Verão 2016: o biquíni que promete ser a sensação no Brasil

abkiini

 

Eu adoro seguir as blogueiras gringas, fato. Ao contrário do Brasil, onde blogueira autêntica é exceção, lá na gringa tem muita inspiração nos blogs, muito texto, muita composição com conteúdo, personalidade, e os looks são looks possíveis, bem “vida real”. E nessas minhas visitas aos blogs lá de fora, percebi que a febre boho continua, também na moda praia. O verão desse ano no Brasil foi dos bodies e biquínis todos em crochê; em 2016, o biquíni com barrados em crochê já dominou lá fora, e promete tomar conta das nossas praias.

Tudo começou quando um turco chamado Kiini, apaixonado pelo trabalho artesanal, resolveu desenvolver uma linha moda praia com uma pegada bem “handmade”, misturando a lycra do biquíni com elásticos coloridos, unidos por pontos em crochê. Caiu no gosto das gringas, virou febre. Estoura a marca Kiini Swimwear.

kiini

 O bacana do trabalho artesanal que não tem como um modelo sair totalmente igual a outro, e olha, amei esses biquínis numa medida…doida por um azul marinho bem colorido!

moodboardkiini

O valor, comprando fora, é salgado, tipo, uns 300 dólares (isso mesmo), MASSS eu selecionei uma lista de lojas brasileiras que já têm o modelo, e entregam no Brasil todo, anotem aí:

- Só Biquínis Moda Praia (link para o Insta da loja AQUI);

- Biquínis Morgana Naciff  by Siss (link para o Insta da loja AQUI;

- Biquínis Rafa Brasil (link para o site da loja AQUI);

- Biquínis Summer (link para o Insta da loja AQUI).

Caso vocês ainda achem o preço das lojas brasileiras salgadinho, que tal pedir àquela tia, ou avó, ou mesmo amiga habilidosa pra fazer pra você num precinho camarada? Vale imprimir as imagens que disponibilizei e mostrar pra elas, quem sabe elas não desenrolam? Corre em lojas especializadas, comprem as linhas, os elásticos, peçam pra uma costureira passar a overloque na lycra dos biquínis e mandem bronca!

 Beijos!

Os “10 mais” do verão 2015

Oeeeee!

Verão já chegou jogando sua sensação térmica de 42 graus na cara da gente, e o que a gente mais deseja é investir em looks fresquinhos, sem deixar de lado o famoso “que é que tão usando”…porque muito embora a gente ame peças atemporais, de vez em quando é bom usar uma “modinha da vez”.  Em verdade, passaria o dia inteiro filosofando com vocês sobre minha visão acerca da tendência, e do termo “tem-que-ter” que permeiam os blogs e revistas, mas uma resposta muito rasa sobre o assunto é que o que vale é ser leve. Leveza é tudo na vida, a gente não pode entrar na paranóia de ter que usar algo que está na moda porque fulana usa, e só ter no guarda-roupas peças ditas “trend”. Bom senso e leveza são tudo.

Mas, deixado meu recado, vou listar aqui o que acho que são os 10 mais do verão; entre acessórios e peças de roupa, fiz uma listinha do que ando vendo bastante por aí, e muitos itens desse rol já foram assunto de posts meus. Então corre pro guarda-roupa e analisa logo o que você tem dessas peças pra dar uma refrescada no look que a estação pede!

#1: Cropped Top

Em verdade, em verdade, o cropped mora no meu coração o ano inteiro, por anos e anos. Mas andei reparando que nesses últimos meses tenho visto o crop top com variantes lindas, com recortes, manga morcego, ombro-a-ombro…e como o verão pede blusinha fresquinha, os crops têm sido uma opção maravilhosa pra amenizar o calor.

croptopsum

#2 – Macaquinho

Muito amor pelo macaquinho, gente, muito amor! Dispensa o gasto de tempo com montação, já que é só botar ele, uma rasteirinha, um acessório legal, e correr pra rua, é fofo, é feminino, e é democrático, porque todo mundo pode usar! Esse da Taylor Swift tá muito bapho, já quero uma assim!

macaquinho

#3: Flash Tattoos e #4: Top de crochê

Se tem um item do verão que vai embora com ele, esse item é a flash tattoo…já tá tomando as praias, mas creio que não vai além de março… então, corre e aproveita, menina, vamo sair tudo linda trabalhada nas tattoos txipoan a Bey!

