Vídeo da semana: DIY de headband aramada(ou tiara com arame)!

ab2

Oeeeee!!!

Finalmente eu consegui editar esse vídeo pra subir no blog! Hoje convido vocês a assistir esse DIY fácil e prático ensinando a fazer aquelas headbands aramadas que são vendidas por um preço nada amigo nas lojas da cidade. Digo nada amigo, porque custam em média uns 10 reais no barato, sendo que o que a gente gasta não chega a 2 reais!
Quem se animou pra tentar fazer em casa? Então, vem comigo!!

Dica: pra assistir em HD basta clicar na rodinha dentada do painel do YT no cantinho inferior do vídeo!

Enjoy!

DIY: buquê de broches

E o vídeo de hoje já tava guardado desde o ano passado, e por absoluta falta de tempo pra editar(sim, eu faço tudo no blog, do acabamento das imagens até o tratamento dos vídeos) não tinha subido. Se trata de um DIY ensinando a fazer o tal do buquê de broches, brouquet, brooches bouquet, como queiram, de uma maneira descomplicada, e que dá um toque vintage lindo no casamento. Sem falar no tanto de economia que a gente faz, já que um buquê desses custa, no mínimo, 700 reais por aí(quando todo feito de broches, sem tecidos ou pérolas no preenchimento deles).

Então, espero que gostem do vídeo, e se surgir qualquer dúvida, perguntem nos comentários que tentarei responder o mais rápido possível:

 

Ah, pra quem tem mini-preguiça de fazer o seu, tô pensando em comercializar uns, qualquer coisa só mandar e-mail!

 

Direto dos anos 90, o scrunchie ataca novamente (e divide opiniões)
Em: Beleza

20140206-202829.jpg

Tenho dito a vocês há bastante tempo que os anos 80 e os 90 vêm se infiltrando na moda, forçando a barra mesmo: ombreiras-Didi, cores fluo, camisas xadrez estilo grunge, coturnos…tudo isso fez parte das décadas citadas, e, me parece, elas não vão deixar de ser influência tão cedo no mundo da moda. Isso que digo é tão verdade que tava com dois posts na agulha sobre tendências das décadas citadas, e um deles é o de hoje, sobre a volta das “xuxinhas” de tecido, os chamados scrunchies.

Olha, nem tô aí com vocês, mas já vi algumas boquinhas entortarem pra esse acessório, mas vamos ser sincera, das meninas dos anos 80/90 atire a primeira pedra que não teve/desejou um scrunchie Pakalolo! Era tendência total, agregava valor ao look, era o scrunchie-ostentação. Depois, a gente cresce, começa achar um tico kitsch, e agora fica como eu, doida pra usar um scrunchie do jeito que as meninas tão usando agora, ornando o coque, ou o rabo de cavalo. Bipolar? Só um tico hahahahah

Em verdade vos digo: não sou muito de taxar, porque já vi várias coisas levarem o estigma de “brega”, mas que ficaram magníficas quando usadas por alguém com estilo, alguém que segure o look. E busquei nas imagens de hoje justamente isso: jeitos estilosos de usar o scrunchie, deixando-o repaginado para o século 21.

Então, simbora acender comigo o desejo de usar scrunchie nesse calorão?

20140206-203748.jpg

20140206-203807.jpg

20140206-203827.jpg

20140206-203853.jpg

Massa, né? Tô tentando aprender a fazer um, e se conseguir penso em fazer um vídeo DIY, que acham?

assinatura2

Look de domingo: Cut out body

Já disse pra vocês um zilhão de vezes que não gosto de frio, e bem por isso não curto ficar postando looks outono/inverno…sei lá, aqui em Natal não existe outono/inverno, no máximo uma época com ventinhos agradáveis, umas chuvas desmanteladas e indecisas e só. Pra mim, essa época do ano é massa pra antecipar os looks primavera/verão, então coloquei meu body cut out na rua, meu shortinho customizado, e fui, feliz da vida, e confortabilíssima curtir meu domingão!

Tá certo que vocês só vão ver looks do gênero lá pra o fim desse mês, mas que besteira, quem liga pra tendência? Eu quero é leveza!

wbody5

wbody4

wbody3

wbody2

Wbody1

Fotos: Jefferson Braga

Body – Tia Alice (preço sob consulta , mais informações em [email protected])

Shorts – Shortinho comprado na Marisa e customizado por mim. Quer um? Acessa o vídeo AQUI!

