Adooooro! da semana: Annabelle Fleur

Começo de semana tem que ser radiante, e quando a gente escuta esse adjetivo lembra do Rei Sol, de ouro, de amarelo. E é um look com amarelo que abre nossa semana de posts, diretão do blog da Annabelle Fleur:

Imagem: Reprodução

Uma semana radiante para todas!

Adooooro! da semana: calça floral

O “adoro” da semana bem poderia entrar no devaneio da semana, já que não penso em outra coisa senão numa calça floral com fundo escuro, tipo essa aqui:

Foto: reprodução

Juro com todas as minhas forças que se titia não fizer uma daqui pra domingo eu apresentarei meus primeiros sinais de loucura, porque né, tecido tem, só falta mesmo as clientes abrirem uma brechinha pra mim.

Era uma vez uma calça…

Vocês que me acompanham no twitter já devem ter percebido que eu tenho um certo “apeguinho” à minhas roupas. Toda vida que tô fazendo uma geral no armário, fotografo pra vocês verem no que tô mexendo: a blusinha do coração, a sainha que não quero doar, o shortinho que precisa só de um reparo pra voltar à “ativa”…

Eis que um belo dia, numa “geral” dessas, fotografei uma calça de couro fake, feita por titia quando eu tinha uns 13, 14 anos, época de roqueira doidona. Vesti a danadinha pra ver se dava pra transformá-la em short, e a bicha não passou da área dos quadris (hips never lie). O que era uma grande pena, porque ela vestia muito bem, e tinha cós baixinho. Mencionei no twitter que iria botar pra circular, e uma leitora pediu, encarecidamente, que eu enviasse para ela, pois achava que ia caber legal. E aí que embrulhei, e enviei a calça com destino à  Laísa Guedes.

O resto da história?

As fotos mostram o desfecho:

Pelo fato de ter ficado curta, porque sou bem pequena, a Laísa fez um ótimo uso da calça, transformando-a numa skinny. Achei linda, vestiu mara, super ornou com a camisa flannel. Tipo, não era mais pra ser minha, essa calça estava predestinada a Laíse, com certeza!

Fico super feliz, porque ganhei um espacinho a mais no guarda-roupas, e Laísa preencheu um espacinho no dela, com uma peça que com certeza ela vai usar bastante, zilhões de vezes mais do que eu(que só usei 2 vezes), já que mora na região centro-oeste do nosso país.

Bom para a leitora, bom para mim! Amei a experiência, que faz parte de uma das técnicas de recessionismo. Fazer sessões de trocas de roupas com as amigas pode ser uma saída fantástica pra quem tá com uma peça obsoleta no armário e grana curta.

Tenho o jeans, mas qual o sapato ideal?

Pode parecer bobagem o título desse post, mas quando vocês testarem constatarão: existe sim um tipo de calçado ideal para cada tipo de jeans. Quando eu digo jeans, digo calça jeans.

É que, dependendo da modelagem de denim que se use, o calçado pode favorecer, ou acabar destruindo as linhas da calça que você escolheu com tanto critério quando foi à loja, provou, e etc..

Assim, para dar aquela ajudinha básica, separei alguns tipos de jeans mais conhecidos, e mixei com imagens que mostram, na prática, o que fica mais legal com cada um. E nada de exemplos surreais: busquei imagens de streetstyle pra mostrar como é que faz. Afinal, o look de rua é nossa melhor referência de moda atualmente, mais que qualquer editorial Voguístico.

Contudo, antes de ir ao ponto, um aviso: claro que vocês não devem levar isso como regra, são apenas sugestões, resultado do que aprendi tanto com essas imagens que compartilho com vocês, quanto por vivência própria. Afinal, quem nunca deu aquela “obrada” básica no look quando fez alguma má escolha no sapato pra combinar com o jeans nosso de cada dia?

E chega de papo e vamos ao que interessa que o post não é pequeno :)

Calça de perna reta, ou straight leg jeans: é a modelagem mais básica de todas. Não tem elastano em sua composição, e era o jeans que mais usávamos antes de aparecerem as benditas skinny. Seu corte favorece praticamente todas as silhuetas, e por isso ele é o grande queridinho dos consultores de moda por aí afora. Quer um desses pra trabalhar? Escolha um de lavagem mais clássica, escura, e terás uma peça-chave dentro do armário.

Sapato ideal: Flats e saltões caem super bem como ele. Como fazem pano embaixo, se for usar com ankle boots, prefira o comprimento cropped, obtido dobrando a barra. Assim, você dá seu toque pessoal, e nem por isso deixa de usar suas ankle boots, ou open boots do coração!

Jeans Boot-Cut: outra modelagem que favorece muitas silhuetas. O jeans boot-cut é assim chamado, porque projetado inicialmente para os cowboys “esconderem” suas botas sem marcar. Não chega a ser boca-de-sino, vez que a abertura a partir dos joelhos é bem discreta, apenas o suficiente pra caber a bota mesmo. Quando for comprar esse tipo de calça, preste atenção no tamanho. Não deixe ele arrastando no chão, vai te deixar mais cheinha e vai dar o efeito oposto ao que ele se propõe.

