O estilo das Pearl Negras

op_pnegras

Certo dia estava eu perambulando pelo Face quando vejo Mag, uma amiga professora/artista/costureira/blogueira, compartilhar um vídeo e dizendo que era uma coisa muito sensacional. Deu pra ver que eram três negonas estilosas, chamadas de Pearls Negras, porém,  pelo fato de a mídia não estar disponível para meu celular, não consegui saber na hora do que se tratava.

Curiosa que sou, assim que cheguei no meu computador, corri pra o Face da Mag cliquei, e o que vi? 3 negonas no maior estilo daquele seriado Antônia cantando RAP/Hip-Hop. Isso mesmo, não era funk, era um hip-hop com um pano de fundo eletrônico, uma coisa diferente do que estava acostumada a ouvir. Fui pesquisar, e descobri que o trio surgiu no Vidigal, naquele grupo que já revelou muita gente boa na TV, música, cinema e teatro, o Nós do Morro, e nem demorou para cair na graça da gringagem, pelas mãos da produtora Bolabo. E aí, minha gente, as meninas ganharam o mundo!

E não é só isso: no Brasil, rapidamente a galera hype se deu conta no estilo das moças, e tratou de ajudar, turbinando a pegada Urban das meninas. Teve Adidas envolvida na parada, Farm, Tryia…as  referências? Certamente Aalyiah, Iggy Azalea Nicki Minaj, M.I.A, Rihanna, Beyoncé, e Rita Ora.

est_pnegras

Vocês acham que parou por aí? Quando tô passando pela sala, o que vejo na TV, em horário nobre? A propaganda do Dia dos Namorados da C&A com quem, com quem? Isso mesmo, as Pearls Negras!! O máximo!!!

Divas demais, né? Quero tudo que elas vestem, inclusive o body de rosas da Tryia, que elas usam no vídeo original dessa música!

Redescobrindo a C&A da Zona Norte

O post de hoje merece um pequeno conto: era uma vez uma menina que tinha um blog, e que como toda mulher que vive numa sociedade de consumo, certo dia correu pra comprar Maria Filó pra C&A. Chegando lá, entre tapas, pontapés e chutes, conseguiu se desvencilhar das Becky Blooms, e trazer algumas coisinhas que queria. Só que, ao se encaminhar ao caixa, viu uma mocinha provando um par de tênis animal print lindo, seu número, e por R$ 49,90. Torceu para que a moça deixasse os tênis, já que o grande dilema dela era saber se era Maria Filó para C&A(se não fosse, não levaria, embora o pisante fosse lindo, vá entender esse povo…). O vendedor, muito esperto, disse que era, e ela levou, deixando a jovem lá do começo da história desolada, até que resolveu perguntar a um amigo que trabalha na C&A da zona norte se tinha. E tinha. Seu número. Levou. Ficou maravilhada com a loja, repleta de peças lindas, em todas as numerações ali, aguardando a compradora, uma verdadeira redescoberta. Felizes para sempre, assim deve ser arrematado o conto.

Eu acho que se deve ao fato de ser um pouco longe da zona sul, a C&A zona norte consegue manter em suas araras peças lindas, um pouco mais salgadas para uma parte do público a que se destina, mas em preço razoável para quem se programou financeiramente, e deseja montar seu guarda-roupas com peças atemporais, ou apenas charmosinhas, que pincelam um look neutro com um pouco de alegria. Sinceramente, acho a C&A do Midway meio molambenta, parece que vive com sobra de peça, nunca achei algo realmente digno por lá, o que não aconteceu com a C&A da zona norte. Enchi as mãos de cabides porque tudo era lindo, corri para o provador, e apenas a título de amostra fotografei quatro peças com valores entre R$ 59,90 e R$ 149,90 pra vocês conferirem:

Camisa soltinha pra gente fazer uma bossa só com jeans flared e um colar bacana, quem não gosta? Essa, na primeira foto, é de um floral bem espaçado, é leve, e vestiu legal. Gostei bastante.

E que posso dizer desse cardigã fofo? Não levei porque meu punho tá fechado, mas tirava e botava na arara reiteradas vezes. Tinha TODOS OS TAMANHOS, e confesso que, se não tivesse comprado o da Maria Filó para C&A, teria levado esse, que achei bem mais bonito, por causa das cores mesmo.

Outra peça que me agradou foi esse spencer floral, achei tão cara da Kelly do Glamourai…confeccionado de brim acetinado, apesar de vir de uma fast fashion me pareceu ter uma longevidade boa. Vale a compra.

Por fim, uma dica quente pras meninas que costumam viajar pra fora: esse blazer de couro sintético rosa seco parece peça fina, de loja boa, e é uma riqueza sem fim viajar para terras mais frias com ele, vestiu lindamente. Não levei porque a terra mais fria que já visitei na vida se chama Macau hahahaha!

E é isso, pra quem mora na zona norte vale super a visita pela C&A de lá, que fica no Norte Shopping. E pra quem é das bandas de cá da ponte, quando for visitar algum parente, passem por lá, ou vão com destino certo mesmo, vocês vão se surpreender!