Sandália rasteirinha – City Shoes

Lenço e pulseiras – comprei certamente nessas lojinhas de bijuterias do Centro, há muito tempo!

Óculos – Ebay

DFTV: Reformando o velho colar de strass

Hoje é dia de vídeo, e daqueles legais. Sabe aquele colar de strass que a gente compra no impulso porque é baratinho, mas quando vai usar fica meio assim, sei lá? Pois é, tinha um assim, e percebi que ia dar mais uso a ele se fizesse uma mini-reforma, usando basicamente, linha para bordar.

É muito fácil, e quem quiser aprender só conferir no vídeo, clicando na imagem abaixo:

[youtube]http://youtu.be/Vf6EpTVedoY[/youtube]

Que tal tentar já no fim de semana dar um up no colarzinho, hein? Quem fizer me linka no Twitter(@devaneios_f) pra eu pôr na página do blog, tá?

DIY Decor: Calendário de parede (estilo lousa)

Eaê, meu povo, tá lembrado de mim??! É eu sou a mesma, mas a minha parede…definitivamente, tá mudada!

Nesse domingo de muita faxina, resolvi colocar em prática uma ideia que eu vinha adiando, adiando, principalmente em razão da falta de tempo. Quando a gente tem semana muito corrida/atarefada, é no fim de semana que você resolve sua vida, e aí não sobra tempo para nada, nadica…nem pra esse blog aqui que eu amo tanto, mas tenho negligenciado por vezes(não desistam de mim, galera, continuarei postando, e me esforçando pra não passar muito tempo ausente).

Juro, tava muito agoniada vendo meus adesivos vinílicos no chão há mais de 4 meses, e tomei uma atitude: criar meu calendário de parede estilo lousa. É trabalhoso, mas o resultado é ótimo, fora que é muito útil, principalmente para quem tem um tdahzinho de leve, e precisa programar estudos, trabalhos, postagens, vídeos, viagens, reuniões, tipo eu!

Então, vamos criar coragem e aprender a fazer? Vem comigo!

Antes mesmo de fazer o calendário, queria conversar um pouquinho com vocês sobre o adesivo vinílico: ele pode ser encontrado em casas de serigrafia, inclusive tem preto e branco(que a gente escreve com aqueles pincéis atômicos de lousa branca). Eu comprei meu rolo de 2mx45cm no Ebay faz um tempinho, chegou sem taxas, e me custou uns R$ 15,00 nesse link aqui. Mas dia desses eu tava na Le Biscuit, e vi que vende o papel Contact preto fosco, que acho que é a mesma coisa, pelo menos à primeira vista me pareceu muito semelhante.

Dito isso vamos ao passo-a-passo.

Antes de tudo, você tem que calcular o tamanho do seu calendário: obrigatoriamente serão fileiras de 7 quadradinhos(ou círculos, ou nuvenzinhas, o formato é com vocês) na horizontal(equivalente aos dias da semana), e cinco na fileira em vertical. Minha medida inicial foi 70 cm x 50 cm de quadradinhos, mas dei uma margem de 6 centímetros (no total) aproximadamente na horizontal, e uns 4 ou cinco na vertical para os quadradinhos não ficarem tão grudados. Então, é bom deixar uma margenzinha entre um e outro, fica mais bacana.

Calculado mais ou menos o tamanho da área a ser preenchida, a gente corta o quadradinho (fiz 10×10)(img 1) num molde e utiliza esse padrão para marcar no adesivo vinílico (imgs 2 e 3). Ao todo, cortei 35 pecinhas dessas da quarta foto.

Feitos os quadradinhos, a gente corre pra área que a gente pretende preencher e manda bronca. Como coordenação não é lá meu forte, fiz uma marcação de fita crepe para me nortear na colagem (img 5). E fui colando (imgs. 6, 7, e 8), procurando deixar um espacinho de 1 cm nas peças da horizontal, e 0,4 cm entre os quadradinhos na vertical.

Depois de colados todos os quadradinhos, corri no computador, escrevi as iniciais dos dias da semana numa fonte gordinha (img 10), cortei e usei de molde para copiar no adesivo vinílico (img 12); também imprimi a imagem de um balão de diálogo(img 11) para colocar notinhas adicionais no meu quadro de planejamento. Pus as letrinhas no topo do calendário, os balões na lateral, e pronto: habemus calendário-lousa lindo de viver!

Uma ideia simples, barata, e que é uma mão na roda para quem quer ter sua vida pessoal e profissional sob controle!

Bom início de semana a todos!

Páginas123456