Testei: Base HD Graftobian

 

Base_Graftobian

Engraçado que jurava que já tinha feito um post sobre essa base pra vocês, principalmente porque faz uns 3 anos que tenho essa base, e é o tipo de produto que a gente deve compartilhar, porque é bem bom, e bem em conta. Catando no arquivo do blog, vi que falei por alto em um post de fotos de Instagram, e fiquei CHO-CA-DA, pois não detalhei pra vocês a maravilha que é esse produto. Mas, antes tarde do que nunca, vamos falar sobre a base HD dos maquiadores do teatro e da TV, a Graftobian.

A Graftobian é uma empresa sediada nos EUA, e promete vender o melhor da maquiagem, a preços honestos. Detalhe: os produtos são cruelty-free, de utilização segura, e de alta qualidade. Será tudo verdade? Vamos conversar um pouco.

Quando eu comprei minha base HD, ela era vendida no Brasil por um preço bem alto; então, optei por comprar naquele esqueminha do Shipito, endereço americano. Entrei no site Camera Ready, revendedora autorizada da marca, e adquiri. Chegou bem rápido, porém demorei a testá-la, porque vocês sabem, produto americano começa a correr o prazo de validade quando aberto. Como eu tinha muita base na fila, aguardei, e abri realmente acho que no ano passado, e ontem, ajeitando minhas maquiagens, decidi que ia ser minha base até o fim do ano, pra não perder, né?

A razão da compra na época? Vi um vídeo da Juliana Paes (pra ver clica AQUI) se maquiando para uma novela, eu acho, e percebi que ela utilizou uma paleta da Graftobian…pronto, foi o suficiente pra eu endoidar pela base. Chutei minha cor, Lady Fair, e deu certíssimo, o palpite foi certeiro!

text_graft

E como é a textura da base, Rose? Ela é em creme, o que assusta a turma da pele mista/oleosa. Porém, devo confessar que, apesar de ser em creme, não é melecada, é um creme meio sequinho, fino, tanto que a proposta dessa base é justamente sobrepor camadas sem pesar (tem um vídeo AQUI mostrando direitinho). A cobertura é bem boa, tenho a pele um tico avermelhada, e ela cobre os pontos avermelhados, uniformizando a pele de maneira muito digna, e até deu uma cobertura nas olheiras :). Fiz foto pra vocês compararem(não reparem na falta de dignidade da foto, foi tudo por vocês hahahaha):

amostra_rosto_graft

Sobre a durabilidade,  para o clima do RN, ela segura bem, umas 3 a 4 horas, com um pó HD fininho por cima (uso o da elf).

Ah, Rose, mas nunca vi ninguém falando da Graftobian? Seguinte, acho que não tá nos planos da empresa ficar pagando jabá pra blogueira divulgar, até porque isso implicaria em um custo, às vezes bem alto, e se a intenção da marca é vender barato, vocês sabem, talvez não compense arcar com essa publicidade. Em verdade vos digo: a Graftobian só não tem esse cartaz midiático todo porque não “jabariza” seus produtos, e como as pessoas se prendem muito a marcas, e não à qualidade, não há uma divulgação tão grande. Porém, na maletinha de maquiadores bem famosos, principalmente aqueles de TV, teatro, desfiles, e editoriais SEMPRE tem algum produto Graftobian, podem acreditar.

O mais bacana é que desde que comprei minha base, a marca ampliou muito sua linha: tem produtos para maquiagem airbrush, pó solto, pó/base HD, paletas de corretivos com mais combinações, batons, delineadores, pincéis, e o melhor, o site Camera Ready agora entrega no Brasil, e tá com tudo da Graftobian em preço bem honesto. Quem quiser conhecer clica AQUI.

Pra finalizar, só pra vocês sentirem o drama dos produtos da marca, achei esse vídeo de uma oriental mostrando uma maquiagem para noivas, TV, etc utilizando produtos da Graftobian. Vale a pena conferir:

Ah, ia me esquecendo, muito embora seja uma ótima base, não sugiro utilizar na diária, e digo a razão: em épocas de BB, CC, e DD cream, tratar a pele é muito importante, proteger do sol também; então, para o dia-a-dia, melhor utilizá-los, é o que faço. Base, pra mim, só em eventos noturnos que peçam uma cobertura adicional de base ou, de dia, com protetor por baixo, quando a intenção também é uma cobertura extra, que o BB não dá.

Pra turma dos alérgicos, informo a composição da base: Caprylic/Capric Triglyceride, Octyl Palmitate (Ethylhexyl), Camauba Wax (Copernicia Cerifera), Petrolatum, Lanolin Oil, Bees Wax, Ozokerite Wax, Acetylated Lanolin Alcohol, PTFE, BHA, Silica, Phenoxyethanol, Isopropylparaben, Isobutylparaben, N-Butylparaben. May also contain: Titanium Dioxide, Iron Oxides, Talc, Ultramarines.

