DIY: choker lacinho e choker margarida

Volteeeeei, meu povo!

Aproveitei que é feriado aqui na minha terra pra editar um vídeo ensinado a fazer mais dois chokers: um deles estilo gravatinha, lacinho, uoreva, pra gente fazer a Alexa Chung por aí, e outro de margarida, bem boho…esse eu uso direto, e já quero fazer um branquinho também pra fazer um neck swag!

Espero que gostem, e lembrem: se inscrevam no canal pra amigue aqui se empolgar e fazer mais vídeos!


Peça-Desejo: Camisa com babados Miu Miu

abmiumiu

 

Eu amo camisa. Na minha vida, ela tá na correria do dia-a-dia do trabalho, e nos looks de lazer. As minhas preferidas? As de algodão, porque não esquentam, e deixam a gente sempre arrumadinha!

E hoje vou falar pra vocês sobre um modelo de camisa que já tava faz um tempinho na minha pastinha de inspirações: a camisa com babados da Miu Miu, que foi desfilada na coleção de inverno 2015 da grife, e que bombou no street style das semanas de moda do hemisfério norte. O desfile foi uma mistura de eras, um verdadeiro passeio pelas décadas de 50, 60, 70, e 80…foi de encher os olhos, as referências eram inusitadas, indo de Lady Di a Talking Heads.

Quando vi no Instagram, eu pirei na camisa, porque é um modelo diferente de todas que eu tenho; faz uma linha bem vintage, e aparenta ser em algodão, ou seja: PERFEITA pra mim!

runwayMiu2015

Quem viu o snap de Victoria Ceridono ontem, percebeu que ela usou esse modelo, a camisa azulzinha da imagem acima pra ser mais precisa, e combinou só com jeans e um scarpin nude, mostrando que ter uma peça dessas no guarda-roupas torna a montação mais prática, uma vez que, como o modelo e a estampa chamam a atenção, bastam peças mais básicas pra ornar com a camisa.

Separei alguns looks de street style só pra vocês terem uma ideia da lindeza que fica uma composição que tem essa camisa da Miu Miu como peça-chave:

pratMiu2015

O modelo sem manguinhas em estampa com vermelho é um amor, né não? Já quero uma parecida pra ontem, gente, como faz???

Beijos e até o próximo post!

 

 

It’s all about the jeans (’bout the jeans)

alljeansab

Imagem: reprodução

No post de hoje eu vou passar pra vocês o recado dado pelas passarelas gringas: prepara, que lá vem o jeans!

alljeans5

Impressionante, quase todas as grifes lá de fora apresentaram peças em jeans, nas mais variadas lavagens, com peças ora puxando pro minimalismo, ora o barroco gritando no centro. De bermuda a saia longa (lembram de Neyde no VMA com Justino? Clica AQUI pra relembrar!) em jeans, passando por macacões e camisas oversized, o importante era mostrar que ele tá na área, e não vai adiantar a gente fugir, porque uma peça a gente vai desejar. 2015 vai ser o ano do denim, anotem aí.

alljeans6

Conforme fui dando uma olhadela nos desfiles, percebi que o jeans skinny nosso de cada dia meio que ficou no street style; nas passarelas reinou a calça mais larguinha, bem com jeito das baggies dos anos 90; os vestidos, cheirinho de anos 70; o patchwork, da Neyde com Justino, anos 2000. Tava tudo bem eclético, tranqüilo pra gente escolher com que denim vamos sair em 2015. Amei as lavagens mais claras, e as peças com cortes mais clássicos. A midi de lavagem escura, amor total, até porque já tenho uma faz tempo, e acho um charme, tipo, peça que atravessa os anos, e continua in.

Só pra vocês sentirem o drama, depois de mostrar os looks de passarela, separei uns bem vida real, pra gente ver como dá pra adaptar as loucurinhas desfiladas ao nosso corpo, e estilo.

alljeans1

alljeans2

alljeans4

alljeans3

E aí, se animaram em montar um look todo trabalhado no jeans? Já tô separando minhas pecinhas, jeans + jeans = amor!

Jeans + Renda, quando o rústico e delicado se encontram

abdefilacejeans

Muita gente pode até achar o contrário, mas eu considero o ato do vestir uma coisa muito lúdica. Brincar com peças de texturas opostas, dar um toque de cor a um look mais sóbrio, usar um acessório diferente, tudo isso deixa uma coisa que a gente faz todos os dias, talvez várias vezes ao dia, menos entediante. Conhecer nossas peças, e saber quem somos (personalidade, corpo, gostos), são os passos mais importantes pra começar a brincadeira. Juntando tudo isso que falei a resultante não poderia ser outra: um look bapho, e quando falo em bapho, não falo de composição “montada”, e sim de um look que traduz um estilo que é só seu.

Pois bem, dito isso, passemos ao meu look de hoje, que juntou uma saia longa rendada com uma camisa jeans; aqui, o rústico e o delicado se encontraram, numa mistura que achei muito anos 70, ainda mais quando complementada a composição com sandália de salto de cortiça, pata de elefante, e óculos redondos. Um Woodstock mood no nosso dia-a-dia.

lacejeans2

lacejeans1

lacejeans3

Fotos: Jefferson Braga

Sobre os créditos do look, lá vai:

- Camisa jeans – Leader

- Saia de renda: Tia Alice

- Bolsa saco e óculos – Aliexpress

- Sandálias – Arezzo

- Relógio – Casio vintage

- Pulseira – Forever 21

Sexta comfy: jardineira!