Sapato ideal: Botas, claro, e todos os tipos de salto: scarpins, pumps, anabelas, plataformas… Flats não são recomendadas, a não ser que você seja super alta e deseje encolher a silhueta.

Skinny Jeans: o jeans skinny, rico em elastano, por natureza é uma modelagem que não privilegia todas nós. Popozudas? Deixem em casa! O skinny é pré-projetado para meninas longilíneas, e sem muitas curvas. Ou, acaso desejemos muito usá-lo, dica quente para nós brasileiras não cairmos na exclusão: quando da compra da calça skinny, para ela não ficar “torando”, ficar mais clássica, comprem uma numeração acima, e na lavagem escura. Como ela é colada, você não corre o risco de a calça ficar “sambando” mesmo sendo maior que sua numeração, e de quebra toda gordurinha será bem acondicionada.

Sapato ideal: saltos altos, do tipo pump, ankle boots e scarpin fica sensacionais; se no mesmo tom da calça, alonga a perna, formam uma extensão dela. As flats também vão bem, e botas de cano alto melhor ainda, já que, pelo fato de o jeans skinny ser justinho, não vão se formar aquelas dobras hororrosas que geralmente aparecem quando usamos calça sem elastano com bota.

Boyfriend jeans: o jeans do namorado virou sucesso depois que celebs - como Katie Holmes – passaram a aparecer com eles, geralmente fazendo hi-lo com uma peça mais clássica na parte de cima, como cardigans, casaquinhos de tweed, e twin-sets. E querem saber? Amo! Conforto é bom e todo mundo gosta!

Sapato ideal: Sandálias, open boots e flats ficam muito bacana com boyfriend jeans. Como é um jeans despojado, com jeitão das antigas calças baggy(só que com nome novo), ele pede complementos que o deixe menos largadão, mais feminino. Não que você não possa pegar seus Converse, ou oxfords…a fofurice fica com resto do look, tá?

Flare Jeans: em um post aqui do blog, falei pra vocês que a flare era a grande candidata a calça do ano de 2011. E tá sendo, pelo menos até agora. Perfeita para alongar as pernas, as calças flare não poderiam ser chamadas de boca-de-sino, nem muito menos de boot-cut. São justinhas em cima, mas a boca é um pouco mais larga que a boot-cut, e mais estreita que a boca-de-sino.  Outra peça-chave pra seu guarda-roupas.

Sapato ideal: saltos, todos! Nada de rasteiras, porque sua silhueta em vez de ficar longilínea, vai ter o efeito oposto. Dica: a grande sacada agora é usar suas flares com a boca rente ao chão. Um saltão atende muito bem a esse jeito novo de usar sua calça, já que não deixa a calça arrastar, apenas a deixa no nível do solo.

Espero que tenham gostado das sugestões, e qualquer coisa tô por aqui às ordens, pra gente discutir um pouco sobre o assunto ;)

VSMT: Tia Alice, dia 28.

Acreditam que já tô ficando triste porque esse projeto tá no fim, e eu ainda tinha muita coisa legal pra mostrar pra vocês?

Mas, faz parte, vamos às peças de hoje: uma calça de linho, que só eu e algumas poucas meninas seriam corajosas para usar(veio numa revista manequim do começo desse ano, e eu endoidei e bati pé pra titia fazer pra mim), e uma blusinha de cetim com guipure, que eu tenho mais ou menos há uns 10, 12 anos.

Essas regatinhas de cetim são uma espécie de curinga do guarda-roupas, e ajudam muito naqueles momentos de dúvida, em que você não sabe o que usar na parte de cima da composição de um look. Como aprendi com o Kaiser que guipure vem com tudo(vide chanel cruise 2012), óbvio que fui à caça aos tesouros que estão no meu guarda-roupas e voilá, achei essa blusinha-puro-amor, feita por Tia Alice também!

Os detalhes, foram poucos, até mesmo porque trouxe poucos acessórios, e o detalhe do guipure é chamativo: cintos Renner(o truque de usar mais de um cinto tá no auge total), e sandália abotinada Arruda. Pulseiras, feitas por mim, e o decenário, comprado no e-bay:

E é isso, espero que tenham gostado!

Ps: fiquei tão feliz quando Tia Alice fez minha calça, e eu achei essa imagem da Karla, do blog Karla’s Closet com uma bem parecida! Como ela é mignon, e tem pernona, bundona, bem abrasileirada, e tava com essa calça, criei coragem pra usar a minha sem medo de ser feliz!

A Tal da calça vermelha…

Devo confessar que tenho um certo asco à tendências uníssonas. Essa historinha de TODOS, eu disse, todos os blogs de moda falarem apenas e tão somente em um assunto só por dias(a calça vermelha) me chateou um pouco. E eu, que tava doida por uma, fui perdendo tanto a empolgação que já tava me conformando em uma sainha, ou um short-saia bem legal na cor vermelha, só pra pontuar um look neutro.

Porém, essa foto que acabei de ver,  fez renascer em mim a vontade de usar a tal da calça “encarnada”, só pela beleza da composição:

Imagem: Reprodução

Revendo meus conceitos.

Páginas12345