Prova de fogo: Base Revlon Colorstay

Quem mora nos trópicos deve ter se queixado, pelo menos uma vez na vida, sobre a dificuldade que é segurar uma base por muito tempo no rosto, sem que a pele brilhe, ou a base “craquele” todinha. Mais sofrido ainda é ter uma pele mista, como a minha, que vez ou outra tá prontinha pra fritar uma coxinha em cima.

Eu sou a louca da base, vivo testando, e a da vez é a Revlon Colorstay, que promete o seguinte:

Conforto e pele matte durante todo o dia;

Formulação Oil-free;

Não transfere pra roupa;

Aparência suave, e natural.

Pois bem. Depois de todas essas promessas, resolvi ir ao site da Brigette’s Boutique, escolhi no olhômetro a cor Ivory 110, e vejam só, deu certo em mim!

Mas vamos às imagens com base, sem base, e com base e pó (lembrando que o pó que usei foi o Revlon Colorstay também, é o que uso no dia-a-dia, junto com o microfinish HD, da elf):

(Papis Selva, obrigada por essa sobrancelha levantada(que o Sr. também tem) que não baixa nem com reza braba, nem com designer de sobrancelha caceteira)

(sorry o cabelo molhado, é que tava preparando outro post pra vocês em que o picumã tinha que estar assim)

A aplicação se deu às 09:30 da manhã, e simplesmente às 13:30, com calor de 32 graus, ela estava intacta!

Somente às 16:30 é que a oleosidade começou a dar seu ar da graça, mas, ainda assim, vocês vão ver pela última foto do post, a maquiagem segurou dignamente.

Ou seja: tem como não amar uma base que segura SETE HORAS em solos nordestinos? Nossa Senhora Pat Mcgrath que abençoe essa base linda!

DF aprovou com louvor!

Me digam, qual base dá esse efeito em vocês? Alguém mais sentiu isso da Colorstay?