IMG_8087.JPG

Até que enfim sexta chegou, e com ela aquela vontade de vestir algo mais confortável, que demande menos esforço, mas que não fique com ar desleixado. A peça-chave que atende a tudo isso que falei? A jardineira, uma das peças que tem sido cantada aos quatro cantos como tendência, mas que eu considero um verdadeiro clássico do look comfy.

Como usei a minha para trabalhar, passei longe dos tops e regatinhas; optei por uma camisa social com poá de coração, e tasquei scarpin nos pés. E já que a idéia era dar um ar mais chique à jardineira, fiz um coque rosquinha arrumadinho, pero no mucho, para complementar o estilo que eu queria:

IMG_8085.JPG

IMG_8094.JPG

foto b

Fiquei com muita vontade de ficar assim o restinho da semana inteira, amei muito o resultado desse look :)

E como sei que que vocês sempre pedem os créditos, não poderia deixar de colocar aqui pra vocês:

- Jardineira Riachuelo; camisa Tia Alice; scarpins, Vizzano; bolsa, Steve Madden; óculos, Versat Gold; brincos, acho comprei a uma amiga.

Usando a saia fit and flare sem parecer fardinha

Se tem uma coisa que me dá raiva, é a tal da “fardinha”, aquela combinação que uma pessoa usa, e vai uma manada atrás usando DA MESMA FORMA. O fato de uma peça estar em evidência em determinado momento, ou estação do ano, não implica em obrigação de que você tenha de usar do jeito que uma pessoa x ou y use. Criatividade é bom, e acho que todo mundo gosta.

Portanto, se você vê uma peça, e não vê possibilidades outras senão aquelas que um editorial de moda, ou uma blogueira mostram no look do dia, não compre, não leve pra casa. Fardinha é um saco, acredite.

Sim, é um post-desabafo, só pra dizer que eu amo a saia fit and flare(aquela justinha da cintura ao quadril, e que abre pasando do quadril, com uma espécie de babado godê, ou franzido), mas tô de saco cheio de vê-la somente com body, ou regatinha de seda/musseline/cetim. Uma peça tão linda, não é possível que não permita outras combinações! E dessa minha insatisfação com fardinha, lá fui eu pesquisar na internet 4 maneiras de sair linda e autêntica de fit and flare. Então, se agarra na sainha, deixa o body pra outras combinações legais, e as regatinhas também, e vem ser estilosa com essas 4 dicas!

Saia fit and flare + camiseta: faz tempo que a camiseta deixou de ser apenas sinônimo de conforto e foi alçada ao posto de conforto estiloso. Ela hoje faz hi-lo com calças pantalonas em seda, saias de tafetá, e, em sendo tão cotada, qual a razão pra gente não combiná-la com sainha fit and flare? Fica lindo, e feminino, principalmente se a gente trabalhar os acessórios e até o estilo do penteado, como na imagem abaixo.

fnftshirt

Saia fit and flare + camisa xadrez: aqui, o comprimento clássico  da saia fez par com o peso grunge da camisa xadrez, e o resultado foi um look muito equilibrado, que é o segredo de toda combinação. Não gosto de look monótono, do tipo, 100% feminino, 100% preppy, 100% esportivo, por exemplo, acho que a gente pode ir além, brincar com possibilidades e gerar resultados assim, como na foto abaixo.

fnftartan

Saia fit and flare + camisa de seda: Olivia Palermo é lasca, sabe compor looks como ninguém, e esse, em particular, ganhou meu coração, já que a saia foi combinada com camisa de pois, que amo demais! Aliás, acho que as duas peças abaixo multiplicam qualquer guarda-roupas, são clássicos que ampliam o leque de opções naqueles dias de dúvida sobre o que vestir.

fnfpois

Saia fit and flare + regatão de tecido: e aí eu vou mais além, a fit and flare fica linda com regatões, com um top barra por baixo da regata, meio que aparecendo sem querer, e também fica magnífica com croppeds soltinhas, ou estruturadas, em tecidos como neoprene(tô muito viciada em neoprene, em breve vou mostrar alguns looks Tia Alice com eles, ela tá em produção máxima com ele, aguardem!). É mais ousado, tem que segurar o look, e, se você se encaixa nesse grupo, se joga que fica o máximo!

fnfsleevlessImagens: reprodução

Tinha mais algumas fotos para mostrar, mas acho que essas quatro transmitem bem o que quero passar pra vocês. Notaram que vocês já viram essas saias em vários lugares, mas nunca dessa forma, aliás, combinada apenas com uma ou no máximo duas variações? Eu, ao passar a vista pelas quatro, não cansei, não achei monótono. Pelo contrário, ver essas combinações acaba reacendendo em mim a chama do amor pela fit and flare. Porque né, a gente tem que ir além da fardinha. Afinal, ninguém tá dentro de escola, nas forças armadas ou em países socialistas pra ficar se vestindo igual. Personalidade é bom e eu gosto muito.

Páginas123