Feliz Natal com discurso empoderador de Madonna

Olá, gente, tô meio sumida, né? Porém, novamente venho aqui prometer postar com mais frequência, mas já dou uma explicação plausível: é que 2016 não foi um ano bom para boa parte de nós, brasileiros, e ficar falando de moda, ou qualquer outra frivolidade no meio dessa turbulência de ódio, preconceito, ausência de Estado Democrático de Direito, e falta de consciência de classe em que nos encontramos não me deixa satisfeita, não mesmo. Poderia usar o blog como válvula de escape pra tentar sair desse mar de lama, mas não sou assim, quem é índigo sabe que não é tão fácil não absorver a dor do outro, os problemas do outro, as injustiças feitas…é tarefa árdua, mas tentarei me policiar, e abstrair um pouco por aqui, porém sempre trazendo vez por outra uma problematização pra gente discutir. É importante, não dá pra fazer a alienada, e falar de comprinhas e Disney, quando nosso poder de compra tá sendo tirado pelo Estado de maneira odiosa.

Logo, minhas amigas, a linha editorial desse blog, que já não era fútil, vai ser menos ainda, e para dar prosseguimento a nossas atividades quero compartilhar, neste Natal, o discurso de Madonna no Billboard Music 2016, mostrando as dificuldades de ser uma mulher na indústria fonográfica. Que possamos sempre falar sobre igualdade de gênero; é importante, e é necessário, principalmente com essa onda conservadora que ronda o mundo:



Feliz Natal a todos e todas, que nos seja dado mais entendimento, e espalhemos mais amor em vez de ódio por aí.

Deixe seu comentário