Jeans + Renda, quando o rústico e delicado se encontram

abdefilacejeans

Muita gente pode até achar o contrário, mas eu considero o ato do vestir uma coisa muito lúdica. Brincar com peças de texturas opostas, dar um toque de cor a um look mais sóbrio, usar um acessório diferente, tudo isso deixa uma coisa que a gente faz todos os dias, talvez várias vezes ao dia, menos entediante. Conhecer nossas peças, e saber quem somos (personalidade, corpo, gostos), são os passos mais importantes pra começar a brincadeira. Juntando tudo isso que falei a resultante não poderia ser outra: um look bapho, e quando falo em bapho, não falo de composição “montada”, e sim de um look que traduz um estilo que é só seu.

Pois bem, dito isso, passemos ao meu look de hoje, que juntou uma saia longa rendada com uma camisa jeans; aqui, o rústico e o delicado se encontraram, numa mistura que achei muito anos 70, ainda mais quando complementada a composição com sandália de salto de cortiça, pata de elefante, e óculos redondos. Um Woodstock mood no nosso dia-a-dia.

lacejeans2

lacejeans1

lacejeans3

Fotos: Jefferson Braga

Sobre os créditos do look, lá vai:

- Camisa jeans – Leader

- Saia de renda: Tia Alice

- Bolsa saco e óculos – Aliexpress

- Sandálias – Arezzo

- Relógio – Casio vintage

- Pulseira – Forever 21

Da quarta: Kimono!

lddkimo1

Oeeee!

Tô tão mocinha, postando look novo em tão curto espaço de tempo, né? Que bom que tô conseguindo regularizar a rotina aqui no blog, sinto falta de escrever sobre um tudo aqui, tá dando certo, e isso é o que importa!

O look de hoje traz uma peça que falei em um post detalhado pra vocês em 2012 (ou foi 2013?), e que dá um toque todo boho à composição: o kimono. Eu particularmente já uso há um tempo – a versão sem franjas – e posso falar que é a “terceira peça” essencial pra quem vive numa região onde as estações do ano não são tão bem definidas, no sentido de que é calor quase o ano todo, mas que a gente tem que lidar com a entrada num shopping com ar condicionado, ou no trabalho…o quimono não deixa a gente tão exposto ao frio do ar condicionado, e também não esquenta como um cardigã quando a gente sai na rua, já que geralmente ele é feito em um material mais fresquinho, como malha ou seda. Versátil demais.

O meu, quem fez, óbvio, foi minha tia (aquela vantajona de obter uma peça antes de as lojas venderem a peça). Ela tá com muitos exemplares lindos, com franja, sem franja, e quem quiser encomendar só falar comigo(pras meninas de Natal), ou mandar e-mail ([email protected]) que passo detalhes.

lddkimo2

lddkimo4

lddkimo3

Fotos: Jeff Braga

Ah, pra quem tem dúvida de como usar o kimono, dica rápida e eficiente: se ele é a peça-chave do look, todo o resto tem que ser o mais básico possível; quem tem que aparecer é ele, e a partir dele é que a gente vai compondo.

Gostaram do look? Posso ir postando mais?

Créditos: kimono (Tia Alice), shorts(Riachuelo); espadrille(Via Mia); top(Tia Alice); óculos(Bleu dame); bolsa-saco e terço(Aliexpress).

Beijos e boa quarta!