A saga do lançamento Cris Barros para Riachuelo

Não vou negar que fiquei abatida porque perdi o lançamento de Stella para C&A…eu tinha lá minhas peças preferidas, e gostaria sim, sem hipocrisia de tê-las adquirido.

O que ceifou minha tristeza de vez foi a possibilidade de poder conquistar uma pecinha Cris Barros para Riachuelo no lançamento, dia 03 de abril. E lá fui eu, toda serelepe, pra porta do Midway aguardar o meu momento, o meu sublime momento. E estavam todas lá, loucas, tagarelas, agarradas à porta, aguardando um pedacinho de pano assinado pela CB. Eu, preferi ficar sentada. Erro total.

Quando as portas se abriram, as Beckys loucas passaram mais rápidas que um furacão, e esvaziaram em questão de segundos a bancada das bolsas. Fiquei paralisada, e antes que eu estendesse a mão para pegar uma pra mim, nessa mesma fração de segundos, passaram mais duas coliiegas e levaram as restantes. E lá fui eu, calmamente, procurar minha peça eleita: a sainha de chamois. E não achei, claro. Elas são mais rápidas do que eu.

Segui a doutrina e sai catando tudo que pudesse me agradar, e depois, num cantinho reservado, fui separando calmamente. Desapontada, porém, porque não tinha mais minha sainha. E aí que uma luz no fim do túnel surgiu: a prima do meu bofe, a Bia, sabia que eu desejava a saia, e catou uma pra mim nos remanescentes! E como eu fiquei? ULTRAMEGABLASTERHAPPY!

Agora, chega de blá blá blá e vamos aos meus achados:

Esse vestidinho, não sei a razão, me chamou a atenção, e acabei levando. Achei com cara de não-sei-o-que-vestir-hoje-então-pego-esse-vestido, e conclui que é uma boa compra para os dias sem inspiração.

Levei também essas duas tees, por sua versatilidade. Tô numa vibe de comprar peças meio básicas, pra combinar com outras mais fechosas, sabem? E sem falar que camisa listrada é o curinga mor de qualquer montação.

Uh, minha sainha, uh, minha sainha…é 40, mas quando se tem máquina de costura em casa, uma numeração a mais nem faz tanta diferença assim! A sainha militar também achei fofíssima, e quando peguei visualizei várias montações possíveis com peças que tenho em casa com ela, então, valeu a compra.

Pra finalizar, uma podrinha, que nunca é demais, né?

Já tenho até um saião que Tia Alice fez pra mim pra ornar com essa regatinha! Ela é duas em uma, perceberam?

Então foi assim, com final feliz que termina a minha saga! Confesso que gostaria de ter levando o camisão de chamois; a calça de couro, nem tanto, mas um shortinho ia bem. Vamos torcer por reposição né?

Ps: esqueci de dizer que comprei também um cinto animal print trançado com correntes que é puro luxo, resultado do garimpo no provador, que foi minha estratégia logo após presenciar o pandemônio nos cabides…tinha fia que saiu com 10 bolsas iguais na mão, e 10 regatas de paetê, talvez fosse revender, assim penso, porque pegar aquele monte de bolsas…

Cris Barros para Riachuelo: Essa parceira promete!

Não é só a C&A que vem adotando parcerias grifadas. Depois da coleção Rio de Janeiro(com a mão do Oskar Metsavaht), a Riachuelo resolveu bombar com Cris Barros à frente na nova coleção.

Para quem não conhece a Cris Barros,  suas peças têm um estilo chique-sexy, favorito da mulherada. Como suas clientes, basta citar Guilhermina Guinle e Carolina Ferraz. Isso já diz tudo!

Se depender da garota propaganda, o negócio vai dar o que falar: nada mais nada menos que Julia Restoin-Roitfeld…dá pra adivinhar quem são os pais dessa moçoila, dou-lhe 1, dou-lhe 2…

Consegui alguns modelos pra vocês sentirem o clima da nova coleção, que deve chegar às lojas a partir de 3 de abril:

E sobre a Cris, mais uma curiosidade: lembram dessa capa da Capricho, de 1989(não que seja minha época, tá, sou do tempo do Ben 10 e Hi5)?

Pois é, se trata da própria Cris Barros, que antes atendia pela graça de Cristiana Oliveira!