Da quarta: caveira florida + scarpin neon

Essa semana tô irreconhecível, postando quase todo dia. É que não quero deixar acumular rascunho, nem ideia, nem foto de look…portanto postar é preciso, como também acho bacana compartilhar os achados que usei nas fotos abaixo:

Fotos: Jefferson Braga

De cara, vocês vão querer saber onde comprei essa Cambridge muambator-imagem-e-semelhança. Ela é neon, e comprei no Ebay à minha querida vendedora vivi_leather. As bolsas que ela vende são lindas, bem acabadas, e são embaladas com muito carinho. Quem tiver a curiosidade, clica AQUI pra ver os itens à venda dela.

Já a camiseta de caveirinha florida foi um achado Marisa, minha loja preferida pra comprar camisetas. Acho que saiu uns R$ 9,90, não me lembro bem. O shortinho com detalhe em guipure é Riachuelo, e o cardigã, antigão, diga-se de passagem, Opção.

Agora, esse un bout inspired, meeeenhas feeeelhas, encontrei naquele esquema pechincha + sem taxas no amado e adorado Ebay. Comprei com o vendedor cristalpro(link para o sapato AQUI), e ele tem disponível cada cor I-RA-DA, fiquei doidinha pra comprar o rosa choque, mas acho que vou esperar virar o ano (e o cartão, porque esse não é um blog de RHYCA, e sim de empreguetxe-eu-pego-às-setxe).

No geral, acho que matei a curiosidade de vocês, né? Se segurem que vem post massa sobre Ebay por aí, vou me esforçar pra subir no fim de semana. Me cobrem bem muito nos comentários pra eu me lembrar de redigir o danadinho, tá?

Inventando moda: fazendo seu próprio colar neon!

Todo mundo curtiu quando apareceram por aí os primeiros exemplares dos colares Tom Binns em neon. Porém, quase ninguém pôde comprá-los, já que são bem carinhos, algo em torno de quinhentos dólares… e aí que as blogueiras gringas (que não possuem espírito de emergente pra andarem grifadas 24h, e customizam tudo que vêem pela frente) tiveram a genial ideia de pegar um colar xing-ling, e a partir dele, fazer um Tom Binns inspired. Eu, que não sou besta nem nada fiz o meu, bem atrasadinha(lembram do post de achados do Centro, quando eu comprei os colares pra customizar?), mas muito satisfeita com o resultado:

Pra fazer um colar desses não é preciso muito, a listinha de materiais é pequena, e se resume aos itens abaixo:

No mais, é só ter um tiquinho de paciência pra pintar pedrinha por pedrinha, e, para finalizar, consertar os borradinhos com acetona. Quanto à escolha das cores, tem um macete: tirem a foto do colar, e abram no photoshop; daí, vão pintando nas cores desejadas. Se combinarem, beleza, serão as escolhidas; caso contrário, é ir tentando até achar harmonia nas cores (fica a dica: um disco cromático é uma mão na roda pra combinar cores).

E é isso, espero que tenham gostado da dica, e pra quem já fez o seu, que tal  ir lá na fanpage do blog do Facebook e me mostrar? Tô doida pra debater ideias com vocês, porque tá faltando eu fazer em mais um, e queria uma ajudinha!

Devaneio atendido: Um Isabel Marant Beckett inspired só pra mim!

Lembram que um dia falei sobre meu desejo de ter um par de tênis Isabel Marant inspired( nesse post aqui)?

Então, tava eu lá pelo E-bay pesquisando, pesquisando, e não é que encontrei um vendedor “barra”, que tinha disponível um inspired praticamente (pelo menos por foto) igual ao desejado sneaker? Comprei na cega, confiando mesmo, e não é que deu certo! O que parecia por foto, ao vivo É IGUAL!

Vejam com seus próprios olhos:

Já usei tanto que ele tá todo sujo, o pobrezinho…

Pois bem, vamos ao que interessa, antes que #asminapirem vou deixar tudo esmiuçadinho aqui, pra vocês não ficarem com dúvidas:

Quem é o vendedor? É esse aqui. É atencioso, rastreou todo o caminho da mercadoria pra mim, inclusive se preocupou quando aqui era carnaval e a mercadoria tava esperando retirada, me indagou porque ainda não tinha ido buscar. Sim, fui taxada, mas valeu pra caramba, já que paguei oitenta reais de taxa, e os tênis custaram 145 dólares, e teve frete de 10 dólares.

