Batalha de Cleansing Oils: The Body Shop x Bioré

demaqab

Que UFC que nada, o combate aqui no blog vai ser hoje de produtos de beleza, mais precisamente cleansing oils! Como todas vocês já devem saber, sou adepta do double cleansing, o método oriental de demaquilar e limpar a pele. E, como a técnica vem lá do outro lado do mundo, os melhores óleos demaquilantes são oriundos daquelas bandas. Confesso a vocês que tentei encontrar algo similar no mercado ocidental, uma vez que é uma demora pra chegar meus demaquilantes, e a pele não espera, mas não tinha encontrado…eu disse NÃO TINHA, porque agora chegou um concorrente bem bom dos cleansings oils japas e coreanos, fiz até uma batalha de passinhos, digo, de cleansing oils pra mostrar por aqui. Então, sentem que lá vem resenha!

Bom, meus escolhidos para o teste foram o óleo de limpeza da The Body Shop, o Camomile Silky Cleansing Oil; e o bam bam bam japa, o  Bioré Cleansing Oil, meu preferido. Vamos primeiramente aos ingredientes de cada produto:

CAMOMILE CLEANSING OIL: Glycine Soja Oil/Glycine Soja (Soybean) Oil, Prunus Amygdalus Dulcis Oil/Prunus Amygdalus Dulcis (Sweet Almond) Oil (Skin-Conditioning Agent), Helianthus Annuus Seed Oil/Helianthus Annuus (Sunflower) Seed Oil, C12-15 Alkyl Benzoate (Emollient), Caprylic/Capric Triglyceride (Emollient), Ethylhexyl Palmitate (Skin Conditioning Agent), Isohexadecane (Emollient/Solvent), Polysorbate 85 (Surfactant-Emulsifying), Sorbitan Trioleate (Surfactant-Emulsifying), Sesamum Indicum Seed Oil/Sesamum Indicum (Sesame) Seed Oil (Skin-Conditioning Agent), Octyldodecanol (Emollient), Parfum/Fragrance (Fragrance), Linalool (Fragrance Ingredient), Tocopherol (Antioxidant), Limonene (Fragrance Ingredient), Anthemis Nobilis Flower Oil (Fragrance/Essential Oil), Citric Acid (pH Adjuster).

BIORÉ CLEANSING OIL: Mineral Oil, PEG-12 Laurate, Isododecane, Water, Isopropyl Palmitate, cyclopentasiloxane, Polyglyceryl-2 isostearate, decyl glucoside, polysorbate 85, glyceryl oleate, isostearic acid, isostearyl glyceryl ether, isostearyl glyceryl pentaerythrityl ether, Myristyl alcohol, alcohol, citric acid, phosphoric acid, BHT, glyceryl fragrance, e tocopherol.

A composição, como visto, difere uma da outra, e tenho ressalva em relação aos dois produtos: no da Body Shop, não sabemos se o óleo de soja usado é transgênico; no da Bioré, o óleo mineral, que aparece como um ingrediente abundante no produto, causa alergia a algumas pessoas.

TEXTURA: em textura, o da Bioré é mais fluido; já o da The Body Shop é um pouco mais pesado, talvez por possuir uma combinação maior de óleos: amêndoas, soja, e semente de girassol, por exemplo.

REMOÇÃO: ambos removeram facilmente a maquiagem que coloquei na pele para teste, isso sem nem emulsionar, ou seja, sem colocar água. O óleo da Body Shop espalhou um pouco mais produto pela pele, o da Bioré “derreteu” a maquiagem sem muito estardalhaço.O lápis que usei não é a prova d’água, mas já testei o óleo da Bioré com produtos mais resistentes e ele removeu, porém exigiu um pouco mais de massagem no rosto.

batomlapis

demaqteste

Após emulsionar, o resultado da pele foi esse:

demaqapos

Alerto que nem passei o sabonete de limpeza, que é a segunda fase necessária para o double cleansing – e o que dá uma limpada mais efetiva – mas, mesmo assim, sem cumprir essa segunda etapa, a pele já tava limpinha! Comprovando o que disse passei o algodão logo depois eu ter emulsionado e lavado só com água, e ele ficou limpinho!

demaqalgo

RESUMO DA ÓPERA: QUEM GANHOU A BATALHA DOS CLEANSING OILS? OS DOIS ÓLEOS! Isso mesmo, galera, os dois! Eu particularmente gosto da leveza do óleo da Bioré, mas não reprovo o óleo da Body Shop, ele tem mais componentes naturais (e se forem orgânicos, ou pelo menos não transgênicos, seria maravilhoso) e remove com sucesso a maquiagem. A escolha entre um e outro realmente vai depender de outros fatores que não a eficácia, porque mostrei que ambos são bons para remoção de make.