PS: não tô recebendo um real por isso, tá, gente! Tô só deixando a dica porque realmente eu fiquei pasma com a quantidade de coisa legal que achei por lá. :)

Da quarta: Camisa branca

A composição de  hoje é simples, é vida real: jeans e camisa larguinha branca. Mas, pra não ficar com cara de emprestada do boy, essa tem um detalhe bordado lindo de viver, lembrando que essa peça foi furtada do guarda-roupas de Titia. Adoro as peças dela, que são mais larguinhas :)

Fica a dica pra gente que tem um trabalho mais formal, mas que não quer ficar com cara de farda, em camisas brancas básicas e ternos monocromáticos:

Fotos: Jefferson Braga

Camisa Branca em Tricoline – Tia Alice(R$ 60,00)

Short jeans – Riachuelo e customizado com spikes

Tênis de oncinha – C&A

Bolsa – E-bay

Colar – Forever 21

Pulseiras – feitas por mim, a azulzinha é Farm, a vermelhinha, e-bay, em homenagem ao ano novo chinês, e a de couro Legaspi

Com o look, tenho uma novidade pra quem enche minha caixa de e-mails perguntando onde Tia Alice mora, e como encomendar: a partir de agora quem tá por aqui vendo as peças de Tia Alice vai poder ter uma! É simples: algumas peças mostradas por aqui poderão ser encomendadas, de maneira limitada(receberei pedidos de até 6 peças), somente até a foto do próximo look, através do e-mail [email protected] Infelizmente, no que diz respeito à entrega pra fora de Natal, haverá sujeição à análise, e caso aprovado o pedido, o frete por conta da compradora.

Agora não tem desculpa pra vocês não andarem lindas. Gasta-se pouco, veste-se bem!

Montação do dia: cardigã ao contrário, why not?

É complicada a vida da blogueira-nas-horas-vagas: os posts de look do dia só são elaborados nos fins de semana, e quando não tem nada mais pra resolver, já que minha vida é completamente cheia: trabalho/muay thai/francês/monografia/motorista de titia/costureira.

Mas vamos em frente, falaremos hoje de coisa boa, o tal do cardigã ao contrário. A prévia do look? Aqui ó:

Um cheiro na menina que teve a primeira idéia de usar o cardigã assim. É que pra mim veio super a calhar,  já que, muito embora fique boa parte do tempo escondida, minha tatuagem precisa respirar, dar aquela aparecidinha, fazer um charme…

Fotos: Jefferson Braga

Ufa, terminou! E pra quem ficou curiosa, os créditos da “produção”, são esses daqui:

Tiara – Feirinha de Artesanato(aquela que tem todo ano na Via Costeira);

Cardigã – C&A;

Pulseira – Sol Bijoux;

Maxiclutch verde – Asos;

Saia: Tia Alice :)

Peep Toe com formato de coração – C&A


Lazy Sunday + Clipe fofo

Hallo!!!

Hoje é dia de preguiça, muita preguiça…domingão nunca traz muita atividade nem gasto de fosfato, né? Pois a montação de hoje é assim, simples, leve, como um domingo tem que ser:

Esse shortinho Gisele para C&A é uma peça minha do tipo “Chico tira, Mané veste” minha. Além disso, combina com quase tudo, e o melhor, é soltinha, não sufoca a gente. Gosto dela bastante!

Incrível como mesmo com roupas simples sou traveca, a fechação em pessoa, que dó!

Ah, como sei que vocês sempre pedem crédito das peças, coloco, muito embora eu saiba que como essas são antiguinhas, fica difícil achar na loja:

Óculos – Bleu Dame

Blusa – Dellire

Flor – Cynthya do blog Fashionista Up que vende

Short-saia – Gisele para C&A

Pulseiras – Eu que fiz, todas

Sim, e as espadrilles do post merecem um destaque, por serem lindas e confortáveis de viver. São da Asos.

Fiz questão de tirar foto delas em detalhe e ainda dei um efeito vintage que sujou meu pé…ah bexiga!!! Foquem na bichinha, tá, esqueçam minha pata de “Briba”:


E como domingo é dia de fofuras, de sorrir leve, de fazer metáforas gostosas(a sinestésica eu tô hoje) achei um vídeo tão, mas tão cute, que só vocês vendo mesmo. É de uma banda chamada Soulstripper:

Vou lá curtir o dominguetis com o amore fotógrafo que tá ali agoniado na sala esperando eu terminar essa postagem…marido de blogueira sofre!

Gisele para C&A: Já tá vendendo na C&A do Centro!

Quem passar eventualmente pela C&A do Centro da Cidade vai ver que já tão montando a vitrine para o grande lançamento da coleção da Giz-Bun para a marca fast fashion, que ocorre amanhã, dia 28 de abril. E o melhor é que a gente já pode comprar, tinha várias amigas, que assim como eu, tavam levando bastante coisa.

As peças – como sempre ocorre – vão chegando aos poucos, e é possível que de hoje para amanhã já existam coisinhas diferentes das de hoje penduradas nas araras, como o macacão abaixo, que me sopraram que tava a caminho:

Em verdade, o que me motivou a entrar na loja foi esse short-saia rosinha, coisa mais linda, e veste perfeito! Fora que o preço não exorbita, super vida real. Essa jaqueta também é super estilosa, e bem estruturada, mas não levei porque optei por outra peça que tocou mais profundamente meu coração.

Como o estilo de Giz-Bun é bem despojado, claro que não faltam podrinhas…são várias, além das maravilhosas camisas de padronagem xadrez, tudo a cara da übermodel, que dizem por aí ter acompanhando todo o processo de criação e desenvolvimento das peças:

As araras também estavam repletas de calças e shortinhos jeans, muitas das calças estilo Flared. Como já tenho duas em jeans, comprei essa em um tecido verde-musgo, escura, e boa pra trabalhar!

E a outra peça que me chamou a atenção foi esse blazer que é PERFEITO: bem estruturado, bem acabado, e vestiu maravilhosamente. Esse vai sumir rapidinho, muita gente tava arrematando:

E é isso, pra quem tá ansiosa, passa na C&A da cidade e arremata logo as peças preferidas, porque amanhã é outro dia, e nunca se sabe, né…

Páginas123