Você sabe o cabide certo para cada roupa?

Geralmente quando a gente fala em conservar as roupas, a gente associa logo à idéia de evitar mofos, desfiados, pensa em seguir as instruções de lavagem…nunquinha passa por nossa cabeça o fato de que pendurar a roupa no cabide errado pode fazê-la durar menos. Pois é, pois é, pois é…

E é sobre isso que quero conversas com vocês no post de hoje. A gente vai falar um pouquinho sobre os diferentes tipos de cabide, e que tipo de peças podem ser penduradas em cada um.

Pode parecer um post bem longo, mas, se é pra fazer durar nossas roupitchas, que mal tem ler na íntegra, né?

Então, mãos à obra!

Cabides anatômicos


Perfeito para pendurar casacos, blazers e jaquetas. Por não terem haste, também são bons para vestidos, camisas e blusas. Se o tecido for fininho, ou fluido, escolha cabides com estrutura anti-derrapante nas laterais.


Cabides com haste


Ideal para ternos. Legal também para pendurar echarpes e lenços, isso quando a gente não opta por guardá-los em uma gaveta própria (como eu faço).

Cabides de presilhas

Bom para os tailleurs. Para não marcar a saia na parte das presilhas, coloque disquinhos de feltro. Os cabides de presilhas também são legais pra pendurar frente-únicas, tomara-que-caia e corselets. Lembrem apenas de pendurá-las de cabeça pra baixo, para não caírem, nem amassarem.

Cabides com fendas laterais


Bom para pendurar blusas e vestidos de alcinha, já que essa “quebrinha” na extremidades segura a peça no lugar, sem deformar.

Cabides de pressão


Perfeito para as saias, mas nada impede que você opte pelos cabides de presilhas, que também são bons. Pra falar a verdade, nunca mais tinha visto um cabide desse jeito.

Cabide para Calças


Para não ocupar muito espaço, dependendo da altura do varão, uma dica é pendurar calças em cabides de saias. Isso também evita aquelas marcas indesejáveis. Caso prefira esses daí de cima, pendure as calças com o gancho voltado para o fundo do armário.

SOBRE O MATERIAL DOS CABIDES…

Os cabides de madeira são ideais para blazers, jaquetas, camisas, vestidos, casacos, peças com mangas. Contudo, ocupam muito espaço, razão pela qual é preferível optar por cabides de plástico, mas de uma qualidade legal, pra não deformar as roupas.

Cabides de plástico duro: peças sem manga.

Cabides forrados: peças delicadas, tecidos que marcam facilmente e alguns tricôs.

Cabides de arame: esses nem merecem comentário. Deformam a roupa da gente como nenhum outro. Evite!

Além das dicas acima, separei mais uma diquinhas gerais de arrumação:

*Quer pendurar gravatas e cintos? Aqueles ganchinhos que a gente compra em lojas multicoisas são perfeitos, e baratinhos. Eu viciei nesse artefato desde que consegui o incrível feito de organizar meus colares com eles.

*Para proteger casacos, blazers e vestidos de festa, costure umas capinhas em TNT. Deixam o tecido arejado.

*Cabides com ganchos giratórios são uma mão na roda. Invista em alguns.

*Essa é a cara do meu sogro: cabides da cor da roupa, além de dar uma harmonia, ajuda na hora de puxar a peça na cor que você quer.

*Não ponha setecentas peças num cabide só. O ideal é cada uma(peça) no seu cabide quadrado.

*Você não resistiu à febre da blusinha/regatinha de seda? Conserve-a, então, para as próximas estações em cabides de tecido, para não escorregar, nem deformar. Se não tiver, pode usar aqueles de plásticos com ganchinhos pra pendurar as alcinhas.

E assim a gente tanto organiza o guarda-roupas (o que auxilia, e muito, na composição nossa de cada dia), quanto faz nossas roupas durarem um pouco mais! Tem coisa melhor que dar vida longa às nossas peças?

VSMT: Tia Alice, dia 25

Quase dois meses de VSMT, mas vai ser muito legal, meninas…o crème de la crème deixei para o final, aguardem!

O look Tia Alice tava guardadinho aqui no computador, tirei essas fotos na Argentina, mas só agora tive a coragem de pegar o pendrive e passar para o note…look simples, mas com sobreposições, e querem saber? Amei usar 3 Tops: Camisete, T-shirt com manga estruturada Tia Alice, e Cardigã Opção. Na parte de baixo, shortinho de couro fake caramelo da Spicy, e meias Zara supriram bem a demanda!

Nos detalhes, apenas um coque que fiz às pressas que tem trança lateral, e sapatos Arezzo. Basiquinho todo!

Aguardem os próximos modelos, garanto que vão ser fortes emoções!

Marie Claire França de fevereiro/2011: Tout sur les fleurs…

Comecinho de fevereiro, e os editoriais primaveris começam a estourar no hemisfério norte em todas as revistas…tô cheia de imagens aqui, mas vou dosar para que vocês possam prestar atenção detalhadamente em cada um deles.

O escolhido de hoje foi o melhor até agora….a Marie Claire França simplesmente condensou todas as tendências da estação em um editorial que teve como pano de fundo as flores.

As imagens são lindas; as peças, facilmente reconhecidas pelas leitoras deste blog(uma vez que mostrei várias delas aqui).

Modelos vaporosos, o velho preto-e-branco, o tom caramelo, a padronagem liberty, o navy…pensei já ter visto esse filme antes. E vi. Porém, não tão perfeito assim.

As mil facetas da primavera demonstram o quão mimetista é essa estação: pode-se ir do romântico/bucólico ao sexy/chic em fração de segundos, sem fugir do tema.

Pode parecer meio repetitivo, mas cobicei de corpo e alma cada look do editorial, não sei se por meu amor claro e evidente por flores, cores, e coisas usáveis, ou porque a coisa realmente ficou perfeita. Até gosto do conceitual, do inovador, mas o que é feito com simplicidade, boa escolha de peças, e excelentes locações também pode ser surpreendente!

A tendência do floral bate tão forte lá fora (e por aqui fica praticamente o ano todo) que saiu das peças e correu para os acessórios. Broches de cabelo, colares, e broches de flores se tornaram itens indispensáveis no armário de qualquer curiosa por moda.

E não tem muita regra, exceto a do bom senso: padronagens podem ser combinadas(navy e floral), estampas podem coexistir pacificamente…esse é O editoral, não acham?

Milhões de tendências em um só editorial, não adianta reclamar, não é mesmo, guels?!!!

Marie Claire França, sua linda, obrigada por incrementar meu caderninho de must-haves!

*Fotos: Anne Menke