Bom, espero que vocês tenham gostado da resenha, e em breve farei outras batalhas por aqui; é que pra mim post de resenha só vale mesmo quando testo os produtos por algum tempo, só assim tenho uma opinião firme a respeito, por isso demoram tanto a sair por aqui pelo blog.

Beijos e excelente restinho de domingo a todos!

Vídeo: top 5 produtos de beleza japoneses

Oisss!!
Conforme prometido no vídeo dos produtos coreanos que mais gosto, voltei, com apenas um diazinho de atraso (geralmente os vídeos são postados na quinta, tá?), e vou contar pra vocês os 5 produtos de beleza japoneses que mais gosto, e recomendo.

Como eu mesma digo no vídeo, os produtos que mostro são produtos que uso com certa frequência, e portanto tenho como falar das minhas impressões de maneira mais firme, sem ser jabá, mas com “conhecimento de causa” de verdade.

Espero que curtam!


Beijos e bom fim de semana pra todo mundo!

Minha rotina de cuidados com a pele: manhã

Oeeeeeee!

Finalmente, após esse longo jejum de vídeos no blog, eu posto hoje um bem diferente, explicando o que uso pela manhã na pele antes de sair pra “lida”. Fiz esse vídeo porque quando posto no Instagram alguns produtos de beleza todo mundo sempre tem questionamentos, e eu tentei explicar, na medida do possível, a razão do uso de cada produto, e ainda dou algumas dicas que a instantaneidade do Instagram não permite.

Espero que vocês gostem, perdoem minha cara de gremlim (só tenho essa hahahaha), e advirto que não usem produtos mais complexos sem auxílio de uma dermatologista, é essa profissional que SEMPRE vai indicar o melhor pra vocês, tá?

Beijos, e aproveitem!

[youtube]http://youtu.be/ND63rCkytwA[/youtube]

 

Testei: protetor solar Bioré Aqua rich watery mousse SPF 50 PA+++

Bioré_UV

 

Todo que me conhece sabe que sou uma recente amante dos produtos asiáticos. Começou com o BB cream, passou pelos cleansing oils, e agora resolvi testar o famoso protetor solar da Bioré, marca japonesa do grupo Kao muito bem conceituada quando se fala em indústria de cosméticos. Minha influência para a compra? O Pedro, do blog East to West Skincare, que faz resenhas tão legais sobre produtos asiáticos que dificilmente a gente erra nas compras.

O Bioré Aqua Rich é um protetor solar a base d’água, indicado para a pele mista. Segundo o fabricante, o produto promete hidratar a pele, e protegê-la dos raios solares, tudo isso sem deixar um aspecto pesado, segurando a make que geralmente a gente passa logo após a aplicação do produto. O legal desse protetor é que quando a gente passa, dá uma impressão de que vai empelotar na pele; porém,  esse “empelotamento” nada mais é que um conjunto de micropartículas de água que vão se quebrando à medida que a gente espalha o protetor. Massa, né? Esses japas são danados mesmo quando o assunto é tecnologia…

Fiz uma evolução fotográfica de como esse protetor se comporta na pele:

text1

Fase 1: textura, em mousse

text2

Fase 2: o aspecto aquoso do protetor quando espalhado

text3

Fase 3: o protetor já espalhado na pele

Se ele cumpre o que promete? Sim. Como eu disse, ele é bem indicado para a pele mista, não porque matifica total a pele, mas porque não adiciona oleosidade, dá uma matificada leve, não pesa, e não deixa um aspecto grudento no rosto (sim, eu uso no rosto só). Venho usando há uma semana, e noto que ele tem segurado sim a bronca, mesmo nos dias mais quentes; o protetor da Bioré dá de lavada nos protetores indicados para pele mista e oleosa nacionais, minha opinião, tá?

Para a galera alérgica, ou com sensibilidade a algum elemento, segue composição do produto para conhecimento: Water, Cyclopentasiloxane, Ethylhexyl Methoxycinnamate, Alcohol, Titanium Dioxide, Polyglyceryl-3 Polydimethylsiloxyethyl Dimethicone, Agar, Behenyl Alcohol, Microcrystalline Wax, Phenoxyethanol, Polyvinyl Alcohol, Ethylhexyl Dimethicoxybenzylidene Dioxoimidazolidine Propionate, Acrylates/C10-30 Alkyl Acrylate Crosspolymer, Ceratonia Siliqua Gum, Sodium Stearoxy PG-Hydroxyethylcellulose Sulfonate, Hydroxyethylcellulose, Lauryl Methacrylate/Sodium Methacrylate Crosspolymer, Fragrance, Potassium Hydroxide, Maltodextrin, Disodium EDTA, BHT, Butylene Glycol, Propylene Glycol, Citrus Grandis (Grapefruit) Fruit Extract, Sodium Hyaluronate, Citrus Medica Limonum (Lemon) Fruit Extract, Citrus Aurantium Dulcis (Orange) Fruit Extract.