Já o top de crochê eu não acho “tendência” passageira. A gente sabe que a primavera/verão trouxe uma pegada anos 70 e tal, mas o crochê pra mim é atemporal. Sabem dos tops e saias em crochê que posto no Insta? Todas as peças têm, no mínimo, dez anos de existência, todas feitas por titia. Portanto, essa febre dos tops e bodies em crochê que estão inundando as redes sociais e blogs, só me fizeram aproveitar mais o que eu já tinha, e nunca tinha deixado de usar(vários looks do dia de dois, três anos atrás têm peças de crochê incluídas, vasculhem pelo blog que cês acham). Mas, pra quem tá chegando agora, e quer pegar a vibe do crochê nesse verão, a dica é apostar nos tops frente única (como, por exemplo, esses da foto), biquínis, e blusinhas cropped.

flashcrochet

#5: Shortinhos

Pra mim, que moro num caldeirão em ebulição, shortinho é peça obrigatória. Já pra quem mora em regiões com clima mais ameno, é no verão que vem a oportunidade de tirar os shortinhos do fundo do armário e botar as pernocas de fora, e a dica é se apegar de corpo, alma e coração aos shorts boxer (arredondados nas pontas, alguns com detalhe em renda, outros com barrado de pom-pom), ao bom e velho jeans destroyed, e aos maravilhosos shorts-saias, por exemplo. Shortinho é vida no calor!

shortinho

#6: Vestido longo e #7: Saia longa

Vestidos longos e saias longas são verdadeiros clássicos de verão. Pra mim, clássicos do ano inteiro, porque na Cidade do Sol um look leve, e fluido é o que tem de melhor pra imprimir uma feminilidade mais natural, menos “montada”, digamos assim. Sou sincera, gente, não dá pra fazer a phyna 24 horas por dia nessa cidade, o calor corta toda e qualquer tentativa, e no verão então…portanto, força na peruca e nas saias e vestidos longos que o look já fica barra, como a gente pode atestar nas imagens abaixo:

longdressskirt

#8: Kimono

Tem coisa mais maravilhosa que o kimono, gente? Não tem. No verão, é hora de dar tchau aos blazers, casaquetos, e cardigans como terceira peça e investir nos kimonos. Kimono amo a vida inteira, mas nesse verão, podem ter certeza, a gente vai ver tipo MUITO por aí, na praia e na cidade.

kimonosum

#9: Sneaker branco

Tava já loucona pra falar com vocês sobre os tênis brancos. Vem despontando uma tendência lá fora de aposta em looks mais limpos, low profile, normais digamos assim, que denominaram de normcore.Lembram dos looks do Steve Jobs a cada lançamento da Apple? Pois bem, eles são representativos do normcore. Não demorou pra hypar no mundo da moda, e os tênis brancos certamente são parte da vestimenta dos norms. Eu amei esse resgate dos tênis brancos, e meu Adidão, que usava eventualmente, tá saindo com força do guarda-roupas pra passear nessa estação!

whitesneaker

#10: Vestido branco

Na minha visão, ao lado do vestidinho preto indefectível, deve ficar o vestidinho branco de verão. Um é clássico o ano inteiro; o outro, clássico dos períodos mais quentes do ano. E, se a gente tem o cuidado de escolher o vestidinho preto pra vida, esse mesmo cuidado a gente deve levar na escolha do vestidinho branco. Eu, particularmente, prefiro aqueles com detalhes em renda, mais fluidos, ou confeccionados em cambraia. Clássicos do calorão, e uma graça, com certeza.

vestidobranco

E aí, curtiram meus 10-mais? Sei que ficaram algumas coisinhas de fora, mas a gente vai conversando ao longo dos próximos 3 meses de verão! :)

assinatura2

Revirando o guarda-roupas da mãe: em busca do top perdido!

Sim, sim, esse é mais um post que traz uma peça que a gente pode achar fácil revirando roupas antigas de nossas mães, e avós. Meninas, se preparem, que o top curtinho de crochê/renda/guipure vai explodir na primavera/verão!!

E como eu sei disso? Pura observação! Vejo um look num festival ali, uma olhadinha nas celebs aqui, leio umas revistas gringas, pesquiso sobre moda anos 70, e pronto, a aposta vira post aqui no blog!

