Peça-Desejo: Camisa com babados Miu Miu

abmiumiu

 

Eu amo camisa. Na minha vida, ela tá na correria do dia-a-dia do trabalho, e nos looks de lazer. As minhas preferidas? As de algodão, porque não esquentam, e deixam a gente sempre arrumadinha!

E hoje vou falar pra vocês sobre um modelo de camisa que já tava faz um tempinho na minha pastinha de inspirações: a camisa com babados da Miu Miu, que foi desfilada na coleção de inverno 2015 da grife, e que bombou no street style das semanas de moda do hemisfério norte. O desfile foi uma mistura de eras, um verdadeiro passeio pelas décadas de 50, 60, 70, e 80…foi de encher os olhos, as referências eram inusitadas, indo de Lady Di a Talking Heads.

Quando vi no Instagram, eu pirei na camisa, porque é um modelo diferente de todas que eu tenho; faz uma linha bem vintage, e aparenta ser em algodão, ou seja: PERFEITA pra mim!

runwayMiu2015

Quem viu o snap de Victoria Ceridono ontem, percebeu que ela usou esse modelo, a camisa azulzinha da imagem acima pra ser mais precisa, e combinou só com jeans e um scarpin nude, mostrando que ter uma peça dessas no guarda-roupas torna a montação mais prática, uma vez que, como o modelo e a estampa chamam a atenção, bastam peças mais básicas pra ornar com a camisa.

Separei alguns looks de street style só pra vocês terem uma ideia da lindeza que fica uma composição que tem essa camisa da Miu Miu como peça-chave:

pratMiu2015

O modelo sem manguinhas em estampa com vermelho é um amor, né não? Já quero uma parecida pra ontem, gente, como faz???

Beijos e até o próximo post!

 

 

Look do dia: Back to Black

Quem disse que preto não pode ser usado em tempos de calor? Preto é básico, sempre vale uma retirada do guarda-roupas, e se é primavera, o preto vira body, e vira shortinho, pronto, só correr pra rua!

bmi1

bmi3

bmi4

bmi5

Fotos: Jefferson Braga

Body – Tia Alice (para encomendar o seu, só mandar e-mail para [email protected])

Short boxer – Riachuelo

Brinco de franjas – S Design

Pulseiras – Lojinhas de bijuterias do Centro

assinatura2

Ladylike na velocidade 5: anos 50 em evidência!

Faz um tempinho que eu vi um editorial da Louis Vuitton, com modelos no mais alto estilo ladylike, e cabelo impecável, lembrando as donas de casa dos anos 50. E logo me veio à cabeça a seguinte pergunta: Será? Será que os anos 50 voltaram a ser tendência?

E depois de muito pesquisar para contar tudo às amyghas constatei que sim, e não é privilégio desta temporada.

Fiquei doida com o que achei: viva Grease e todos aqueles trajes estilosos, e menininhas de corpo ampulheta! Viva Dior e sua criação do New Look, em 1947!

Tá, tá, vamos ao que interessa, né?

Pra comprovar o que digo, dêem só uma olhadela no editorial de setembro deste ano da Vogue australiana, que teve como pano de fundo os anos 50, e trouxe Catherine McNeil como protagonista dos cliques.

As fotos não parecem retratar cenas de Grease? Será que foi inspirado no musical da Sandy e do Danny Zuko?

Vocês poderiam se perguntar como fazer para adaptar a tendência para o mundo real, sem ficar muito com traje de Sandy e Júnior naquela época que nós sabemos bem(tô ligado em você, agora é pra valer, hu, hu, hu!). E tudo fica claro quando respondemos à seguinte indagação: O que os anos 50, em termos de moda, trazem de tão bom, a ponto de inspirar o outono/inverno europeu, e refletir na primavera/verão 2010/2011 brasileira?

Os anos cinqüenta devolveram toda a feminilidade da mulher, e isso basicamente implica em elegância… e cinturinha marcada! É o godê, a renda (resistindo a mais uma estação), o corselet, são os babados, as pregas, os óculos gatinho, os lacinhos…ai, ai, é simplesmente apaixonante! Mas não dá pra usar tudo junto, tá? Hi-lo forever!

No nosso Brasil varonil, os anos 50 influenciaram claramente as coleções de primavera/verão das seguintes marcas: Triton, Fause Haten, Espaço Fashion, e Filhas de Gaia, dentre outras:

Doida por uma godê curtxenha(vai ser sensação no calorzão) em tom pastel …E vocês?