Sobre o preço, o Bioré AR custa de vinte, vinte e cinco reais, se comprado no Ebay. Por esse preço, a gente não acha nunquinha um protetor bom por aqui no Brasil. Só pelo precinho camarada já vale a compra pra teste, né?

Um contra? A dificuldade de remoção. Não digo bem dificuldade, mas é que a gente é acostumada a limpar resíduo de maquiagem e protetor com sabonete líquido e tônico, e olhe olhe. Os protetores asiáticos, para a remoção completa, requerem a técnica do double cleansing, que já expliquei pra vocês neste post AQUI. Portanto, pra quem tem preguiça de limpar a pele (que feio, hein?), talvez os protetores japas e coreanos, por exemplo, não sejam os mais indicados.

Como foi pra teste, comprei uma bisnaguinha com menos quantidade de protetor. Quando ele acabar, já tô com outro Bioré pra usar, e contar o que achei pra vocês. Portanto, aguardem mais um post da série “protetores asiáticos”.

assinatura2

Mudança de hábito: double cleansing, um novo jeito de limpar a pele.
Em: Beleza

Não vou negar: quando se trata de cuidados diários de beleza, ser disciplinada passa um tico longe de mim. Porém eu tento, na medida do possível, manter um padrão mínimo de atenção.

Então, logo pela manhã, limpo a pele do rosto com sabonete específico, passo bloqueador solar fator 50, e hidratante no corpo. À noite, sempre tento usar meus 3 passos da Clinique, algum creme para olheiras, e revezo meus produtos da La Roche, o Derm Aha, e o Biomedic Pigment Control; nos dias de maior inspiração passo um sérum clareador, ou um que ajuda a aliviar o aspecto aberto dos poros. Nada muito ortodoxo, confesso, mas deixo tudo à mão para “forçar” uma certa disciplina.

Só que recentemente, lendo meus blogs de beleza mais amados, o Salada Médica, da Meire, e o East to West Skincare, do Pedro, percebi que em relação aos cuidados com o rosto, precisava mudar meus hábitos de limpeza, e adotar o método preferido das asiáticas, o double cleansing.

E como concluí por essa necessidade de mudança de hábito?

Simples: descobri através do Pedro que protetores solares de toque seco (principalmente de origem asiática), e BB creams não são tão simples de remoção, o demaquilante nosso de cada dia só consegue remover o excesso; os resíduos, portanto, ainda ficam por lá, prontinhos para entupir nossos poros, e fazer nascer uma nova espinha, ou problemas maiores de pele. Logo, para evitar que isso aconteça, a proposta é clara: seguir o ritual das japas, chinesas e afins, o chamado double cleansing.

Mas, que diabos é essa limpeza “dupla” da pele?

O double cleansing, nascido no Japão, é um método de limpeza de pele consistente em dois passos: no primeiro, a gente remove os resíduos com um óleo de limpeza, desenvolvido com esse fim, e no segundo a gente dá aquela ‘selada’ no processo, utilizando sabonete, ou espuma facial. Pronto, eis o mistério da fé!

“Ai, Rose, e o que isso tem demais?” Nada, a diferença é que o óleo de limpeza facial remove com a força de Thundera todos os resíduos do BB cream, protetores asiáticos, etc…coisa que nossos demaquilantes comuns não fazem. E o mais mágico? Os óleos não entopem poros, e muitos deles podem ser usados livremente por quem tem pele oleosa. (eu!)

E bem por isso, e depois de aprender a técnica do double cleansing, principalmente na fase de aplicação do óleo (passar com pele e mãos secos, massagear bem, depois passar um tiquinho de água pra emulsionar, remover com algodão, e só depois utilizar o sabonete líquido ou espuma de limpeza) endoidei por produtos orientais, e já adquiri minha dupla infalível no Ebay, que mostro abaixo:

O produto acima é um óleo de limpeza, o Naive Natural Deep Makeup Cleansing Oil. Com uma vendagem de aproximadamente 46 bilhões (ushh!!), pesquisei bastante pela internet sobre ele, e me convenci quando o Nando do blog Vanity Pills recomendou inclusive para pele oleosa. Ansiosa para que chegue logo!

Já a espuma facial da Bioré foi produto da minha intuição, já que a Bioré é bem respeitada pelos apreciadores dos produtos asiáticos. Também tem me deixado ansiosa esse frasquinho, não vejo a hora de testar meus “japas”!

Quando eles chegarem, prometo resenha, tá, contudo, gostaria de deixar comentários abertos, porque sei que mais dicas virão, né, Meire, sua linda, sempre com dicas quentes?!!!!!