Não, o crop top não veio do verão passado. Sim, ele mais antigo do que a gente imagina! Sabe as pin ups? E as belly dancers? Pois bem, essas meninas já desfilavam de barriguinha de fora por aí, de top e shortinho hot pants. Ou seja, nada de novo no front.

Especificamente sobre o crop top do post de hoje (em renda, guipure ou crochê), tenho uma foto aqui bem antiguinha, de 1969, com a Jane Birkin usando. Nunca um look foi tão atual, e digo mais, se preparem que a gente vai ver muita gente andando assim por aí em breve!

birkincroptoplace

Como eu já disse dia desses por aqui, estamos em tempos maravilhosos, podemos vestir o que der na cabeça, não importa onde fomos buscar referências. Ou seja, a gente cata uma saia midi lá dos anos 50, bota um top de crochê bem anos 70, e pronto, estamos lindas!

Isso é o bacana, a democracia do estilo, que inclusive vai além da mescla de tendências de épocas diferentes; ela abrange também todo tipo de corpo. E o que eu quero dizer com isso? Que você, amiga mais cheinha, pode usar qualquer peça que você quiser, inclusive o top cropped. SIM, o top cropped. O segredo do estilo tá em uma coisa bem simples: bom senso.  A gente vestindo o bom senso antes de qualquer peça, torna o look à prova de erros.

Particularmente, eu amo uma produção que tem crop top e pantalonas, calças, shorts, e saias que cubram o umbigo. Mas é só uma questão de gosto, já que o umbigo, segundo o que ando pesquisando, tá descarado mesmo, vem aparecendo com força nas montações. Quem sabe daqui pra começar a primavera/verão eu ache um jeito de mostrar o umbigo de uma maneira mais estilosa e menos É o Tchan…vou estudando, me montando em casa, testando, e quando eu descobrir, tiro foto do look procês.

E pra gente já ir entrando no clima (quem mora no litoral do nordeste já sabe, looks de verão eternamente hahaha), separei muitas fotos de meninas mostrando como a gente pode usar crop top em guipure(que eu amo), renda, e crochê(que eu amo parte 2), e lacrar nessa temporada linda que vem chegando:

topparte1

topparte2

Tantas possibilidades né? Assim fica até fácil fazer uma composiçãozinha com o top…tão preparadas?

assinatura2

Pelo Instagram: Julho/Agosto/Setembro de 2012

Acho que pelo título do post, vocês pensaram que esse seria mais um daqueles posts cheios de imagens, já que tentei compilar três meses de Instagram por aqui. Que nada, selecionei poucas fotos, só pra forçar vocês a me seguirem por lá, acompanharem as fotitas “uppadas”, e comentarem, claro! (segue, galera, @roxy_queen)

Vamos a elas?

Pra começar, a gente vai falar um pouquinho sobre esse produto que tem um formato fálico bem esquisito, mas faz maravilhas para o seu cabelo: O After Party, da Tigi. Como o próprio nome diz, a gente usa o after party depois daquele estragão, seja depois de uma noite naquela formatura, seja quando a gente acorda de cabelón amassado, rebelde. O BH ajuda com os fios indisciplinados, dá um brilho maravilhoso, um cheiro perfeito, e também pode ser usado após a escova, ou prancha. tô gostando quilos desse produto, e queria um estoque de uns cinco, amigas que vão pras gringas, lembrem da louca aqui, tá?

Já a segunda imagem foi cooptada do amado, idolatrado, salve, salve Pinterest (me segue por lá, Rose Freitas, tô pedinte hoje), e espelha meu desejo por um scarpin neon. Primeiro porque eu amo scarpin, me sinto uma advogada tão chique quando uso haahaha! Ah, e depois porque neon, né, minha veia oitentista pula quando vejo alguma coisa “cheguei”, não dá pra segurar.  Sim, e como tudo por aqui é randômico, inclusive meu pensamento, saio dos pés, pra postar foto de um sorvetinho que aprendi a fazer em casa, quem quiser receita pede vídeo por aqui que eu ensino, é muito fácil, prático, rápido…tá, não é tão rápido, mas fica uma delícia.

Já na segunda fileirinha mais um produto de cabelo, que comprei às cegas, e me apaixonei: é o Sea Mist da John Masters Organics. Como minha obsessão é um cabelo ondulado de praia, ele justamente dá esse efeito, porque é feito à base de sal marinho, e ainda deixa o cabelo cheiroso, já que leva lavanda em sua formulação. TÔ ADORANDO esse bichinho, mas tenho pena de usar pra não acabar, coisas de quem sabe o sofrimento de esperar mais de 60 dias por mercadorias do exterior.

