A felicidade custa pouco: achadinhos de acessórios!

Nossa, não tem coisa melhor que ir ao Centro da Cidade. Se o “liseu” bate, a gente pega quarenta reais e super faz a festa nas lojas de bijuterias de lá, dá nem vontade de passar sequer em frente ao Shopping.

E sábado, vulgo ontem, foi bem assim que aconteceu: tava pela João Pessoa, e como quem não quer nada, entrei na minha loja de acessórios baratex preferida, a Espaço Jóias. Pirei o cabeção, mas como quem anda com o bofe anda correndo, o que a vista pôde mirar na pressa, já catei e corri pro caixa. Foi muito rápido, mas deu pra sair bem satisfeita com as minhas comprinhas!

Eis as novidades:

Pra resumir a conversa, eu dei preferência às pulseiras: trouxe neon tressé(R$8,99), com strass(acho que uma foi R$ 12,90 e outra R$ 6,99), e umas shambalas neon(R$5,99 cada), que vão me ajudar na famosa mistura de pulseiras. Trouxe também uns anéis de bigodinho, e outro de caveirinha, clichêzões da temporada. Ow gente, me deixa, quero dar uma curtidinha :)

Como sou a louca do lenço também comprei esse de borboletas, o único que achei digno por lá, me custou R$ 7,99 (preço de E-bay, né não?), e trouxe as tiarinhas de spikes(R$ 7,99 cada), que ficaram tão fofinhas, que a vontade foi de trazer TODOS OS MODELOS que tavam por lá, mas, né, autocontrole, e boy regulando são coisas preciosas na vida. Pronto. Se foi meu dia de festa.

Era isso que tinha pra contar pra vocês nessa retomada lenta e gradual do blog. Tenho uns achados de roupas pra vocês, mas acho que vou aguardar até  a próxima semana pra não ficar batendo no mesmo tema, até porque tenho umas ideias bem legais pra soltar conforme os dias forem passando.

Ah, e quem se interessou pelos achados (pelamor, né jabá não, gente, saiu tudinho do meu bolso hahaha), essa lojinha fica pertinho da Renner da Rua João Pessoa, lá no Centro. Fica bem fácil de achar, porque ela é bem chamativa, e sempre tá cheia de mulheres enlouquecidas por lá.

Achados na liquidação da Marisa

Quando a grana tá (muito) curta, e você acaba sentindo aquela abstinência de compras com valor um pouquinho mais elevado, uma solução que pode funcionar é comprar na liquida em lojas mais baratas. Tá certo que isso exige de você um garimpo bem esforçado, mas acreditem, vale a pena, porque a gente sente aquela mesma sensação boa de comprar numa loja mais cara, e o nosso bolso não sente muito.

Como minha vida tem se resumido em compras para a reforma da casa, não vou mentir pra vocês que senti bastante falta de comprar um “agradinho” pra mim aqui, uma coisinha acolá, e quando a situação beirou a tristeza, me joguei na liquida da Marisa, e arrematei três pecinhas que me fizeram bastante feliz. Vou dividir essa alegria com vocês, e conversar um pouquinho sobre liquidações.

Pra aproveitar de um jeito legal as liquidações, eu procurou comprar peças que poderei usar por algumas estações, ou ainda, que poderei reformar, isso no caso das baratinhas, que já compro de propósito pra customizar. Pois fiz as duas coisas na Marisa.

Em primeiro lugar, achei de de bobeira essa calça estilo montaria bem digna, ao preço de R$ 39,90. É preta, é versátil, é clássica, e o material é bom. Achadão pra usar com meus tênis!

Também encontrei uma calça boyfriend, com um desfiadinho discreto. Quem não tem Zara, caça com Marisa, e no momento, essa boyfriend supre minha vontade, alimentada depois de ver essas três imagens na internet:

A calça abaixo me custou R$ 29,90, fala sério, o que a gente compra hoje em dia com R$ 30,00? Fiquei muito satisfeita, principalmente porque estou com planos pra essa calça, se concretizar mostro por aqui:

E por fim, a peça mais valiosa pra mim: shortinho hot pants pra dar AQUELA CUSTOMIZADA BARRA! Olha, milhões de ideias tão passando por minha cabeça agora, quando eu entrar em consenso comigo mesma(rsrsrs), também venho aqui no blog contar o que vou aprontar.

E é isso, galera, apesar de serem comprinhas simplórias, fiquei bastante feliz, principalmente porque em tempos de vacas magras,  vou ter que puxar da criatividade pra me reinventar, e renovar o guarda-roupas gastando pouco, ou nada, muitas vezes.

Achados do Centro da Cidade!

Pra mim, um dia grande de felicidade é o sábado, justamente porque vou ao Centro ou ao Alecrim, e vejo muita informação sobre tudo: o jeito de se vestir das pessoas na rua; o excesso de informação trazido nas pilhas de tecido das lojas especializadas; a quantidade de pedrarias nos armarinhos de montagem de bijuterias; e as peças já feitas à venda nas lojinhas de acessórios. Tudo isso aliado a um precinho que não dói no bolso. Na Cidade e no Alecrim a gente é muito feliz: sai de casa com cinqüenta reais no bolso, e volta com muita coisa, diferentemente de uma ida ao Shopping Center, onde cinqüenta reais não dá pra quase nada.