E que tamanho pedir? Bem, a tabela que ele mostra no site realmente bate. Pedi um 36 europeu, e meu número é 34, deu certinho. O vendedor alerta para o fato de que quem tem um pé mais gordinho, menos oriental portanto, peça um número maior.

E as cores? Quando pedi o meu tinha praticamente todas as cores e modelos, não sei agora.

O produto é bem acabado? Muito, vale o que custa. Além de parecer muito com o original, me parece que o material é de qualidade, resistente, e com acabamento digno.

Espero finalmente ter atendido a contento o pedido de vocês, e quem mais adquiriu favor abastecer os comentários, pra todo mundo trocar figurinha, tá?

Montação de Natal e/ou Ano Novo

Feliz Natal, minha gente! Confesso que não sou muito de ficar mandando cartão, blá, blá, blá, porque não acho lá interessante essas festinhas, blá, blá, blá. Mas se Natal e Ano Novo servem de reflexão, pra fazer um balanço sobre o que aconteceu, e o que pode melhorar na vida de vocês, pelo menos algo bom a gente tira disso, né?

Mas, não é bem sobre sermão de Natal e Ano Novo que a gente veio falar aqui, e sim do danado do look do Natal, que foi um vestido que eu tava há um tempão procurando e só achei ontem, na loja Opção(pausa dramática): uma reprodução baratinha do Halston dress, popularizado por SJP em Sex and the city.

O modelo é esse abaixo, plissadinho e com duas camadas:

Pois bem. Achei um prata abandonado no meio das peças da Opção, não pude resistir, e trouxe pra casa. Usei no mesmo dia que comprei, maravilhoso!

O mais legal: ele é prata, quer dizer, ainda dá tempo de comprar pra o ano novo, acho super digno! Ainda vi uns por lá, portanto a quem interessar possa, vale a pena dar uma passadinha na loja pra ver se descola um.

Vestido – Opção

Pumps – Santa Lolla

Clutch – E-bay

Pulseira com padrão chevron – Forever 21

Pulseira prata – Luigi Bertolli

Boas Festas!

Santa Tia Alice saves the day!

Não tem jeito, toda vida que tem casamento, formatura e afins, o dilema é sempre o mesmo: com que roupa eu vou pra o samba que você me convidou?

Dessa vez, tava super decidida a fazer um vestidinho de renda, sem mais frescuras…só que uma colega graças a Deus disse antes que ia com um praticamente do mesmo jeito do que tinha idealizado, e aí que me veio a ideia na hora: quero um Balmain ombrão marcado inspired, tipo esse, da Blake:

Com a foto do modelo impresso na mão, corri pra casa, e roguei a Tia Alice um milagre: fazer, dois dias antes da festa, o bendito vestido. E ela fez, e eu amei, e no twitter foi uma comoção pra ver o modelo. Claro que mostro!

Como o vestido por si só já é fechoso, coloquei umas pumps Santa Lolla, e brincos+pulseira Sol Bijoux. A clutch é antigona, roubada do acervo de clutches de titia, ela deve ter trazido do RJ há uns 12, 15 anos. No cabelo, fiz só um rabo de cavalo com topete feito com bumpits, e make leve…o vestido era a estrela do look.

Um beijo pra Santa Tia Alice, que opera milagres tanto pra mim, quanto para as clientes dela!

Inventando moda: Pulseira Proenza Schouler inspired

Já tava com saudades de enviar vídeo pra o blog, mesmo mesmo!

No vídeo da vez, a gente vai aprender a fazer uma pulseira diferente, feita pela Proenza Schouler e claramente inspirada nos materiais usados pelos alpinistas e galera do rapel.

As usual, o vídeo é um improviso, mas que vem cheio de boa vontade de ensinar pra vocês como fazer uma pulseirinha parecida com as que coloquei ali acima. Tentar não custa nada, né?

E é isso, espero que tenham gostado, e adoraria ver a de vocês prontas!#curiosa

Páginas12