E é isso, espero que vocês tenham gostado desse post longo e cheio de detalhes sobre uma das bases que mais gosto. Tive que ser um pouco demorada na escrita, mas tudo foi pra auxiliar vocês na escolha de uma base ideal. Enjoy!

assinatura2

Testei: Silicon Mix Bambú, Avanti

Hoje foi dia de teste de produto para cabelo. Confesso a vocês que meus cuidados com o picumã se resumiram, nos últimos dois meses, a um corte, e uma marroquina dada em casa, e mais nada, nadica, nem hidratação.

Mas ontem fui pegar nos Correios meu Silicon Mix Bambú (sim, fui taxada, :( ), e resolvi testar hoje. Conto a vocês a seguir, vamos por partes.

O Silicon Mix Bambú é um produto de origem da República Dominicana que promete nutrir cabelos fracos e quebradiços, devolvendo brilho, força, e ainda auxiliar no crescimento dos cabelos. É polivitamínico, contém extrato de bambu e silicone, e possui uma textura bem espessa:

O modo de uso é bem simples: lava o cabelo, dá uma secada leve, aplica o creme, e deixa por 3 minutos ou mais, e pronto. Eu segui uma rotina um tiquinho diferente: passei aquele pré-xampu da argiloterapia do Boticário, lavei com um xampu transparente da Tresemmé, e só então passei o Silicon, massageando mecha por mecha. Deixei por 15 minutos, lavei, sequei com o secador, e passei uma prancha pra selar a cutícula dos fios. A magia aconteceu: o cabelo ficou cheiroso, com um brilho monstro, e os fios adquiriram uma textura sedosa, macia, fiquei passadaaaa com o poder desse tal de Silicon Mix, gente, sério mesmo!

Quanto custou? Com a taxa, ficou 40, 42 reais mais ou menos. Sem ela, teria me custado metade disso. Logo, quem tiver amiga viajando por exterior, principalmente EUA, precisamente Miami e Orlando, vale encomendar um potinho pra ver a mágica acontecer nos cabelos!

Resultado: Aprovadíssimo! Só usei uma vez, e já me preparei para usar de pouquinho pra não acabar rápido rsrsrs.

Ah, quem quiser conferir a composição do produto, tirei uma foto pra vocês:

Quem aqui no blog já usa o Silicon Mix? Curte, ou não recomenda? Vamo bater papo!!

Achado: Batom Goiaba, da Dailus

“Uma cor para todas as estações”

Coragem. Confiança. Vitalidade. Uma admirável cor nova, para um admirável mundo novo. Deixe o espiríto da madressilva te contagiar, te instilar, te suspender e te carregar por todo o ano. É uma cor para todo dia – porém, nada entediante. Descrição retirada do site da Pantone.

Imagem: reprodução

E é assim que começo o post de hoje, soltando essa diquinha preciosa: a cor de 2011, segundo a pantone, é honeysuckle, ou madressilva, como queiram. É um rosa avermelhado, puxado pra o goiaba. O nome da cor vem da planta madressilva, que possui as pontinhas nesse tom.

Como não sou boba nem nada, tava por dentro desse lance da pantone, e, sem querer querendo entrei na Miami Imports e vi no display da Dailus um batom muuuuuuuito parecido com o que vi pelos mundo da internet. O nome dele? Goiaba! Isso mesmo amiga leitora, achei inesperadamente um batom com a cor de 2011!

Pra vocês não duvidarem do que to dizendo, take a good look:

O melhor? Custou R$ 7,50. Afora o cheiro característico dos batons Dailus(assim meio sei lá), adorei o achado e vou usar loucamente esse batom!

Que me dizem? Boa aquisição or not?

*Em tempo: a amiga/blogueira Nary, do Chat Feminino, soprou que nas Drogarias Globo, o batom fica por cinquinho, hein? :)

Amostrinha de esmalte: Renda Charmosa com Afrodite

Uepa que esqueci de mostrar a mistura fofa que fiz essa semana.

Como todo mundo que me conhece sabe, sou uma Rose que adoooooora rosa(Legalmente Loira Feelings)! E queria um rosinha bem, bem bem angelical, sabe?

Passei o Renda Charmosa, da coleção Penélope – duas camadas especificamente – e vi que faltava algo. Essa cor é fofa, mas super sutil, bem clarinha, ótimo para uma francesinha diferente.

Foi aí que me ocorreu de passar só uma camadinha básica de Afrodite, da linha gloss, da Impala. É um rosa lustroso bem espesso, e quando pincelei, mudou totalmente o astral da unha.

O resultado? Bem abaixo, para vocês conferirem, com flash, e sem flash!

Nem preciso dizer que tombei de amores pela cor né?