E pra eu não me perder muito por lá, já que fico meio fora de mim(sério, ainda bem que tem titia, minha voz da consciência), levo minha agendinha com um itinerário, bem como o que quero comprar. E hoje foi bem assim: saí determinada a comprar uns colares, dois cortes de tecido, um terço neon, e umas pulseirinhas pra misturar com as que eu faço em casa. Dei sorte, encontrei tudo, e mostro as mais interessantes pra você.

A grande atração pra mim, sem sombra de dúvida, foi uma lojinha que fazia tempo que não visitava. Ela fica na esquina da Rio Branco com aquele bequinho que faz o link entre essa Avenida e a Princesa Isabel, não sei o nome…sei que lá achei anéis lindos, titia se apaixonou por uns e levou, e eu levei outros. O mais caro, o duplo com strass, custou dez reais. Os demais, cinco reais:

Também finalmente encontrei os colares que tava querendo pra dar uma modificada, partindo da ideia das meninas do blog Starving nesse vídeo AQUI. Acho que vão ficar massa depois de prontos, se der certo mostro pra vocês pelo instagram(roxyqueen, procurem por lá), ou até faço post, se vocês realmente se interessarem:

Cada um me custou doze dinheiros.

E finalmente duas pulseirinhas fofinhas que achei por lá. Só fiquei meio chateada porque não pude visitar minha loja preferida de bijus, que fica colada à Renner do Centro. Ali tem ca-da-coi-sa lin-da-que-vou-lhes-contar…triste, mas deixa pra próxima!

Incrementando o velho guarda-roupa com o toque de acessórios baratinhos.

Redescobrindo a C&A da Zona Norte

O post de hoje merece um pequeno conto: era uma vez uma menina que tinha um blog, e que como toda mulher que vive numa sociedade de consumo, certo dia correu pra comprar Maria Filó pra C&A. Chegando lá, entre tapas, pontapés e chutes, conseguiu se desvencilhar das Becky Blooms, e trazer algumas coisinhas que queria. Só que, ao se encaminhar ao caixa, viu uma mocinha provando um par de tênis animal print lindo, seu número, e por R$ 49,90. Torceu para que a moça deixasse os tênis, já que o grande dilema dela era saber se era Maria Filó para C&A(se não fosse, não levaria, embora o pisante fosse lindo, vá entender esse povo…). O vendedor, muito esperto, disse que era, e ela levou, deixando a jovem lá do começo da história desolada, até que resolveu perguntar a um amigo que trabalha na C&A da zona norte se tinha. E tinha. Seu número. Levou. Ficou maravilhada com a loja, repleta de peças lindas, em todas as numerações ali, aguardando a compradora, uma verdadeira redescoberta. Felizes para sempre, assim deve ser arrematado o conto.

Eu acho que se deve ao fato de ser um pouco longe da zona sul, a C&A zona norte consegue manter em suas araras peças lindas, um pouco mais salgadas para uma parte do público a que se destina, mas em preço razoável para quem se programou financeiramente, e deseja montar seu guarda-roupas com peças atemporais, ou apenas charmosinhas, que pincelam um look neutro com um pouco de alegria. Sinceramente, acho a C&A do Midway meio molambenta, parece que vive com sobra de peça, nunca achei algo realmente digno por lá, o que não aconteceu com a C&A da zona norte. Enchi as mãos de cabides porque tudo era lindo, corri para o provador, e apenas a título de amostra fotografei quatro peças com valores entre R$ 59,90 e R$ 149,90 pra vocês conferirem:

Camisa soltinha pra gente fazer uma bossa só com jeans flared e um colar bacana, quem não gosta? Essa, na primeira foto, é de um floral bem espaçado, é leve, e vestiu legal. Gostei bastante.

E que posso dizer desse cardigã fofo? Não levei porque meu punho tá fechado, mas tirava e botava na arara reiteradas vezes. Tinha TODOS OS TAMANHOS, e confesso que, se não tivesse comprado o da Maria Filó para C&A, teria levado esse, que achei bem mais bonito, por causa das cores mesmo.

Outra peça que me agradou foi esse spencer floral, achei tão cara da Kelly do Glamourai…confeccionado de brim acetinado, apesar de vir de uma fast fashion me pareceu ter uma longevidade boa. Vale a compra.

Por fim, uma dica quente pras meninas que costumam viajar pra fora: esse blazer de couro sintético rosa seco parece peça fina, de loja boa, e é uma riqueza sem fim viajar para terras mais frias com ele, vestiu lindamente. Não levei porque a terra mais fria que já visitei na vida se chama Macau hahahaha!

