninas de Natal, não faço ideia de onde vende, mas creio que no Alecrim deva ter, na rua da feira, alguma loja especializada em embalagens no estilo.

- As etiquetas adesivas eu criei imprimindo num papel de dimensões Carta, 279,4mmx 215,9 mm da Pimaco;

- A etiqueta do Spa in a Jar eu achei nesse link AQUI, prontinhas pra imprimir;

- A etiqueta do sugar scrub, especial de Natal, achei AQUI. Pra quem quer presentear com exfoliantes, mas não no Natal, achei essas etiquetas não-temáticas AQUI;

- Já as etiquetas do potinho Energy in a Jar e a receita dos cookies, eu que criei, e coloco em anexo pra vocês AQUI e AQUI;

- As etiquetas do Christmas cookies, tão nesse link AQUI.

Bom, espero que eu tenha sanado todas as dúvidas, e qualquer coisa, só chamar nos comentários que respondo, tá?

Beijos!

Como fazer a Salada no Potinho, ou Mason Jar Salad

O post de hoje foi decorrente de vários pedidos que minhas amigas fizeram, assim que coloquei no Instagram meu almoço de hoje; não era nada demais, era salada, mas a praticidade foi o que chamou atenção: ela vem em potinho de vidro, já toda organizada, só pegar e comer! O nome: salada de potinho mesmo, gente, ou mason jar salad, como chamam em território gringo.

Bom, a salada no potinho é uma maneira prática de a gente organizar nossas refeições, dá pra fazer pra semana inteira, colocar na geladeira, e todo dia tirar uma pra comer. Pra mim a salada disposta assim é uma maravilha, porque quando viajo a trabalho pro interior do Estado, sou meio fresca, não gosto de comer em todo canto, e não por sujeira e tals, mas porque geralmente comida de restaurante é muito oleosa, ou amanteigada, quem é do interior do Nordeste – ou visitante recorrente – sabe que isso rola. E, como minha alimentação do dia-a-dia não tem manteiga(ghee de vez em quando), pouquíssimo azeite, nada de sal, lactose ou glúten, pra evitar uma infecção intestinal assim de graça, tive essa brilhante ideia, que vi há uns meses no Pinterest e gostei bastante.

mjaramostras

E como montar essas saladas? Primeiramente, a gente vai precisar dos potinhos, de vidro de preferência, porque livra a gente do bpa dos plásticos; depois, organizar a salada seguindo uma ordem, não tão rígida, mas uma ordem que ajude na conservação do alimento e na manutenção do sabor.

Fiz um esqueminha ilustrado pra vocês verem como a gente vai montando os andares no pote:

mason jar ab

Bom, no fundo do potinho, na primeira camada de baixo pra cima, a gente coloca o molho, e aí fica ao critério do freguês. Na minha hoje eu pus mostarda e mel.

Na segunda camada, a gente põe os grãos, ou seja, grão-de-bico, lentilha, semente de girassol, mix de nuts, arroz sete grãos, ou integral, também vai do gosto de cada pessoa.

Na terceira, os vegetais que chamei t1, de doida mesmo, mas são aqueles mais durinhos, como brócolis, couve-flor, cenoura, cebola, alho poró…vale pôr aqui também milho verde, ervilha, semente de girassol, de abóbora…depois deles pode colocar os tomates, de preferência os cereja, que vão inteirinhos, e não soltam água como os cortados em rodela. Dá pra adicionar fruta também, como maçã, manga…

Na quarta camada vem uma proteínazinha: peixe, frango, queijo, carne, quinua, a depender também da preferência de cada um. Depois dessa camada, pode colocar um macarrãozinho, ou inhame, ou batata doce, enfim, um carbô pra dar uma forrada no bucho.

E pra finalizar, na quinta camada, folhosos variados! No meu potinho hoje eu coloquei rúcula, alface, e brotos de alfafa; deêm preferência aos orgânicos, eu sempre compro na feirinha agroecológica do Gramorezinho, que expõe em vários locais de Natal no decorrer da semana, é uma maravilha!

Me digam se não é o máximo isso? A pessoa fica pensando como não teve essa ideia antes…

E, se vocês acham que terminou, tenho outra dica quente pra vocês: seguindo a mesma lógica, dá pra fazer uma saladinha doce, e não falo das overnight oats, falo de saladinha mesmo. Coloca o molho doce, de mel ou iogurte grego por exemplo no fundo, depois uma fibra, e a seguir frutas diversas. Fica uma maravilha também!

Dada a dica, é esperar que vocês façam as saladas e coloquem a hashtag #saladanopotinhoDF pra eu colocar no Face do blog. Tô aguardando, viu?

Beijos!