Ainda na linha beleza, mostrei pra vocês no Insta a base Graftobian, muito usada pelas artistas globais no mundo pós-HD. Gente, ela é muito perfeita, carésima no Brasil, mas na época fiz uma muganga e consegui comprar num site gringo que nem me lembro mais. Porém, acho que no E-bay já deve ter – bem como a faladérrima paleta de corretivos de marca – pra vender. Vale muito a pena, a pele da gente fica coisa de cinema.

E o que dizer dessa sainha de crochê que a mãe de Camilla Savana fez? Já tô com uns novelos neon pra encomendar mais duas, e quem quiser fazer sua encomenda, só gritar pela Camilla no Twitter, ou Instagram, que ela explica direitinho (@camillasavana). Em breve vai ter look com minha nova aquisição.

Na sétima foto, minha sainha nova, que também mostrarei por aqui. Essa foi mais um trabalho conjunto com titia, já que o tal do godê buraco, pra emendar no corpo reto da saia foi nível 10 de dificuldade pra mim. Mas um dia eu aprendo, não é possível. Também vai ter look mais pra frente. Já na imagem seguinte, tem festa de coisinhas pra criar uns vídeos pro blog, tentarei me organizar, porque tô cheia de ideias, mas ainda tô meio que organizando minha mudança, tá tudo muito bagunçado, paciência, amigas, vai rolar coisa boa, sim!

E esse meu flying knee? Me achei super Anderson Silva ó! Mas o melhor mesmo foram os treinos com o Rony Jason do TUF Brasil, fiquei tão feliz! Aliás, o muay thai me deixa muito feliz, acho que todo mundo deveria experimentar, faz um bem danado.

Nas imagens seguintes, mais aleatoriedades: pulseirinha fofa com um elefantinho, inspiração pra gente fazer em casa, meus tênis acesos novos, minha calça de corações Marisa muito lindinha, e alguns tecidos novos que comprei pra mim, um de folhagens, e outro com estampa náutica, que não vejo a hora virar camisa.

Por fim, um cinto de miçangas que levanta qualquer look, presente da minha friend Tati, que já desapega aqui em casa coisas lindíssimas, que segundo ela, só eu tenho coragem de usar. :)

Então é isso, ando mostrando muita coisa legal pelo Instagram, mas essa seleção resume o que achei de mais bacana pra compartilhar por aqui com vocês. Ah, quem também tiver Insta e quiser deixar o nome de usuário aqui nos comentários, fique a vontade, vai ser legal a gente se seguir, e fofocar por lá!

Adooooro! da semana: Vestido de crochê

Não é segredo pra ninguém que lê esse blog que, por mim, teria todas as peças do meu guarda-roupas feitas de modo artesanal: crochê, renascença, filé, renda de bilro…tudo isso me fascina, e dá um tom de peça “exclusiva”.

E o adoro da semana retrata bem isso…ou vocês já viram mais alguém em look de streetstyle com esse mesmo vestido da foto abaixo?

Foto: reprodução

Não, né? Certamente verão futuramente, porque depois de ver essa imagem, aposto que tem gente(vulgo, eu), doida pra fazer um também.

Adooooro! da Semana: Annabelle Fleur

O “adoro” da semana não saiu domingo, mas hoje eu trago em dose dupla. Com a primavera despontando no hemisfério norte, os looks alegrinhos nos blogs gringos começam a pipocar para nossa alegria. Sabem, já até disse num post, como não tenho outono/inverno por aqui, fico morgando pra mostrar pra vocês o que andou rolando nas passarelas(porém prometo que vai sair o resumão, tá?) para as épocas mais frias do ano. Eu gosto é de floral, de cores fortes (ainda bem que nesse inverno elas pintaram), de peças leves, fluidas, vaporosas, dos shortinhos, das sainhas…coisas de quem vive o verão quase todos os dias do ano.

Pois bem. Trago pra vocês uma das blogueiras mais legais da gringa, a Annabelle Fleur, usando dois looks beeeeeeeeeem usáveis por aqui: um inclui camisa de seda e saia assimétrica, e o outro, regatinha floral + crochê + calça colorida. Super!!!!

Foi duplo porque realmente a dúvida foi grande em escolher o mais legal.

Páginas123