E é isso, pra quem mora na zona norte vale super a visita pela C&A de lá, que fica no Norte Shopping. E pra quem é das bandas de cá da ponte, quando for visitar algum parente, passem por lá, ou vão com destino certo mesmo, vocês vão se surpreender!

PS: não tô recebendo um real por isso, tá, gente! Tô só deixando a dica porque realmente eu fiquei pasma com a quantidade de coisa legal que achei por lá. :)

Pelo instagram… (Janeiro/2012)

Quem me conhece sabe que minha vida é bem corrida. Aliás, muito corrida. Neste exato momento em que escrevo, tô, ao mesmo tempo, vestindo a roupa da academia, e amarrando o cabelo…não é fácil, mas,  quem disse que o difícil é ruim?

E é justamente nessas simultaneidades, ou nos meus momentos de folga em que tô longe do computador, que aproveito pra mostrar pra vocês através do instagram(segue aí: roxyqueen) algumas imagens. Só que algumas coisas que posto por lá dão origem a dúvidas sobre onde achei, quanto foi, ou ainda, como faz certo penteado, dentre outros questionamentos.

Por isso matutei, matutei, e achei por bem colocar aqui também, e explicar com calma, que acham? Deve virar categoria fixa ou não?

Por hoje, separei seis imagens pra gente conversar um pouquinho sobre:

- Pulseiras Neon: Compradas na Forever 21. Boas pra quebrar a monotonia de um look em cores mais sóbrias;

- Pulseiras diversas: essas também são da Forever, acho que todas totalizaram uns R$ 25,00;

- Saia Navajo de paetês: e aí que mês passado catando no site da Asos algo com navajo print achei essa saia bapho. Custou uns 80 reais;

- Tênis dourado: por isso que amo as lojas Leader. O tênis saiu por R$ 49,90;

- Biquíni com estampa de patinhos: da série “eu amo biquinão”, esse tem estampa de patinhos. Tô na espera de um listrado e outro em estampa de abacaxi;

- Pulseira de asas: sentem aí…tudo ok? Essa “jóia” me custou US$8,80, eu disse US$8,80 na F21! Pode usar só jeans e camiseta que esse acessório se encarrega do resto, né não?;

Bem, vou ficando por aqui, qualquer dúvida adicional pergunta aqui pelos comentários que a gente vai desenrolando!

Achados na Riachuelo

Fazia um bom tempo que não rolava achados aqui no blog. E por dois simples motivos: pra eu evitar de fazer a louca das compras(terapia de choque, recessionismo, lembram?), e porque realmente o tempo é pouco para eu ir ao shopping e garimpar algo pra vocês.

Só que dia desses eu levei minha patrulha recessionista(Tia Alice) na Riachuelo, e assim pude tirar tranqüilamente minhas fotos sem levar nadica de nada pra casa, já que titia barra tudo. E rolou também toda uma chantagem emocional que lá embaixo eu explico.

Mas, voltemos a Riachuelo. É incrível como a galera de lá anda pesquisando, e investindo também em qualidade. Desse jeito, fica fácil não entrar em lojas mais caras, já que a fast fashion potiguar tem de tudo um pouco, e com material bom, basta garimpar, esse é o segredo da boa compra.

Como esse dia foi dedicado à titia – que tava em busca da calça perfeita – separei poucas coisas, mas que valem a compra. Não são modinha passageira, e é certeza de que vão ser muito usadas.

Preparadas?

Bem, a primeira peça é essa sainha de pois, linda de viver…imaginei na mesma hora uma composição meio pin up, depois me veio à mente um crash de estampas, enfim, é uma peça de muitas possibilidades, vale levar pra morar no guarda-roupas da gente:

Já a segunda peça que muito me chamou a atenção, pelo frescor que ela exala, é esse vestidinho floral. Tecido muito bom, caimento bacana, estampa bonita…alguém duvida que nessa primavera/verão ele vai aparecer, e reinar soberano?

E por fim, ela, a so-called calça Palazzo, que vi de bobeira no meio de outras roupas(o que significa que a mercadoria tá escassa), e corri pra provar, e fazer aquela velha chantagem do tipo “tia, eu tenho o tecido pra fazer uma dessas, mas a senhora não fez, tô quase levando…” e eis que Tia Alice prometeu fazer no dia seguinte(tudo pra eu não comprar nada), e de fato fez, todavia passou uma vida pra pregar o zíper. Aceitável, ante o universo de clientes(pagantes) que ela tem, lógico que eu não posso cobrar nada dela.

Até provei a danadinha pra mostrar como a bicha é largona:

Mas, vou confessar aqui e agora: a Palazzo Tia Alice ficou muito mais charmosa, fora que o zíper é YKK, e não trava, como os zíperes importados que essas lojas costumam pregar nas roupas, que ficam no meio do caminho, e é uma luta pra subir completamente.

Só pra abrir discussão, quero saber de vocês: Riachuelo team ou Tia Alice team? (Me lembrem de anotar nome e endereço de quem votou na Palazzo Riachuelo, pra eu caçar e matar!) Brincadeirinha, brincadeirinha… :)

Páginas12